Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, terça-feira, 14 de setembro de 2021.
(Próxima edição: sexta-feira, 17).
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

As pilhérias advocatícias depois da invasão de hackers ao sistema eletrônico do TJRS



Foto: Redes Sociais

Imagem da Matéria

  • Pilhérias, nas redes sociais, ontem (29) difundidas por operadores do Direito:

“Tendo em vista o imprevisto ataque de hackers ao nosso invulnerável sistema, o tribunal convoca os advogados a transformarem os seus processos eletrônicos em ações físicas. Pede-se economizar papel”.

"Ante a intromissão desrespeitosa ocorrida no nosso maquinismo, a Corte já está providenciando a liberação reparatória, aos magistrados prejudicados, do individual e necessário auxílio-financeiro anti invasão”.

  • Depósito milionário

O Carrefour depositou na quarta-feira (28) R$ 1,1 milhão para Milena Alves, viúva de Beto Freitas, assassinado em 19 de novembro de 2020, na véspera do Dia da Consciência Negra, na unidade supermercadista do bairro Passo d´Areia, em Porto Alegre. É mais um capítulo da quizila entre Milena e o Carrefour, ainda sem ter sido fechado acordo entre as partes.

O valor de foi depositado em conta para consignação extrajudicial e corresponde à indenização oferecida pela rede francesa. Outros R$ 100 mil foram transferidos diretamente para a conta pessoal de Milena para gastos mais urgentes.

Ela é a única com a negociação de indenização em aberto.   

O braço brasileiro da rede francesa já fechou oito acordos com familiares da vítima: são os quatro filhos, o pai, a irmã, a enteada e a neta de Beto Frias. Seis pessoas estão denunciadas pelo crime.

Apenas duas tiveram suas prisões preventivas mantidas: o policial militar Giovane Gaspar da Silva, de 24 anos, e o segurança Magno Braz Borges, 30 de idade.

  • Câmeras indiscretas

A presença de câmeras em vestiário - masculino ou feminino - causa danos morais a trabalhadores, decidiu a 6ª Turma do TRT-RS, ao condenar a empresa Brado Logística S. A., de Esteio (RS), a pagar indenização (R$ 5 mil) por danos morais a um empregado. Ele se sentiu humilhado pela existência de aparelhos de vídeo no vestiário onde realizada a troca do uniforme.

Segundo o julgado, a presença do equipamento no vestiário, por si só, causa constrangimento aos usuários, sendo irrelevante o fato de o foco da filmagem estar direcionado para os armários e corredores.

Conforme o processo, a instalação fora com o intuito de evitar a ocorrência de furtos nos armários dos funcionários, localizados dentro do vestiário. “Não pode a requerida, sob o pretexto de evitar furtos, expor a intimidade de seus funcionários.

A colocação  de câmeras de monitoramento dentro do vestiário se caracteriza como danosa ao trabalhador”, já tinha apontado a sentença. (Proc. nº 0020341-48.2017.5.04.0282).

  • A volta por cima

Fabio Marzano, diplomata de carreira, será o novo cônsul-geral do Brasil em Paris – um dos mais cobiçados cargos da diplomacia brasileira.

Em dezembro, ele teve rejeitada pelo Senado sua indicação ao cargo de delegado do Brasil junto ao escritório da Organização das Nações Unidas, sediado em Genebra (Suíça).

Foi um raríssimo caso de uma indicação de diplomata ser negada pelos senadores.

  • Alta costura

O Ministério Público Federal arquivou representação contra Jair Bolsonaro por possível violação ao princípio da impessoalidade por promover seu alfaiate em cerimônia no Planalto. Em dezembro passado, o presidente e Michelle Bolsonaro inauguraram, no Planalto, exposição das roupas que usaram na cerimônia de posse em janeiro de 2019.

Em discurso, Bolsonaro disse que ganhou as roupas do alfaiate, que hoje tem ateliê em Brasília: “Quanto mais ternos eu fizer lá, mais eu ganho aqui”.

O MPF considerou que, "ainda que a conduta do presidente da República possa ser considerada não plenamente compatível com o princípio da impessoalidade, as circunstâncias não indicam gravidade suficiente para ensejar a responsabilização cível ou criminal".

Michele E Bolso

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Ricardo Manhães/Portal ND Mais

 Cachorros não têm legitimidade passiva para figurar no polo passivo de ação de rescisão

 

Cachorros não têm legitimidade passiva para figurar no polo passivo de ação de rescisão

  • Uma alfinetada, no acórdão, aos advogados que quiseram postular em nome de 30 espécimes caninos.
  • A inflação da cerveja nos últimos 12 meses.
  • Está mais barato comprar carne brasileira na Florida (EUA) e na China.
  • Condenação de Roberto Jefferson por ofensas contra Eduardo Leite.
  • Terapias a serem pagas por planos de saúde não têm limites. Decisão é do STJ.

Foto: Felipe Rosa/Tribuna do Paraná.

STJ restringe ordem judicial de entrega de dados pelo Google

 

STJ restringe ordem judicial de entrega de dados pelo Google

  • Et cetera... Juiz gaúcho determinara que a gigante estadunidense enviasse informações de qualquer pessoa que tenha transitado no raio de 500 metros do local onde houve violação de caixas eletrônicos de um banco.
  • STF encerrou o julgamento referente ao Tema nº 942: o direito dos servidores públicos de converter o tempo especial em tempo comum.
  • Cardápios inconvenientes, Brasil afora: a margarina ganha disparada.

Imagem: iStock/Getty Images

 A boa-fé, às vésperas da morte

 

A boa-fé, às vésperas da morte

  • Interessante decisão do STJ sobre tutela antecipada a uma idosa acometida de mal de Alzheimer.
  • Decisão do TRT/RS: babá sem vínculo empregatício.
  • Quer vender seu precatório? Fique de olho...
  • Sua Excelência versus Sua Excelência.
  • Três momentos importantes para a Bic de Jair Bolsonaro.
  • A pobreza menstrual no Brasil.
  • Uniformização para aposentadoria.

Edição EV sobre foto Visual Hunt

OAB/RS atualiza a relação de advogados excluídos

 

OAB/RS atualiza a relação de advogados excluídos

  • Com a inclusão de cinco novos nomes, o rol completo já chega a 63 bacharéis que estão proibidos de advogar.
  • Nova Lei Federal nº 14.164 inclui conteúdo sobre a prevenção da violência contra a mulher nos currículos da educação básica.
  • Juiz faz papel de babá, durante júri popular: cuidados especiais com a neta de uma testemunha importante.
  • STF nega ação direta de inconstitucionalidade contra dispositivos que impedem membros do Judiciário e do Ministério Público de também serem advogados.
  • O maior número de divórcios no Brasil, em todos os tempos.
  • Nova lei federal (nº 14.164/2021) inclui conteúdo sobre a prevenção da violência contra a mulher nos currículos da educação básica.