Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 30 de julho de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 3).
https://www.espacovital.com.br/images/fechamento.jpg

Eduardo Cunha está solto: não precisa mais cumprir prisão domiciliar



Chargista Duke - https://domtotal.com/

Imagem da Matéria

O desembargador Ney Bello, do TRF da 1ª Região revogou ontem (6) a última prisão preventiva decretada contra o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (MDB-RJ). A cautelar havia sido decretada em 2017 na Operação Sepsis e era o único empecilho que impedia o ex-parlamentar de responder aos processos em liberdade.

No último dia 28, o TRF da 4ª Região havia revogado a prisão decretada contra Cunha na mencionada operação. O ex-presidente da Câmara cumpria o regime em casa desde o ano passado, em razão da pandemia.

O desembargador Bello mencionou na decisão de soltura que, passado mais de um ano da prisão domiciliar, não vislumbrou necessidade da manutenção da prisão preventiva de Cunha no caso. "Notadamente, pelo tempo em que a medida constritiva foi determinada, em razão de não se ter notícia do descumprimento das obrigações impostas, e também, pela demora em se marcar o julgamento da apelação já interposta em favor do requerente" – referiu.

Cunha foi alvo da Operação Sepsis, desdobramento da Lava Jato que apurou desvios do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), gerido pela Caixa Econômica Federal.

O ex-presidente da Câmara poderá responder aos processos em liberdade. A única restrição imposta foi a proibição de viagens internacionais.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Charge de Kacio Pacheco - Tribuna da Internet

As derrotas de Davi Alcolumbre, o político do baixo clero

 

As derrotas de Davi Alcolumbre, o político do baixo clero

  • Polícia prende prefeito Marcelo Crivella, no Rio, acusado de corrupção.
  • 51% dos domicílios brasileiros atingidos pela queda de renda.
  • Professores e funcionários da Rede Metodista assinam acordo em mediação no TRT-4.
  • Chegou o Dragão - o novo supercomputador da Petrobras.
  • Quatro anos depois da queda de Dilma, uma ação ainda discute se ela...volta!
  • Nulos todos os votos recebidos por vereadores do Avante, em um município do Rio.
  • Dezembro azíago para Alcolumbre

 

STF nega o reconhecimento de uniões estáveis simultâneas

  • Decisão por 6 x 5 consagrou a supremacia dos princípios da monogamia e da fidelidade. Caso paradigma é oriundo de Sergipe, onde um homem - que mantém uma união estável heterossexual - pediu o reconhecimento de uma segunda relação constante, dessa vez homoafetiva.
  • Paridade de gênero nas eleições da OAB já a partir de novembro de 2021. Também foi aprovada a aplicação imediata de cota racial de 30% nas eleições
  • Nome do pai em certidão de nascimento é mantido mesmo sem vínculo biológico.

Nova súmula do STJ sobre o direito à reparação moral

  • Verbete nº 642 reconhece a possibilidade de herdeiros serem indenizados por danos sofridos pelo familiar falecido.
  • Fazenda Pública pode averbar, mas não pode decretar a indisponibilidade de bens sem decisão judicial.
  • STJ mexe com as regras para o pagamento de pensões alimentícias.
  • Senado aprova projeto de lei que estabelece “o direito das vítimas de crimes contra a dignidade sexual”;
  • TRT-RS nega vínculo empregatício a motorista do Uber.