Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de junho de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 22).

Morre o decano da advocacia gaúcha



Base de dados do EV

Imagem da Matéria

Faleceu em sua residência, em Novo Hamburgo (RS), na tarde deste domingo (28), o advogado decano e com permanente atividade no Estado, Adalberto Alexandre Snel (OAB/RS nº 1.665). Ele foi vitimado por um infarto fulminante.

Aos 94 de idade, ele seguia trabalhando normalmente, em home office, de segunda a sexta.

Snel formou-se na UFRGS em 1951, mas já exercia a advocacia regular na condição de solicitador, desde 1950. Antes, ainda estudante, era professor na Casa de Correção (presídio da época, na Ponta do Gasômetro, em Porto Alegre) e trabalhava no Correio do Povo como revisor.

Ingressou no Ministério Público em 1952 sendo promotor em Estrela e Lajeado. Depois, por 32 anos, foi procurador do Município de Novo Hamburgo, até ali se aposentar em 1984. Foi o primeiro presidente dos subseção da OAB de Novo Hamburgo.

Os atos fúnebres serão realizados nesta segunda-feira (29).

 


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Imagem: Youtube

Desempenho-pastelão durante arguição pública na OAB-SC

 

Desempenho-pastelão durante arguição pública na OAB-SC

No certame para o futuro preenchimento de vaga - pelo quinto constitucional - no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, o advogado pretendente Russel Peixer, de Blumenau admitiu: “Eu não sei o que é que se faz lá”... Ele não recebeu um único voto. Veja as imagens e escute o som.