Ir para o conteúdo principal

Edição Extra, interrompendo, em 11.1.2020, as férias da Equipe Espaço Vital
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Da série “Ainda não vimos tudo”: STJ prepara a compra de 30 coroas com mensagens de pêsames



Imagem: uniflores - Edição: Gerson Kauer

Imagem da Matéria

 Sentidos pêsames...

(Da série “Ainda não vimos tudo”)

Foi aberta pelo STJ uma licitação que não chama a atenção pelo valor, mas é inusitada pelo objetivo. O tribunal quer pagar antecipadamente 30 coroas de flores com mensagem de pêsames.

O requinte florido está presente no edital: os adereços deverão conter “flores nobres frescas e com boa aparência, como, por exemplo, rosa, crisântemo, antúrio, lisianto, gérbera, copo de leite, lírio, margarida e folhagens verdes, acompanhadas de faixa com frase de homenagem personalizada em letras douradas”.

O valor da compra é R$ 14 mil. O preço unitário, R$ 466,66. Para que os ilustres mortos sejam homenageados com uma dessas superiores coroas, os sepultamentos, todavia, terão obrigatoriamente que acontecer no Distrito Federal.

É que o edital especifica que as entregas serão apenas na capital.

 Os números do Zé

(Da série “Ainda não vimos tudo”).

O Tribunal de Contas da União concedeu aposentadoria a José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no primeiro governo de Lula. Condenado a 30 anos, 9 meses e dez dias de reclusão, por corrupção e lavagem de dinheiro, ele receberá um benefício mensal de R$ 9.646.

O acórdão que, na quarta-feira (15), aprovou a aposentadoria foi lavrado pelo gaúcho Augusto Nardes, ministro do TCU. A concessão é na “modalidade voluntária, com proventos proporcionais, calculados com base na remuneração/subsídio dos membros do Congresso Nacional, consoante regras do Plano de Seguridade Social dos Congressistas”.

A análise considerou o tempo de 10 anos e 10 meses que Dirceu teve de mandatos eletivos na Câmara dos Deputados.

Zé é ímpar. Está solto, lépido e faceiro, desde 8 de novembro passado, graças aos 6 x 5 do Supremo - com o voto de desempate de Dias Toffoli.

 O ouro do poder

A 7ª Vara Criminal do Rio determinou que sejam leiloadas cinco barras de ouro e 15 pedras de brilhantes que pertenciam ao ex-governador Sérgio Cabral, e que foram apreendidas. A exposição em busca de interessados em fazer lances começou, na quarta-feira - e, por segurança - ocorre só por meios virtuais.

Um dos lingotes de ouro 24 quilates, com 500 gramas, tem lance mínimo de R$ 92 mil. E há uma peça cravejada de brilhantes cujo preço inicial é de R$ 246.492.

Haja dinheiro! No passado, para a compra. E no futuro próximo, para arrematar.

 Transação taxada

Preparem-se! O ministro Paulo Guedes vai incluir na proposta de reforma um imposto sobre transações financeiras. Ele quer arrecadar em cima da economia digital e do comércio eletrônico.

Volta e meia vem uma tentativa de impingir uma CPMF disfarçada. Mesmo que, como agora, não seja momento de criar novo tributo.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

STF nega o último recurso de Lírio Parisotto

 

STF nega o último recurso de Lírio Parisotto

  • Confirmada a condenação do empresário gaúcho na ação penal por agressão, em 2016, contra sua então companheira Luiza Brunet - quando gozavam férias em New York.
  • Rápidas pinceladas sobre as carreiras do ex-lojista de Caxias do Sul e da modelo famosa que, na juventude, trabalhou como babá e, depois, como empacotadora de supermercado.
  • Uma previsão de Diego Maradona há 24 anos: “Tampouco morto encontrarei a paz. Utilizam-me enquanto vivo e encontrarão um modo de fazê-lo quando eu estiver morto”.
  • Com a dissolução da Seguradora Líder, o que acontecerá com o Seguro DPVAT?

Arte EV sobre foto SCO/STF

Desde 2004 a discussão no STF da lei que criou os “PMs temporários”

 

Desde 2004 a discussão no STF da lei que criou os “PMs temporários”

  • A brutalidade no Carrefour terminou desnudando - sem nada a ver com o crime, ressalta-se - uma faceta legal-jurídico-jeitosa para preencher 2.000 vagas na Brigada Militar.
  • A declaração pelo STF da completa inconstitucionalidade da Lei estadual (RS) nº 11.991/2003.
  • Uma ação do MP estadual, outra do MPF, para cobrar do Carrefour os danos coletivos causados à população.
  • Um litígio judicial entre donos da Folha de S. Paulo.

Imagens: Freepik - Arte EV

O que o papel higiênico tem a ver com o cafezinho

 

O que o papel higiênico tem a ver com o cafezinho

  • Honorários sucumbenciais de 1% foram destinados, por advogado, à compra do “necessário material” para uso dos frequentadores do Foro de Cruz Alta.
  • Fiadores com a moradia a salvo, quando a fiança for prestada em locação comercial.
  • Élida Costa, se viva, ontem (19) teria completado 100 anos. Mulher de coragem!
  • Município de Pernambuco elege prefeito, vice e os nove vereadores de um único partido.
  • As contas não...contadas e nem cobradas judicialmente da CEEE.
  • Aumento da indenização por morte de advogado vitimado pela asbestose.

Arte EV sobre foto TRT-4 (Divulgação)

Desembargador pede desculpas a trabalhadora!

 

Desembargador pede desculpas a trabalhadora!

  • Acórdão do TRT-4 aborda prestação jurisdicional equivocada, em ação de uma empacotadora contra a rede de supermercados Zaffari.
  • Os cachorros latem quando o gato mia...
  • Deputado quer criar um feriadão nacional em julho de 2021
  • Sérgio Moro começa bem como parecerista: R$ 750 mil.
  • O que a cueca amarela tem a ver com a ação da tartaruga?

Imagem: Freepik - Arte EV

Gafes e desatenções durante sessões virtuais de julgamento

 

Gafes e desatenções durante sessões virtuais de julgamento

  • Esta semana, a “bola antilitúrgica da vez” foi o TRT da 4ª Região. Um advogado semivestido no panorama virtual. E um magistrado afagando uma cachorrinha poodle. Se visse, Marco Aurélio teria chiliques...
  • Sérgio Moro e Luciano Huck sonhando maneiras de como conquistar o mundo...
  • Da série “Ainda não vimos tudo”: colégio carioca chamando seus discípulos de “querides alunes”...
  • Hacker: um componente do submundo do crime altamente lucrativo.
  • O duro impasse entre Latam e aeronautas: risco de mais 1.200 demissões.

Chargista Ricardo Manhães - ND Mais.com.br

Os riscos de estacionar perto de restaurantes!

 

Os riscos de estacionar perto de restaurantes!

  • Um raro caso envolvendo o roubo do carro de um cliente da Churrascaria Barranco, em Porto Alegre. Como fazia regularmente, ele entregou a chave do automóvel ao recepcionista, para que estacionasse numa rua contígua. Houve então o assalto à mão armada.
  • Lula (2009) e Bolsonaro (2020): o reconhecimento à honestidade do senador Fernando Collor. É a velha política.
  • Mudança de jurisprudência no TST: a responsabilidade do empregador pela morte de seu motorista decorre da exposição do empregado a atividade de alto risco.
  • De Brasília a Macapá (AP): os passeios do senador Davi Alcolumbre.