Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 07 de agosto de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Ainda não vimos tudo: juiz criou o “auxílio-água”



Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

Imagem da Matéria

 “Auxílio-água”

Ainda não vimos tudo em matéria de penduricalhos legais, ilegais, oportunismos, jeitinhos para, Brasil afora, levar vantagem em tudo.

O TJ de São Paulo está às voltas com um processo disciplinar contra o juiz de entrância final Antonio Marcelo Cunzolo Rimola, da 2ª Vara Cível do Foro Regional de Itaquera (capital) alvo de uma representação formulada por seus próprios colegas. É que antes de sair do trabalho, Antonio Marcelo enchia uma mochila com garrafas da água - algo como 6 litros por dia e tomava o rumo do lar.

"As garrafas ficavam na copa, ele passava ali e retirava. Foi um verdadeiro auxílio-água estabelecido pelo magistrado", afirmou o desembargador corregedor Ricardo Anafe. Além disso, escancarou que “o juiz não conferia decisões, delegava a tarefa aos auxiliares, raramente comparecia ao fórum às segundas-feiras. E ainda proferia palavrões contra colegas de trabalho”.

Na rádio-corredor do foro regional estão grassando apelidos: “Doutor Hidratado”, “Juiz Líquido”, “Magistrado Aquoso”, “Doutor Molhado”. E por aí...

 “Minha querida ex-esposa”...

(Da série “Ainda não vimos tudo”.)

O Plenário do CNJ decidiu que o TRT da 21ª Região (RN) deverá refazer a votação para definir o terceiro nome da lista tríplice para preenchimento de vaga de desembargador pelo quinto constitucional destinado à advocacia. A decisão deferiu procedimento de controle administrativo impetrado pelo advogado Eduardo Serrano da Rocha.

Ele questionou o voto de desempate proferido pelo desembargador Bento Herculano Duarte Neto, presidente do TRT-RN, em favor da candidata Marisa Rodrigues de Almeida Diógenes, no segundo escrutínio. É que... Duarte Neto é ex-marido de Marisa, ambos ainda mantendo vínculos patrimoniais.

Na votação, Serrano estava empatado com Marisa, ambos com quatro votos. Pela decisão do CNJ, ao impetrante caberá a segunda vaga na lista e o TRT-21 realizará nova eleição para a definição do terceiro nome. Marisa poderá concorrer juntamente com os demais candidatos não escolhidos nos escrutínios anteriores.

O julgamento no CNJ destacou a aplicação ao caso da Lei nº 9.784/1999. Esta regula o processo administrativo no âmbito da administração pública federal. Seu artigo 18 prevê que “é impedido de atuar em processo administrativo o servidor ou autoridade que tenha interesse direto ou indireto na matéria”. (PCA nº 0006011-11.2019.2.00.0000).

 Suprema segurança

Alvo de ameaças, protestos e foguetes, o STF está em plena licitação para garantir a proteção dos ministros e de sua sede, em Brasília. Vem aí a contratação de uma empresa de segurança ao valor máximo de R$ 5 milhões por um ano de contrato.

A exigência principal: 32 homens armados para atuar em diferentes postos. E acompanhar os ministros, 24 horas por dia.

 Aposta & apostas

O Corinthians terá novo patrocinador para a manga da camisa do uniforme. É a empresa de apostas esportivas Galera Group, detentora do portal Galera.Bet, que possui suas bases em Israel e Chipre, e estava de olho em grande massa popular.

O contrato é por cinco anos e renderá um retorno de no mínimo R$ 40 milhões. A cifra poderá crescer dependendo da quantidade de jogos feitos pelos que se identificarem como torcedores corintianos.

 Brasil 2017 &... 2020

O economista Leandro Fonseca - que desde 2017 até o fim de 2019 foi diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) - é o novo diretor da relações externas da Novartis.

