Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, terça-feira, 14 de setembro de 2021.
(Próxima edição: sexta-feira, 17).
https://www.espacovital.com.br/images/romance_forense.jpg

A esposa demitida...



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Na ação trabalhista, a trabalhadora Dulcinéia postula o vínculo empregatício de dez anos. Função inicial de secretária; e final de técnica em saúde bucal. Reclama os direitos decorrentes da relação de emprego: FGTS, férias, 13º, multas, diferenças salariais, etc.

Parece uma reclamatória comum. Mas, a contestação noticia fatos omitidos na petição inicial. É que o reclamado (Romualdo, pessoa física), argumenta que a reclamante é sua ex-esposa que nunca prestou serviços em seu consultório odontológico, muito menos mediante relação de emprego. Claro, excetuando-se as “tarefas de cama e mesa – estas, estritamente no recôndito do lar”.

Detalha o reclamado que “manteve união estável com a reclamante, jamais havendo fatos caracterizadores de relação de emprego, pois nunca houve, de parte dela, atividades de labor profissional e subordinação”.

A contestação sutilmente também pontua que, nos melhores momentos do romance conjugal, a mulher gostava de – nos embates de Eros – às vezes apresentar-se como “a secretária que atendia o patrão”. O arremate contestatório é tristonho: “O fim da união estável lamentavelmente foi causado por adultério feminino”.

O juiz acolhe a tese contestatória: “O reclamado comprova fartamente a união estável entre as partes, estando evidente que a reclamante busca locupletamento em contrapartida à complexa ação de dissolução de união estável que, em forte contenciosidade, tramita na Justiça Estadual”.

O TRT confirma e complementa: “Mesmo que admitida a prestação de serviços pela reclamante no consultório do reclamado, tal terá ocorrido com o intuito de benefício do casal, pois o resultado econômico revertia em prol do contexto de união estável, do qual a autora era participante”.

A ementa do acórdão traz um recado sutil: “As questões da natureza como a aqui narrada deverão ser resolvidas em outra esfera judiciária, não se prestando esta justiça especializada para resolver problemas conjugais”.

Transitou em julgado. Dulcinéia nunca foi empregada de Romualdo, o marido dentista.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Charge de Gerson Kauer

Cuidados no uso da piscina

 

Cuidados no uso da piscina

O advogado e a promotora de justiça – ambos radicados em comarcas diferentes – viajaram em comemoração de núpcias para um hotel de luxo na Jamaica. Não imaginavam que passariam por surpresas insinuantes e também constrangedoras.

CHARGE DE GERSON KAUER – DIVULGAÇÃO EV / JC

Aviso de utilidade pública

 

Aviso de utilidade pública

Depois da separação dos conviventes, eles se encontraram ao acaso num bailão. O homem subiu ao palco, pegou o microfone do cantor da banda, e contou ao público qual fora a causa do rompimento conjugal. Saiba o que a mulher relatou depois, para o sisudo juiz, na audiência da ação de reparação por dano moral...

Charge de Gerson Kauer

Os touros campeões

 

Os touros campeões

Já às turras pelo decréscimo do calor conjugal, um casal gaúcho, de meia idade, visita uma feira agrícola na zona rural. Ali, excelentes touros reprodutores estão sendo anunciados por um leiloeiro. O que é que isso pode ter a ver com o divórcio dos dois humanos?...

Charge de Gerson Kauer

Não mais do que de repente...

 

Não mais do que de repente...

Primeira semana de março de 2020, a pandemia ainda era uma suposição distante. Há um coquetel do lançamento de um novo produto de argentário banco. Ao acaso, encontram-se um cidadão (notoriamente conhecido por sua falta de memória) e um juiz aposentado (reconhecido pelo seu nariz empinado).

Charge de Gerson Kauer

Garantia fundamental sexual

 

Garantia fundamental sexual

A câmara cível foi humana - e o acórdão, generoso. E determinou o fornecimento, pelo Estado, a um cidadão de 41 de idade, do andrógeno e esteroide anabólico que é usado no tratamento de baixos níveis de testosterona em homens.