Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 14 de julho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

O caso do prefeito gaúcho que nomeou a namorada como chefe da divisão de licitações e contratos no município



 

 Favores excessivos

A 3ª Câmara Cível do TJRS determinou a exoneração da namorada do prefeito de Dom Feliciano (RS), que tinha sido nomeada chefe da divisão de licitações e contratos no município. Acolhendo recurso do Ministério Público Estadual, a desembargadora Matilde Chabar Maia reconheceu que “não foi observado o interesse público, mas sim do particular, o que caracteriza desvio de finalidade na nomeação”.

O recurso foi interposto para reverter decisão que negou a antecipação de tutela em ação civil pública contra o prefeito Clenio Boeira da Silva (PT) e sua namorada Aline Kazanovski.

Tem-se que a nomeação, à vista da relação pessoal existente, insere-se no conceito de nepotismo, pois, essencialmente, houve transgressão dos princípios constitucionais da impessoalidade e da moralidade". (Proc. nº 0258314-81.2019.8.21.7000).

 Gentilezas do titio

A 10ª Câmara de Direito Público do TJ de São Paulo condenou o prefeito de Álvares Florence (SP) por improbidade administrativa. É que Calimério Correa Sales (MDB) criou duas secretarias, de Governo e de Promoção Social, para abrigar as sobrinhas Fernanda de Cássia Correa Zuchetti e Tatiane Secundino Sales dos Santos. Elas são advogadas, há pouco formadas,mas sem nenhuma experiência profissional nas áreas que teriam a seus encargos.

De acordo com a decisão, “a nomeação das sobrinhas é nepotismo e afronta os princípios da moralidade e da impessoalidade na administração pública, descritos no artigo 37 da Constituição Federal”.

O julgado dispõe que, “embora a Súmula Vinculante nº 13 do STF preceitue que a nomeação para cargos políticos não se enquadra como nepotismo, este se caracteriza de ficar comprovado o desvio de função e a nomeação de pessoas despreparadas e sem experiência apenas com base no parentesco”. (Proc. nº 258314-81.2019.8.21.7000).

A propósito de nepotismo, veja o resultado de objetiva pesquisa feita pela redação do Espaço Vital, sobre a origem do vocábulo. Está imperdível, no espaço “Salvo Melhor Juízo”, nesta mesma edição. Clique aqui.

 Pra não mostrar muito

Inovação jurisdicional: a juíza Maíra Valéria Veiga de Oliveira, diretora do Fórum da comarca de Iguaba Grande (RJ) está sendo alvo de uma reação de advogadas cariocas.

Aportou na Corregedoria-Geral do TJ do Rio um pedido de prvovidências. É que a magistrada instituiu um tamanho padrão para a saia ou o vestido das advogadas. Limite de 5 centímetros acima do joelho.

Há controvérsias.

 “Deus tenha misericórdia dessa Nação”...

Preciosa a nota postada hoje (25) pelo jornalista Ancelmo Gois, em seu blog. Diz assim:

“É leviano afirmar que, ainda na creche, o ex-deputado Eduardo Cunha, 61 anos,
sumiu com as mamadeiras dos colegas. Mas nos anos 70, adolescente, fundou
um clube de futebol para participar do Campeonato Carioca de Pelada, no Aterro
do Flamengo, organizado pelo antigo ´Jornal dos Sports´, com jovens até 15 anos.
O clube que ele dirigia foi eliminado por W. O. por... ´falsificar a idade da maioria
dos jogadores´.

A história faz parte do livro “Deus tenha misericórdia dessa Nação”, dos jornalistas
Chico Otávio e Aloy Jupiara, a ser lançado segunda agora.

É uma biografia não autorizada do político detento”.

