Ir para o conteúdo principal

Edição de terça, 5 de julho de 2022.
(Próxima edição: sexta dia 8.)

Aproveitamento etílico durante o horário de audiência telepresencial não realizada



Museu da Guia

Imagem da Matéria

Advogados trabalhistas - que se congregam por meio de um grupo virtual da ABRAT - tiveram ontem (3) uma surpresa revelada via portal do TRT da 5ª Região (BA). Na 14ª Vara de Salvador – ante a oposição da parte reclamada em participar da audiência telepresencial que se realizaria nesta sexta-feira (4), às 15 h. – o magistrado titular Benilton Brito Guimarães não deixou por menos.

Publicizou o que seria possível fazer durante o tempo que, normalmente, seria dedicado à solenidade judicial.

Dispôs ser “melhor para o juiz e para a secretária de audiência, que poderão aproveitar o respectivo horário para atividades lúdicas, como tomar duas ou três doses de whisky, não mais que isso”.

E logo arrematou: “Aguarde-se o retorno das atividades presenciais”.

Um veterano arauto da ABRAT afirmou ao Espaço Vital que, ao longo dos mais de 42 anos de existência da entidade – fundada em 1979, durante o 2º Encontro Nacional de Advogados Trabalhistas (ENAT), no Rio de Janeiro - jamais vira ou lera algo assim: “Foi inusitado, impróprio e levemente etílico” – resumiu. E logo completou: “A atividade lúdica poderia, todavia, ser saudavelmente hidratante e típica à Bahia, como tomar dois ou três copos de água de coco, não mais que isso”.

O Espaço Vital tentou contato ontem mesmo com o magistrado Benilton Brito Guimarães, por meio dos números fornecidos pelo TRT baiano: (71) 3284-6140 (sempre ocupado), (71) 3284-6141 (“este número de telefone não existe!”) e (71) 3284-6142 (chamada não atendida).

Operadores jurídicos poderão acompanhar a eventual ressaca jurisdicional, acessando as próximas informações e movimentações processuais. O número está logo aí abaixo.

(Proc. nº 0000434-49.2021.5.05.0014)

Notícias Relacionadas

Charge de GERSON KAUER

Uma campeã da demora

 

Uma campeã da demora

Sentença proferida na Justiça Federal negou pedido de indenização por danos morais a uma ex-servidora pública que ajuizou em 1992 uma primeira ação na Justiça do Trabalho. Vinte e nove anos depois, a demanda trabalhista ainda não teve solução prática. Sete dos 31 autores já faleceram.

Arte EV

Judiciário ótimo... ou péssimo?

 

Judiciário ótimo... ou péssimo?

Ou seria regular? Quem sabe, muito bom?... O CNJ está solicitando a colaboração de quem é/ou tenha sido parte em processo judicial nos últimos cinco anos. Também conclama advogados/as, defensores públicos e membros do Ministério Público a participarem.

TRT5 / Bahia

O juiz das “duas ou três doses de uísque” tenta se explicar

 

O juiz das “duas ou três doses de uísque” tenta se explicar

“Foi ironia” – disse Benilton Brito Guimarães” (foto) – ao admitir que praticou “um ato destoante do meu comportamento ordinário". A ABAT - Associação de Advogados Trabalhistas da Bahia lamenta “a injustificada, deselegante e gratuita manifestação”. E deplora a deficiência na prestação jurisdicional.