Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

Barulho na madrugada cria rota de choque de artista famosa com vizinhos endinheirados



Foto Getty Images

Imagem da Matéria

  A jovem vizinha Larissa

Rendendo incontáveis ações judiciais e frequentes registros jornalísticos, os direitos de vizinhança voltam à pauta. Eles estão na necessidade de haver constante verificação do(a) cidadão(ã) na utilização do seu imóvel para que não ultrapasse os limites físicos e morais que afetem o direito de um terceiro.

No Rio de Janeiro um incidente sonoro entre vizinhos está rendendo a atenção da mídia carioca. Na Barra da Tijuca, alguns milionários moradores do valorizado Condomínio Mansões se desavieram com a condômina Larissa de Macedo Machado. Ela fez, no domingo (1º), uma festança que varou a madrugada.

Consta que “apesar de inúmeros pedidos para que o som fosse diminuído”, a vizinha “deixou a música tocando nas alturas, tendo respondido que estava em sua casa e que como tal, faz o que quiser” (sic).

Na manifestação formal do condomínio, enviada à causadora do barulho, há uma frase sutil: “Notificamos V.S. para que tal fato não se repita, a fim de evitarmos multas e ações judiciais, que por certo – sendo V.S. uma figura pública – acabarão repercutindo na imprensa”.

Repercutiu!...

É que a rica vizinha Larissa de Macedo Machado, jovem (26 de idade), é ninguém menos do que a famosa cantora que usa o pseudônimo artístico de Anitta.

•  O jovem vizinho André

Parecido foi o incidente havido entre o contestado André Felipe Ribeiro de Souza (29 de idade) e seus vizinhos, por barulhos e outros quejandos que o contestado atleta promoveu em setembro no condomínio em que mora. A direção do clube deu prazo imediato para o fim à zoeira. Houve solução.

O problema insolucionável é que o centro-avante que não deu certo tem contrato com o Grêmio até setembro de 2021.

Alguém vai querer?

• Quatro perguntas sobre o mercado jurídico brasileiro

O Espaço Vital, em enquete, quer saber a opinião dos leitores. Entre outras, duas perguntas principais: 1) Qual o diferencial que um sistema de gestão precisa apresentar? 2) O que mais lhe agrada no EV? Nossos agradecimentos antecipados a quem nos disponibilizar dois minutos de seu precioso tempo. (Clique aqui para ler o formulário).

   Outros exames

A revista Exame mudou, ontem, oficialmente de comando. Sai da Editora Abril, onde era editada desde 1967, e vai para as mãos do BTG Pactual.

O boss é o empresário, banqueiro e ambientalista André Esteves.

  O poderoso Chiquinho

O partido Avante escolheu com estratégias o representante do partido na comissão instalada na quarta-feira (4), na Câmara, para debater a PEC da prisão em segunda instância. Será o notório deputado Chiquinho Brazão.

Eleito pelo Rio de Janeiro, e citado na CPI das Milícias da Assembleia Legislativa fluminense, Chiquinho é irmão de Domingos Brazão.

Domingos é investigado por suposto envolvimento nos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

  Quem são os 25? (1)

O deputado Alexandre Frota diz que “evita fazer planejamentos na política desde a sua expulsão do PSL”. Mas já está de olho em 2022. Avalia que se a eleição fosse agora, teria grandes chances numa cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo, em vez de se candidatar a deputado federal novamente.

“Eu sairia desta confusão aqui da Câmara Federal, lugar em que 25 mandam em tudo, e partiria para outra, menor. Eu pararia de só apertar botões de votação e ficaria mais perto da minha família” – diz ele.

  Quem são os 25? (2)

Frota não nominou quem são os 25. Mas, um deles – imagina-se - deve ser Rodrigo Maia!

Quem se habilita a palpitar a lista dos demais 24?


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

A vida nem sempre foi justa com Martha Rocha

  • Eleita a segunda mulher mais bonita do mundo em 1954, antes de completar seu 4º ano de casamento, ela perdeu o marido num acidente aéreo.
  • “Abra a porta, senão vamos arrombar!”. Uma diligência com 20 anos de atraso no apartamento do produtor Daniel Filho, ex-global.
  • Uma raridade: sentença rápida, 60 dias depois do ajuizamento, numa ação monitória em São Francisco de Paula (RS).
  • Entre políticos e empresário, uma reunião para decidir a “sucessão” da propina.

Foto: Visual Hunt

Dilma busca pensão de R$ 10,7 mil mensais: “perseguição durante a ditadura”

 

Dilma busca pensão de R$ 10,7 mil mensais: “perseguição durante a ditadura”

  • A ex-presidente da República recebe atualmente R$ 12.600 mensais da Fundação Perseu Abramo.
  • Pouco dinheiro e muito dinheiro: enquanto a cantora Angela Rorô pede que cada um de seus amigos doe R$ 10 a ela, a CBF perde ação de US$ 3 milhões para a multinacional Procter & Gamble.
  • Uma demanda entre duas empresas pelo uso do sobrenome Dalcin.
  • Chineses retornando para os estudos nos EUA: eles são 369 mil.
  • A garantia fiduciária prestada por devedor convivente, sem a outorga uxória da companheira é parcialmente nula.
  • 52% dos hotéis brasileiros ainda estão fechados.

Tv Justiça - reprodução

A primeira atividade de Marco Aurélio, após a aposentadoria compulsória

 

A primeira atividade de Marco Aurélio, após a aposentadoria compulsória

  Num despacho em que indefere requerimento do CF-OAB, o ministro anuncia o que primeiro vai fazer, ao se aposentar em julho de 2021. Lançará o livro “Os votos que não proferi”.

  O importante julgamento no STF da ADI que questiona o pagamento, a advogados públicos, de honorários de sucumbência nos processos em que forem parte a União, autarquias e fundações federais.

  Os números oficiais dos EUA sobre assassinatos por milhões de habitantes.

  Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino entra no STF contra a redução do valor da mensalidades escolares.

  Brasileirão 2020: CBF quer que os clubes aceitem diminuir (de 72 para 48h.) o intervalo entre partidas.

  Os políticos estão viajando menos.

  O futuro de Mandetta: consultoria de biossegurança.

  Dorflex pode! Doralflex, Neodoralflex e Neodorflex, não!

Foto: Associated Press (1969)

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

 

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

•  A frase foi erradamente atribuída a Charles de Gaulle. O ex-editor do Jornal Nacional, Luiz Edgar de Andrade, falecido na semana passada, foi personagem involuntário de uma das primeiras fake news internacionais.

•  O termômetro judicial da Covid-19: são 10 mil novas ações trabalhistas.

•  Decisão judicial concede 45 dias de licença remunerada para auxiliar de enfermagem.

•  As liminares que estão criando novas modas.

•  Projeto de lei quer disciplinar abertura de novas contas nas redes sociais.

Geraldo Bubniak / Fotoarena

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

 

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

  A primeira contagem - faltando dados de alguns países menos ligados - já passa de 1.500 vítimas.

  Tribunais estimam cerca de 2.200 recuperações judiciais até final de 2020.

  TJRS elege Armínio Abreu Lima da Rosa como novo integrante do TRE-RS.

  A mudança do regime conjugal de bens do casal Odebrecht.

  STF decide que procuradores da Fazenda Nacional não têm direito a férias de 60 dias. E os outros?

  Importação de sementes de cânhamos fica suspensa. Seria psicotrpopico?