Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

O Brasil dos “juridiqueístas”



Blog E Viva a Farofa - Reprodução

Imagem da Matéria

 Brasil dos endinheirados

O país vive o mais longo ciclo de sua injusta história de desigualdades. Tabulação apresentada pelo economista Marcelo Neri, diretor do FGV Social concluiu – com dados fechados em 30 de setembro – que, nos últimos 18 trimestres seguidos, a renda só cresce para os que estão no topo da pirâmide brasileira.

Conferindo no calendário: a injustiça vem desde abril de 2015. Quarto mês do segundo governo Dilma Rousseff.

 Brasil do ´juridiqueístas´…

Os servidores do Poder Judiciário brasileiro, em todos os Estados e níveis, ganharam em média, no ano passado, um salário mensal de R$ 12.774,02. É uma cifra 420% maior do que a média recebida (R$ 2.456,65) pelos trabalhadores do setor privado do país, mensalmente em 2018.

Os dados foram revelados na sexta-feira (22) pela pesquisadora Thaíus Barcellos, da Consultoria I Dados.

Esses R$ 12 mil e tantos são também o dobro da média salarial dos servidores do Poder Legislativo (R$ 6.371,87). Ambas as categorias são sustentadas pelo seu, pelo nosso, pelo dinheiro dos jornalistas e colaboradores que fazem o Espaço Vital.

 Ressaca da safadeza

A União estima arrecadar R$ 20 bilhões em multas nos primeiros de vigência (a partir de agosto de 2020) da Lei Geral de Proteção de Dados. A confiança é tão grande na safadeza que a equipe criada para cuidar do assunto no Ministério da Economia nem orçamento tem – e conta com o dinheiro das multas para pagar suas contas.

As empresas de telefonia e os bancos talvez sejam os maiores atingidos. É que, principalmente de suas bases de dados, vazam listas de clientes para terceiros. A Previdência também terá de se adaptar: seu banco de dados é um dos mais cobiçados e contrabandeados do país.

 Elas sempre em alta

Leitores assíduos do Espaço Vital têm acompanhado o crescimento das mulheres na advocacia brasileira. Na mesma linha, elas vão dominando o ambiente da tecnologia de atendimento virtual a clientes no Brasil e no mundo. São vozes e nomes femininos que figuram nas máquinas de atendimento de algumas das maiores empresas do planeta.

No Brasil, elas são a ´Bia´ (do Bradesco) a ´Aura´ (da Vivo) e a ´Gal´ (da Gol). Nos EUA, a ´Siri´ é a voz da Apple; a ´Alexa´, da Amazon; e a ´Erica´, do Bank of America.

Uma interessante exceção ocorre na França: o atendente virtual da Citroën é um homem chamado ´Jean´.

Tem gente que impropriamente diz tratar-se de machismo das pessoas que inventam nomes para essas máquinas – por “serem homens que gostam de mandar em mulheres”. É um evidente exagero.

O Espaço Vital sustenta como verdade que as vozes femininas são mais suaves e agradáveis.

 O voto acrobático

Foi constrangedor ver o ministro Dias Toffoli votando na sessão em que, por meio de um longo e quase ininteligível voto com quatro horas de duração, recuou de maneira acrobática da sua vontade de barrar o uso de dados do antigo Coaf em investigações de corrupção.

Pela “rádio-corredor” da OAB de Brasília, ficou sendo “o voto ininteligível do ministro que falava javanês” - idioma da Ilha de Java, na Indonésia).

“Ele ouviu o ronco das ruas. Senti vergonha alheia”, disse um colega do próprio Toffoli a amigos.

 Preparem-se!

A propósito, como Dias Toffoli completa 75 anos em 15 de novembro de 2042, a sociedade tem que levar na devida paciência que ele ainda poderá dispor de 22 anos, 11 meses e 20 dias de poderes de supremo ministro.

O calendário é longo e cheio de surpresas.

