Ir para o conteúdo principal

Espaço Vital, terça-feira, 07.12.
(Próxima edição: sexta-feira, 10.12)
https://www.espacovital.com.br/images/201811081626490.jpg

´Cria cuervos y te sacarán los ojos´



Imagens awwmemes.com/Esmich

Imagem da Matéria

Confesso que estou impactado pela notícia divulgada por mídia digital que afirma o retorno do atleta D’Alessandro para o Internacional enfrentar a disputa do Campeonato Gaúcho de 2022. Se verdade, estamos diante de uma manobra marqueteira, sem nenhum efeito prático, além de desarranjar o vestiário colorado.

Foi um grande jogador que em seus melhores momentos honrou a camisa vermelha.

Quando da sua saída por obra da avaliação do atual presidente, então vice de futebol, o esplendor do atleta já não era o mesmo. Além disso, embora respeitando-o com gratidão, entendo que ele desbordou dos seus limites na relação com a instituição.

Representou perante o Conselho de Ética em face de manifestações de um conselheiro; e manifestou críticas a outras opiniões de sócios e de conselheiros que consideravam que “o seu momento já havia passado”.

Na impossibilidade de grandes contratações que decorrem da anarquia financeira do clube, estar-se-ia engendrando o retorno a um passado que não existe mais.

Recebi manifestações que, inclusive, colocam dúvidas acerca da influência do conselheiro 01, a quem atribui-se a condição de extrema benemerência negocial.

Bem, independente de influências e dos supostos interesses, penso que o lugar do argentino D´Alessandro é na nossa memória, ao lado de vários outros atletas que, com humildade e adequação, participaram das grandes conquistas.

Deixemos o marketing para o Dubin e o futebol para o Emílio.

Se for um tiro, tem tudo para sair pela culatra.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Chargista Duke – www.domtotal.com

Quem entrega e para quem?

 

Quem entrega e para quem?

“Atletas e técnicos são profissionais e mesmo considerando os vínculos afetivos, prestam contas aos seus contratantes. A tal entrega do jogo subverte o comando do vestiário e autoriza, em outras circunstâncias, que os comandados possam fazer o mesmo segundo os seus interesses”.

Ricardo Duarte/Inter

O Gre-Nal termi-Nal...

 

O Gre-Nal termi-Nal...

O clássico de sábado (6) foi marcante pelo resultado, pois os times jogaram alterando momentos ruins e bons. O gol da vitória colorada fez justiça. E o Grêmio enfrentará pela terceira vez a segunda divisão do futebol brasileiro. Ela não é fácil!”

Joel Vargas/PMPA

Cheiro de Gre-Nal

 

Cheiro de Gre-Nal

“É primavera, mas estou entre aqueles que imaginam que nossa cidade foi concebida para o outono. É na estação em que ela adquire um colorido todo especial. O Gre-Nal já está no horizonte e pode valer muito para a dupla”.