Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/fechamento.jpg

Consulados dos EUA cancelam entrevistas para visto



 Entrevistas suspensas

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu uma nota, ontem (16), que informa que os consulados estadunidenses no Brasil cancelarão as entrevistas rotineiras de visto de imigrante e não imigrante. O texto informa: "Retomaremos os serviços de visto o mais rápido possível, mas não podemos fornecer uma data específica até o momento."

O órgão também informa que a taxa de solicitação de visto (MRV) é válida por um ano a partir da data de seu pagamento e poderá ser usada para um pedido de visto no país em que foi adquirida durante esse período.

Assuntos urgentes poderão ser esclarecidos por meio de orientações no saite oficial do governo estadunidense para solicitações de visto.

• Futebol viral

O leitor sabe quantas partidas de futebol são jogadas por ano no Brasil? Neste 2020, apenas nas 21 competições organizadas pela CBF, serão 2.636 jogos. Uma média de sete por dia. Não entram nessa conta os campeonatos e copas estaduais.

Como o coronavírus já entrou em campo, nos próximos meses podem faltar datas para tanto futebol.

 Exame de Ordem adiado

A OAB nacional adiou, provisoriamente, para o dia 31 de maio a aplicação da prova prático-profissional, a segunda fase, do 31º Exame de Ordem Unificado.

A aplicação seria no dia 5 de abril, mas diante das recomendações emitidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e considerando a caracterização do coronavírus (Covid-19) como uma pandemia, a OAB entende que “o adiamento é necessário para auxiliar na diminuição da propagação do vírus, bem como garantir a proteção da saúde de todos os inscritos na prova”.

Outras providências a serem adotadas e demais informações referentes ao novo cronograma serão divulgadas posteriormente pela Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado.

 Obra ficcional

A juíza Ledir Dias de Araujo, da 13ª Vara Cível do Foro Central do Rio de Janeiro, decidiu censurar o livro "Diário da Cadeia - com trechos da obra inédita Impeachment", de autoria do escritor paulistano Ricardo Lísias. Detalhe: é que o autor usa o pseudônimo “Eduardo Cunha”.

Além de determinar o recolhimento dos exemplares do livro, a magistrada determinou que a Editora Record e o autor paguem R$ 30 mil a título de reparação por danos morais.

Em prisão preventiva desde 2016, Cunha é acusado dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Na ação acolhida judicialmente, o ex-deputado sustentou que o livro “é uma estratégia comercial ardil e inescrupulosa dos réus, através da qual, aproveitando-se da expectativa pública de um livro que Eduardo Cunha noticiou estar produzindo sobre o impeachment de Dilma Rousseff”. Não há trânsito em julgado. (Proc. nº 0063612-11.2017.8.19.0001).


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Reprodução - OABPR.org.br

Moro tem nova inscrição na OAB, mas continua impedido de advogar

 

Moro tem nova inscrição na OAB, mas continua impedido de advogar

 

  • Ex-juiz cumprirá "quarentena" até 25 de outubro, antes de assumir atividade advocatícia ou emprego no qual possa se valer de informação privilegiada.
  • TRF-2 pune juiz Marcelo Bretas por participar de ato com Bolsonaro.
  • Castigo na Indonésia para quem não usa máscaras: 12 horas cavando túmulos.
  • TRT-RS alerta sobre e-mails falsos.
  •  Condenação de motorista que ameaçou auditor da Receita Federal

14 milhões de pessoas deixaram o grupo dos mais pobres no Brasil

  • Estudo da FGV Social traz uma explicação para o aumento da popularidade de Bolsonaro entre os mais pobres.
  • TRF-1 extingue a punibilidade de Genoíno, Delúbio e Valério por falsidade ideológica.
  • TRT-RS retoma processo seletivo de estagiários. Vagas para estudantes de 16 cursos.
  • Contribuição previdenciária patronal não deve incidir sobre salário-maternidade.
  • STF decide ser inexigível cobrança antecipada de ICMS, via decreto. Caso é oriundo de Porto Alegre.

STF vai adquirir 45 pistolas automáticas para segurança dos ministros e da corte

  • Armas são de fabricação austríaca e são preferidas por policiais por sua confiabilidade, simplicidade, velocidade de disparos, discrição e pequeno porte.
  • Sindicato pode atuar como substituto processual de apenas um trabalhador.
  • Procon multa iFood em R$ 2,5 milhões. Cuidado ao passar o cartão de crédito a entregadores.
  • Doleiro Dario Messer é condenado a 13 anos de prisão.
  • Tribunal autoriza serviço externo a motorista do Uber condenado por adulteração e receptação.

Datafolha: Bolsonaro tem a melhor avaliação desde o início do mandato

  • Presidente chegou a 37% de aprovação, número que estava em 32% há dois meses. E sua rejeição teve queda de dez pontos no período, de 44% para 34%. Maior crescimento relativo foi no Nordeste.
  • Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa.
  • Operadora não é obrigada a fornecer plano de saúde individual.
  • Flamengo obtém liminar que impede a CBF de entregar a 'Taça das Bolinhas' ao São Paulo.