 Volumosa e oca

Deu em nada a tentativa de Eduardo Cunha em fazer delação premiada. Após analisar 108 anexos apresentados pela defesa do notório ex-deputado, a PGR foi concisa na conclusão.

Diz mais ou menos assim: “Conta o que já se sabe e oculta o que ainda falta saber”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

A vida nem sempre foi justa com Martha Rocha

  • Eleita a segunda mulher mais bonita do mundo em 1954, antes de completar seu 4º ano de casamento, ela perdeu o marido num acidente aéreo.
  • “Abra a porta, senão vamos arrombar!”. Uma diligência com 20 anos de atraso no apartamento do produtor Daniel Filho, ex-global.
  • Uma raridade: sentença rápida, 60 dias depois do ajuizamento, numa ação monitória em São Francisco de Paula (RS).
  • Entre políticos e empresário, uma reunião para decidir a “sucessão” da propina.

Foto: Visual Hunt

Dilma busca pensão de R$ 10,7 mil mensais: “perseguição durante a ditadura”

 

Dilma busca pensão de R$ 10,7 mil mensais: “perseguição durante a ditadura”

  • A ex-presidente da República recebe atualmente R$ 12.600 mensais da Fundação Perseu Abramo.
  • Pouco dinheiro e muito dinheiro: enquanto a cantora Angela Rorô pede que cada um de seus amigos doe R$ 10 a ela, a CBF perde ação de US$ 3 milhões para a multinacional Procter & Gamble.
  • Uma demanda entre duas empresas pelo uso do sobrenome Dalcin.
  • Chineses retornando para os estudos nos EUA: eles são 369 mil.
  • A garantia fiduciária prestada por devedor convivente, sem a outorga uxória da companheira é parcialmente nula.
  • 52% dos hotéis brasileiros ainda estão fechados.

Tv Justiça - reprodução

A primeira atividade de Marco Aurélio, após a aposentadoria compulsória

 

A primeira atividade de Marco Aurélio, após a aposentadoria compulsória

  Num despacho em que indefere requerimento do CF-OAB, o ministro anuncia o que primeiro vai fazer, ao se aposentar em julho de 2021. Lançará o livro “Os votos que não proferi”.

  O importante julgamento no STF da ADI que questiona o pagamento, a advogados públicos, de honorários de sucumbência nos processos em que forem parte a União, autarquias e fundações federais.

  Os números oficiais dos EUA sobre assassinatos por milhões de habitantes.

  Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino entra no STF contra a redução do valor da mensalidades escolares.

  Brasileirão 2020: CBF quer que os clubes aceitem diminuir (de 72 para 48h.) o intervalo entre partidas.

  Os políticos estão viajando menos.

  O futuro de Mandetta: consultoria de biossegurança.

  Dorflex pode! Doralflex, Neodoralflex e Neodorflex, não!

Foto: Associated Press (1969)

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

 

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

•  A frase foi erradamente atribuída a Charles de Gaulle. O ex-editor do Jornal Nacional, Luiz Edgar de Andrade, falecido na semana passada, foi personagem involuntário de uma das primeiras fake news internacionais.

•  O termômetro judicial da Covid-19: são 10 mil novas ações trabalhistas.

•  Decisão judicial concede 45 dias de licença remunerada para auxiliar de enfermagem.

•  As liminares que estão criando novas modas.

•  Projeto de lei quer disciplinar abertura de novas contas nas redes sociais.

Geraldo Bubniak / Fotoarena

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

 

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

  A primeira contagem - faltando dados de alguns países menos ligados - já passa de 1.500 vítimas.

  Tribunais estimam cerca de 2.200 recuperações judiciais até final de 2020.

  TJRS elege Armínio Abreu Lima da Rosa como novo integrante do TRE-RS.

  A mudança do regime conjugal de bens do casal Odebrecht.

  STF decide que procuradores da Fazenda Nacional não têm direito a férias de 60 dias. E os outros?

  Importação de sementes de cânhamos fica suspensa. Seria psicotrpopico?