Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 18 de fevereiro de 2020.

O aumento da poupança



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Por Carlos Alberto Bencke, advogado (OAB-RS nº 7.968)

No Foro Central da capital tramita ação para reconhecimento de união estável contra famoso advogado. É requerido o depoimento pessoal do réu.

Doutor, o senhor convivia com a senhora Margarida, aqui presente, como se casados fossem? – pergunta o experiente magistrado.

Não, senhor juiz! – respondeu o réu, secamente.

Aqui na petição inicial está escrito que o senhor mantinha um relacionamento sério com esta senhora, viajando todos os fins de semana para a serra. O que o senhor tem a dizer sobre isto?

– Meritíssimo, não nego o fato. Tenho 60 anos, fiquei viúvo com 55, amava minha esposa. Depois da morte dela, conheci essa senhora, autora da ação - ora sentada do outro lado da mesa da justiça - e nos encontrávamos apenas nos fins de semana. De segunda a quinta sigo na estafante labuta advocatícia.

O senhor fazia sexo com ela? – pergunta o advogado da mulher.

Não sei se poderíamos chamar de ´fazer sexo´ o fato de, na sexta-feira à tarde, irmos para a serra, jantarmos em um bom restaurante e depois irmos para o meu apartamento.

Então faziam sexo... – atalha, reticente, o procurador da autora.

Sou velhinho – admite o causídico – não tomo quaisquer desses comprimidos estimuladores. Simplesmente tirava ´aquilo´ da poupança e, se a semana tivesse sido lucrativa, aproveitava os ganhos; se não, cada um virava para o seu lado e dormíamos. Cada um na sua.

A ação foi improcedente. Mera coincidência, a “rádio-corredor” da OAB informou ontem que a carteira de poupança da cooperativa de crédito dos advogados teve um incrível e não usual crescimento depois desta história.

Há controvérsias... e não há trânsito em julgado.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação, clicando aqui.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

E agora, José?

 

E agora, José?

José Teutônico não apareceu na audiência de conciliação. O juiz considerou verdadeiros os fatos descritos na inicial e fixou o valor mensal da pensão na mesma proporção do que o assessor disse ganhar até há pouco. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke. (Aproveite para escutar, na voz de Paulo Diniz, os lindos versos musicados de Carlos Drumond de Andrade).

Charge de Gerson Kauer

Enrolados na toga

 

Enrolados na toga

Em meio a um protocolo de mesuras, a longa toga da juíza prende numa rodinha da cadeira da sala de audiências. O senador que iria depor como testemunha acorre para ajudar. Mas o faz afoitamente e os dois caem enrolados na preta e sedosa vestimenta funcional da magistrada.

Charge de Gerson Kauer

O Dominador e a Submissa

 

O Dominador e a Submissa

E de repente, numa equivocada juntada de documentos em ação judicial, um advogado torna público um estranho contrato que ele próprio firmara com uma mulher. Esta, mediante pagamento, concorda em, nos fins-de-semana, ao longo de três meses, proporcionar ilimitados prazeres da cama, inclusive os violentos. Permitido até mesmo o uso de chicote...

Charge de Gerson Kauer

   O juiz, o advogado e o Judiciário perderam!

 

O juiz, o advogado e o Judiciário perderam!

Com um intervalo de 12 anos entre elas, duas ações por dano moral ajuizadas por magistrados contra advogados. A  recente teve uma indenização deferida de R$ 2.500. A mais antiga está desde 2013 aguardando o julgamento do recurso especial no STJ: envolve R$ 1 milhão.

Charge de Gerson Kauer

Generosidade de mãe

 

Generosidade de mãe

O advogado gaúcho jubilado, já setentão, e sua esposa, pouco mais de 60 de idade, viajam ao Rio de Janeiro para visitar o filho (que se prepara a concurso para ingresso no MP), a nora e o neto. E na confusa capital carioca passam três noites no apertado apartamento.