Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 11 de agosto de 2020. Dia do Advogado.
https://www.espacovital.com.br/images/romance_forense.jpg

O juiz não internado



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O juiz não internado

 

Na sala de audiências, quase desaparecido atrás das tradicionais pilhas de autos conclusos, o juiz confere os despachos e as decisões que o estagiário e o assessor - também ali presentes - haviam minutado. O calor do dia justifica a dispensa do paletó e da gravata.

Então - sem pedir licença - adentra um estagiário de terno slim, jovial, e gravata colorida que - após um seco “Boa Tarde!” - vai logo destrinchando prolegômenos, vênias e juridiquês, etc., como se fosse o advogado da causa:

- É que nós pedimos a antecipação de tutela, mas foi negada. No escritório não entendemos o porquê do indeferimento, e eu vim aqui falar com o juiz para que ele imediatamente revogue a decisão.

O magistrado tenta se refazer da surpreendente visita. Mas o estagiário logo acrescenta:

- Esta decisão espúria - de juiz que, de certo, não segue os princípios da lei - está causando prejuízos ao nosso cliente…

Ante uma pausa em meio à verborragia do jovem falastrão, o magistrado consegue se apresentar:

– Pois você está falando com o juiz!

O estagiário não se faz de rogado e prossegue as evocações.

– Então, como dizíamos, é preciso urgente, liturgicamente, reformar a decisão porque…

O juiz levanta a mão e ordena:

– Espere um pouco. Primeiro, é importante saber que, por boa educação, quando você chegar a um local onde as pessoas estiverem trabalhando, é conveniente pedir licença antes de interrompê-las. Segundo, é de boa conduta cumprimentar os interlocutores. Terceiro, certamente o titular do seu escritório sabe que a insatisfação em relação a qualquer decisão judicial deve ser questionada por meio de recursos. E quarto, conforme as formalidades legais, tal é atribuição de advogado habilitado nos autos, não cabendo recorrer oralmente.

[AnuncioGoogle]

O jovem estagiário, agora sem jeito e acanhado, engole a empáfia e o vocabulário mal empregado, e tenta justificar:

– Eu não sabia que estava diante do juiz, porque o senhor não está internado!

– Internado?...

– É que o senhor não está usando terno...

O juiz levanta-se, vai em direção à porta, gira a maçaneta e define:

- Peça ao seu chefe para vir pessoalmente acompanhar este caso.

Sem novidades nos dias seguintes, a decisão negatória da antecipação de tutela transita em julgado. E complementarmente a “rádio-corredor” da comarca informa ter ocorrido, no escritório, a dispensa do estagiário.

É que o enfadonho “aprendiz de feiticeiro” - que estava em sua primeira semana de trabalho - tinha sido recrutado por ser amigo da família do douto titular da conhecida banca advocatícia.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Charge de Gerson Kauer

Doces amores grenalizados

 

Doces amores grenalizados

Advogado, bem apessoado, cinquentão, sem preocupações com as contas no fim do mês, coloradíssimo, resolve consultar um saite especializado em buscar doces relacionamentos sem compromisso. Bingo! Depois de algumas semanas de doce convivência eventual, surge um problema “fu-te-bo-lís-ti-co”.  O texto é de Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

A testemunha (mal) falante

 

A testemunha (mal) falante

Era uma audiência de instrução em uma ação de divórcio litigioso. De repente, a primeira testemunha - em menos de 30 segundos - derruba a tese da autora: “Ela quer se separar do marido, porque gosta muito de linguiça consistente e apimentada, mas em casa não conta com isso. Ele é pão-duro, não esquenta nada”. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

Uma decisão em seis palavras

 

Uma decisão em seis palavras

A decepção do patrão de um centro de tradições, ao receber de volta um ofício em que fizera um convite e pedira uma autorização à autoridade judicial: “E eu com isso, vivente? Devolva-se”.

Charge de Gerson Kauer

A jovem sem perspectiva de emprego

 

A jovem sem perspectiva de emprego

Como prestadora de serviços sexuais eventuais, a moça acompanhou um cidadão de 50, no carro dele, para uma escapada a 150 km. da capital, onde ele - na condição de preposto - participaria de uma audiência. Na rodovia, o azar: um acidente de trânsito. Decorrência: os lucros cessantes da garota de programa

Charge de Gerson Kauer

O dramático depoimento da vítima de estupro

 

O dramático depoimento da vítima de estupro

Na audiência de ação penal em que é buscada a persecução de um homem acusado de estupro, a defesa do réu lança uma indagação desrespeitosa e inoportuna: “Gostaria que fosse perguntado à ofendida se ela sentiu prazer e alcançou o orgasmo no momento do fato”.