Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 31 de julho de 2020.

Diferenças e semelhanças entre Pedro Álvares Cabral e Vasco da Gama



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

A professora estadual preparava, no apartamento residencial, a aula para o turno da tarde. Os filhos - 10 e 12 de idade - estavam no colégio e o marido no foro, onde exercia a magistratura. De repente, o porteiro avisa pelo interfone:

- Está aqui um oficial de justiça...

Antes que a informação seja completada, a professora permite:

- Diga-lhe que suba, por favor - imaginando que o visitante estivesse trazendo, talvez, um malote com processos para o marido.

Introduzido no apartamento e satisfeito com a fidalguia (“O senhor aceita um cafezinho?”), o oficial de justiça fica constrangido e se desculpa:

- Sei que é desagradável, mas estou aqui para cumprir uma ordem de despejo, por falta de pagamento de aluguéis. Breve chegará um caminhão de mudanças. Peço que a senhora facilite o meu trabalho.

A professora quase desaba – pede para olhar o mandado e, atônita, constata e informa:

- Esse mandado está assinado pelo meu marido... deve haver um engano. Nós moramos aqui há quatro anos, o imóvel é de nossa propriedade e sempre pagamos as contas em dia.

Feita uma ligação para o cartório judicial, o juiz interrompe a audiência que presidia e ouve atônito, sucessivamente, os relatos da própria esposa e do oficial de justiça.

Esclarecidas as coisas e cancelado o despejo, o oficial volta ao foro e, na vara, escuta a mesma explicação que o ativo juiz teve que, depois, na hora do almoço, dar para a esposa.

Como o magistrado costumasse, ele próprio, digitar seus despachos e decisões, fora vencido pelo estresse e, no final de uma sentença, concluíra: “Isto posto, decreto o imediato despejo do inquilino residente na rua Vasco da Gama nº xxx, apto. yyy. Expeça-se mandado”.

A sentença era justa, jurídica e, como de hábito, reveladora de que o prolator dera pronta prestação jurisdicional. Só que, por equívoco, colocara seu próprio endereço residencial. Era - como até hoje se comenta na vara - “o auto despejo”.

Feitas as correções etc., foi expedido novo mandado, dessa vez efetivamente cumprido na rua Cabral nº xxx, apto. yyy. A coincidência fora a de que ambos os endereços - no mesmo bairro - homenageavam dois navegadores e exploradores portugueses, ambos reconhecidos no Brasil.

Na semana seguinte, o juiz entra em férias para se recuperar da estafa, causada pelo comparecimento ao trabalho: sempre os dois turnos completos, de segunda a sexta - e, às vezes, também aos sábados e domingos. Assiduidade ampla - que, a propósito, hoje não se vê mais...

Em tempo – Quando o chargista Gerson Kauer buscava, no Google Imagens, as feições de Vasco da Gama e Cabral para definir a charge acima, teve uma surpresa. Até o útil serviço de busca embaralha e confunde os rostos em alguns links. Há até uma referência de que “Não há registros de retratos de Cabral contemporâneos à sua época”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Uma decisão em seis palavras

 

Uma decisão em seis palavras

A decepção do patrão de um centro de tradições, ao receber de volta um ofício em que fizera um convite e pedira uma autorização à autoridade judicial: “E eu com isso, vivente? Devolva-se”.

Charge de Gerson Kauer

A jovem sem perspectiva de emprego

 

A jovem sem perspectiva de emprego

Como prestadora de serviços sexuais eventuais, a moça acompanhou um cidadão de 50, no carro dele, para uma escapada a 150 km. da capital, onde ele - na condição de preposto - participaria de uma audiência. Na rodovia, o azar: um acidente de trânsito. Decorrência: os lucros cessantes da garota de programa

Charge de Gerson Kauer

O dramático depoimento da vítima de estupro

 

O dramático depoimento da vítima de estupro

Na audiência de ação penal em que é buscada a persecução de um homem acusado de estupro, a defesa do réu lança uma indagação desrespeitosa e inoportuna: “Gostaria que fosse perguntado à ofendida se ela sentiu prazer e alcançou o orgasmo no momento do fato”.

Charge de Gerson Kauer

Goles odoríficos, mas encorajadores

 

Goles odoríficos, mas encorajadores

Na manhã fria, o respeitoso cidadão adentra na sala de audiências, para depor como testemunha. O atilado juiz logo percebe o cheiro específico de recente ingestão de cachaça e, com voz firme, questiona: “O senhor ingeriu bebida alcoólica antes de vir aqui?”

Charge de Gerson Kauer

O juiz não internado

 

O juiz não internado

Na sala de audiências, dia canicular - terno e gravata dispensados - o magistrado confere as decisões que o estagiário e o assessor, também ali presentes, haviam minutado. De repente adentra um estagiário de terno slim, jovial, que vai logo destrinchando prolegômenos, vênias e juridiquês,  etc., como se fosse o advogado da causa...