Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta, 20 de maio de 2022.
(Próxima edição: terça dia 24 de maio.)
https://www.espacovital.com.br/images/romance_forense.jpg

Mãe biológica e avó paterna



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Quico e Ricardinho nasceram e cresceram homens - e foram sempre vizinhos na mesma cidade. Duas décadas depois de seus respectivos nascimentos, resolveram passar a desfrutar a parceria profunda de uma relação homossexual, sem cirurgia de redesignação ou transgenitalização.

Dois anos depois, quiseram o que, em outros tempos, seria impossível: ter um filho biológico.

O espermatozoide de Quico foi cuidadosamente implantado no ventre de Eva, mãe de Ricardinho, uma mulher de 39 de idade. A gestação prosperou.

Deu-se à luz um menino, filho dos dois personagens do gênero masculino. A parturiente é mãe de um e sogra do outro. E dessarte também é mãe biológica e avó paterna.

O escritório titulado por um advogado - que é transexual - cuidou das intercorrências civis e registrais do menino recém nascido, para que no assento de nascimento ele constasse como tendo dois pais e nada mais. Assim foi.

Em outubro próximo, o menino - que passou a se chamar Eugênio - completa seis anos de idade. Dona Eva, então com 46, está felicíssima.

Ah, os nomes são fictícios, mas a história é autêntica. Não peçam outros detalhes – nem mesmo o nome da comarca - porque há segredo de justiça.

Coisas de gênio!


Mais artigos do autor

Charge de GERSON KAUER

Consulta ginecológica à moda romana

 

Consulta ginecológica à moda romana

Ela era uma mulher interessante, sem exuberâncias, estava sempre perfumada, usava saltos altos, cabelos bem penteados. Um dia, ela foi ao consultório de um ginecologista que só atendia “particular”. O recôndito era decorado com objetos típicos das antigas milícias romanas.

Charge de GERSON KAUER

Uma comarca só de advogados

 

Uma comarca só de advogados

Um advogado, um juiz e um promotor conversam sobre a rotina forense, o congestionamento de cartórios, a precariedade de funcionamento dos JECs, as dificuldades para operar o processo eletrônico. “Eu exijo morar num resort” – pede o magistrado. “Eu quero uma ilha que me possa fazer lembrar o Éden” – pretende o representante do Ministério Público...

Charge de GERSON KAUER

A suprema vibração

 

A suprema vibração

A segurança do STF resolveu aplicar o que seus agentes chamam de “cana dura”. É a dica que significa ser minuciosamente exigente na revista dos pertences pessoais de todos os que chegam – mesmo os mais conhecidos e idôneos frequentadores. Vai daí que...

Charge de GERSON KAUER

Serviços sexuais insatisfatórios

 

Serviços sexuais insatisfatórios

Granjeiro do interior gaúcho, após tratar de assuntos comerciais em Porto Alegre, deu uma esticada nas bandas da avenida Farrapos. No local escolhido, sentou-se, pediu um uísque, e outros mais... A percanta combinou o preço e garantiu a excelência da voluptuosidade que prestaria...

Charge de GERSON KAUER

Pamonha jurisdicional

 

Pamonha jurisdicional

Na petição de apelação, o advogado embutiu um recado sutil: “A advocacia vem sendo desrespeitada por magistrados que não se dão ao trabalho de analisar os pleitos que apresentamos. Como somos tratados como pamonhas, informo que gostosas receitas desta iguaria oriunda do milho estão facilmente disponíveis na internet”.

Charge de GERSON KAUER

Perfumes jurisdicionais

 

Perfumes jurisdicionais

Num desdobramento de audiência de ação penal relativa a um assalto à mão armada, de repente a surpresa: “Doutor, o senhor tem compromisso hoje à noite?” – questiona a vítima (30 de idade), dirigindo-se ao juiz (50 anos). Na apoteose, até Vinicius de Moraes é evocado...