Confira clicando aqui: https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/deus-tenha-misericordia-dessa-nacao-biografia-nao-autorizada-de-eduardo-cunha.html


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Imagem: Divulgação

Roberto Carlos e Erasmo recuperam os direitos autorais de suas principais músicas

 

Roberto Carlos e Erasmo recuperam os direitos autorais de suas principais músicas

 

  • Em antecipação de tutela, Justiça do Rio devolve aos dois artistas a titularidade de toda a sua produção musical de 1960 a 1990.
  • A Universal Music desfrutava do direito inclusive sobre as reproduções em streaming - avanço da tecnologia que surgiu muito depois da contratação.
  • Estudante de Direito alagoana condenada por plagiar artigo de advogada gaúcha.
  • As críticas da advocacia do RS ao ritmo lento do Tribunal de Justiça.

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

Ainda não vimos tudo: juiz criou o “auxílio-água”

 

Ainda não vimos tudo: juiz criou o “auxílio-água”

 

  • O magistrado Antonio Marcelo Cunzolo Rimola, antes de sair do trabalho, passava na copa do fórum, enchia uma mochila com garrafas da água - algo como 6 litros por dia - e tomava o rumo do lar...
  • Também não tínhamos visto: presidente do TRT-RN desempata a favor de sua ex-esposa.
  • Suprema segurança para proteger ministros do STF custará R$ 5 milhões anuais.
  • Portal de apostas: o novo patrocinador do Corinthians.
  • Ex-diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar, agora será novo diretor da relações externas da poderosa Novartis.

Imagem: Freepik

“Eu não sou a minha irmã”

 

“Eu não sou a minha irmã”

 

  • São presumidos os danos morais sofridos pela mulher que foi processada e presa como se fosse... a própria mana.
  • Mas a indenização a ser paga pelo Estado do RS será de apenas R$ 10 mil.
  • As frases das redes sociais de um grupo de 40 advogados que está com saudade de ir ao fórum...
  • A debênture milionária com que Eike Batista quer garantir os R$ 800 milhões de sua delação premiada.
  • Bolsonaro pede ao filho Carlos que poupe o Judiciário.

Foto de Marcos Oliveira/Agência Senado.

Sentença nega repatriação de 176 mil francos suíços para a conta de Claudia Cruz

 

Sentença nega repatriação de 176 mil francos suíços para a conta de Claudia Cruz

  • A sentença argumenta que - embora ela tenha sido absolvida na ação penal por lavagem de dinheiro e evasão de divisas - o dinheiro tinha origem ilícita: era parte da propina paga a Eduardo Cunha.
  • A certidão de casamento rasgada ao meio: solução para marido e mulher toscos que não mais queriam ficar casados.
  • Apresentadora de tevê pagará indenização de R$ 30 mil para a cantora Ludmila, por comparar seus cabelos com esponjas de Bombril.

Foto: Visual Hunt - Arte EV

A dificuldade de isolamento social nas favelas brasileiras

 

A dificuldade de isolamento social nas favelas brasileiras

  • Uma pesquisa realizada em junho em 239 “comunidades” do país ouviu 3.221 pessoas. Veja bem a foto acima e imagine a rotina convivente.
  • A pornografia da vingança: STJ condena ex-namorado pela exposição não consentida da ex-parceira.
  • A plutocracia do presidente do Santander: quer que os empregados em home office deem um descontinho para o argentário banco.
  • Quando a empregada doméstica pode receber apenas meio salário mínimo de remuneração mensal.

Emiliano Capozol - Google Imagens - Arte EV

Irmãos gêmeos na busca pela identidade genética

 

Irmãos gêmeos na busca pela identidade genética

  • STJ julga na próxima semana mais um desdobramento do caso Roger Abdelmassih.
  • A propósito, o médico condenado a pena centenária cumpre (?) a reclusão em prisão domiciliar. Sem tornozeleiras, por insuficiência de aparelhos.
  • Quem paga mais Imposto de Renda? Um advogado militante, ou um juiz inquiridor?
  • 30% de cotas para negros em todas as eleições estaduais da OAB.
  • O ex-todo poderoso Boni (dos tempos gloriosos de Tv Globo) só sairá de casa quando chegar a vacina contra a Covid-19.