Falando objetivamente: cuidará do lobby da gigante suíça, criada em 1996 pela incorporação de Ciba-Geigy e Sandoz, com sede em Basileia. A Novartis tem três divisões: Pharma, Consumer Health e Sandoz. Esta última, voltada a medicamentos genéricos, oftalmologia e farmacêutica. Tudo coisa de muito cacife financeiro.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Foto: Visual Hunt

Os próximos lances da suspeição de Sérgio Moro

 

Os próximos lances da suspeição de Sérgio Moro

  • Com o placar de 2x0 rechaçando a falta de isenção do então juiz federal, o julgamento foi interrompido em dezembro de 2018, ante o pedido de vista de Gilmar Mendes.
  • Se a retomada for só em 2021, o novo ministro do STF - a ser nomeado por Bolsonaro - poderá ser o fiel da balança.
  • Da série “Ainda Não Vimos Tudo”: tribunal vai comprar sofás, cadeiras para juiz e cadeiras para reunião com juiz.
  • Cursos de pós-graduação são válidos para computar tempo de atividade jurídica nos concursos para ingresso nas carreiras jurídicas. Decisão é do STF.

Camera Press - Imagem meramente ilustrativa

A delação verdadeira (ou mentirosa?) de Sérgio Cabral que mirou em dois ministros do STJ

 

A delação verdadeira (ou mentirosa?) de Sérgio Cabral que mirou em dois ministros do STJ

  • A revelação foi fechada com a Polícia Federal e homologada pelo ministro Edson Fachin. Como manda o regimento, ele encaminhou o caso ao presidente do STF para o sorteio de um novo relator. Mas...
  • Depilação, sem dor, da virilha + ânus + uma área pequena de brinde”, por R$ 1.568 em até seis vezes sem juros”. O que será essa “pequena área”?...
  • Uma manobra política para impedir que Sérgio Moro possa concorrer em 2022.
  • Condenação de técnico em contabilidade que fraudou documentos para receber o seguro desemprego e o FGTS. Tese do “aperto financeiro” não colou...

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

Uma andorinha solitária não faz verão

 

Uma andorinha solitária não faz verão

  • Na sessão virtual do TRT-4, sobre a “resolução da solidariedade”, o desembargador Alexandre Corrêa da Cruz alertou: “A matéria deveria ser apreciada pelo Tribunal Pleno (46 membros) e não pelo Órgão Especial (16 integrantes)”. Mas ele ficou sozinho: foi 15 x 1.
  • Uma quina de ideias simples para o debate: publicidade; clareza; presença da OAB, do MP e da sociedade.

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Previsões sobre os dois anos de Luiz Fux na presidência do STF

 

Previsões sobre os dois anos de Luiz Fux na presidência do STF

  • A 45 dias da posse, algumas certezas: a) Ele continuará treinando jiu-jitsu com seus seguranças; b) Manterá distância do WhatsApp; c) Evitará palpites sobre os humores da política sob o argumento de que “o silêncio não se distorce”.
  • Sua rotina terá folgas: pedalar bicicleta na academia enquanto lê os jornais e tocar guitarra.
  • Novos tópicos sobre o “moderno trem da solidariedade” do TRT-RS.
  • Amatra-4 diz que “o regime de solidariedade teve como norte a garantia da razoável duração do processo”.
  • Uma pergunta: se a Resolução nº 14/2020 foi legal e estava correta, por que ela foi imediatamente suspensa no TST?

Foto: Joana Meneses - Edição: Gerson Kauer

O supremo amuleto para proteger Luiz Fux

 

O supremo amuleto para proteger Luiz Fux

  • O ministro já prepara os ajustes de como será sua gestão à frente do STF, a partir de setembro. Já está definida a criação da Secretaria de Precedentes - uma tentativa para diminuir o gigantesco acervo de processos.
  • O robô Victor estará ativo no Supremo.
  • Mercado Livre não tem obrigação de atestar a legalidade dos produtos vendidos/comprados em sua plataforma. Decisão é do TJ gaúcho.
  • Na OAB-RS já há 1.184 advogadas a mais do que advogados. Em números nacionais, o predomínio ainda é masculino.

Imagem: uniflores - Edição: Gerson Kauer

Da série “Ainda não vimos tudo”: STJ prepara a compra de 30 coroas com mensagens de pêsames

 

Da série “Ainda não vimos tudo”: STJ prepara a compra de 30 coroas com mensagens de pêsames

  • O preço unitário será de R$ 466,66. Peças deverão ser “flores nobres, frescas e com boa aparência”.
  • Tribunal de Contas sacramenta aposentadoria a José Dirceu: R$ 9.646 mensais.
  • Quem quer arrematar barras de ouro e joias com brilhantes que Sérgio Cabral “comprou”?
  • Vem aí um imposto sobre a economia digital e o comércio eletrônico.