Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 27 de novembro de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

“A juíza que tem beleza de parar o trânsito"



Arte de Camila Adamoli sobre foto Metropoles.com

Imagem da Matéria

 Trânsito parado

O presidente do TJ do Rio de Janeiro, Claudio de Mello Tavares, condenou o que classificou como “ataques pessoais” do prefeito Marcelo Crivella, na última quinta-feira (4), à juíza Mirela Erbisti, que determinou o fechamento da Avenida Niemeyer após deslizamentos de terra, em maio, matarem duas pessoas. O desembargador disse que a fala de Crivella “remete a tempos obscuros da nossa sociedade”. Em evento público, ao comentar problemas do trânsito carioca, Crivella afirmou que a magistrada possui um saite que “ensina mulheres a conseguir namorado”.

O argumento foi apresentado à plateia antes de Crivella justificar por que, na sua opinião, a magistrada errou ao não aceitar pedido da prefeitura para reabrir a via em dias de sol, sem chuva.

  A juíza bonita

No início de seu discurso na quinta-feira, Crivella pontuou:

A juíza tem seus 40 anos e é muito bonita. Tem uma beleza de parar o trânsito, mas não precisa praticar, né, pessoal? Não precisa praticar. Interessante, porque é difícil encontrar mulher teimosa, né? Isso é raro, não é gente? Hein, gente? Normalmente, elas concordam, né? Normalmente...”

E prosseguiu:

- Vocês precisam conhecer a juíza que fechou a Niemeyer. Ela se chama Mirela, tem um saite na internet, que se chama 'Togadas e Tatuadas'. Ela ensina mulheres a se vestir, como conseguir um namorado. Aquele saite dela é uma coisa interessante. Muito bem. Eu sou engenheiro. Já fiz cem obras. Graças a Deus, nunca caiu.

 Desdobramentos processuais

No dia 25 de setembro, apreciando agravo de instrumento do Município, que pediu tutela antecipada para a reabertura da avenida, o desembargador Agostinho Teixeira, da 13ª Câmara Cível do TJ-RJ pediu vista do processo, o que interrompeu o julgamento. Dois desembargadores haviam decidido conceder parcialmente o efeito suspensivo ao recurso.

O relator, desembargador Mauro Pereira Martins, havia revisto sua decisão de manter a via fechada, no que fora seguido pelo colega Sirley Biondi.

 Reações da magistratura

O presidente do TJ-RJ lembrou que “a via recursal é a forma correta para combater decisões judiciais das quais se discorda”. Também pontuou que “o interesse público está acima de interesses pessoais, políticos e religiosos”.

E a presidente da Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro, juíza Renata Gil, divulgou nota em que classificou a atitude do prefeito de “ataque grosseiro” e de “discurso machista”.

 As desculpas de Crivela

Na manhã desta terça-feira, o prefeito Marcelo Crivela, em entrevista à Rede Record, desculpou-se timidamente pela piada feita com a magistrada. Disse que “o comentário foi gracejo típico de carioca” (...) e “quero aqui me redimir e dizer à juíza que me desculpe”.

E logo o político desfiou um rebuscado comentário sobre o Judiciário do Rio de Janeiro e, especialmente, sobre o presidente do TJ-RJ, desembargador Claudio de Mello Tavares: “É uma plêiade de denotados servidores do Direito, obreiros da Justiça e que têm no eminente presidente Claudio uma das figuras mais notáveis e altas da aristocracia jurídica do Brasil”.

 Conferindo na internet

O Espaço Vital vasculhou internet e redes sociais – mas nada encontrou sobre o suposto saite “Togadas e Tatuadas”. A magistrada Mirela Erbisti (43 de idade) e sua colega Tula Melo (44) fazem sucesso, todavia, no Youtube.

Aprovadas no concurso da magistratura de 2001, quando se conheceram, as duas chamam mesmo a atenção – e não só pelos longos cabelos loiros ou pelas tatuagens aparentes.

Desde março dede 2018 elas vêm aparecendo no programa "Justo Eu" no Youtube, em que discutem temas atuais e polêmicos. Na pauta estão machismo, direitos dos transexuais, inclusão de pessoas com autismo, violência doméstica e poliamor, por exemplo.

Mirela é titular da 3ª Vara de Fazenda Pública e professora de Criminalística. Foi ela quem, em 2017, manteve a proibição do Estado do Rio em conceder ou renovar benefícios fiscais, no auge da crise econômica fluminense.

Juíza da 20ª Vara Criminal e mestre em criminologia, Tula trabalhou no caso do jornalista Tim Lopes (morto por bandidos, em 2002, no Complexo do Alemão), julgou os nadadores americanos Ryan Lochte e James Feigen, que inventaram ter sido assaltados na Olimpíada de 2016, e obrigou a remoção de chefes do tráfico para fora do Rio.

Para acessar “Justo Eu”, clique aqui.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Arte EV sobre foto SCO/STF

Desde 2004 a discussão no STF da lei que criou os “PMs temporários”

 

Desde 2004 a discussão no STF da lei que criou os “PMs temporários”

  • A brutalidade no Carrefour terminou desnudando - sem nada a ver com o crime, ressalta-se - uma faceta legal-jurídico-jeitosa para preencher 2.000 vagas na Brigada Militar.
  • A declaração pelo STF da completa inconstitucionalidade da Lei estadual (RS) nº 11.991/2003.
  • Uma ação do MP estadual, outra do MPF, para cobrar do Carrefour os danos coletivos causados à população.
  • Um litígio judicial entre donos da Folha de S. Paulo.

Imagens: Freepik - Arte EV

O que o papel higiênico tem a ver com o cafezinho

 

O que o papel higiênico tem a ver com o cafezinho

  • Honorários sucumbenciais de 1% foram destinados, por advogado, à compra do “necessário material” para uso dos frequentadores do Foro de Cruz Alta.
  • Fiadores com a moradia a salvo, quando a fiança for prestada em locação comercial.
  • Élida Costa, se viva, ontem (19) teria completado 100 anos. Mulher de coragem!
  • Município de Pernambuco elege prefeito, vice e os nove vereadores de um único partido.
  • As contas não...contadas e nem cobradas judicialmente da CEEE.
  • Aumento da indenização por morte de advogado vitimado pela asbestose.

Arte EV sobre foto TRT-4 (Divulgação)

Desembargador pede desculpas a trabalhadora!

 

Desembargador pede desculpas a trabalhadora!

  • Acórdão do TRT-4 aborda prestação jurisdicional equivocada, em ação de uma empacotadora contra a rede de supermercados Zaffari.
  • Os cachorros latem quando o gato mia...
  • Deputado quer criar um feriadão nacional em julho de 2021
  • Sérgio Moro começa bem como parecerista: R$ 750 mil.
  • O que a cueca amarela tem a ver com a ação da tartaruga?

Imagem: Freepik - Arte EV

Gafes e desatenções durante sessões virtuais de julgamento

 

Gafes e desatenções durante sessões virtuais de julgamento

  • Esta semana, a “bola antilitúrgica da vez” foi o TRT da 4ª Região. Um advogado semivestido no panorama virtual. E um magistrado afagando uma cachorrinha poodle. Se visse, Marco Aurélio teria chiliques...
  • Sérgio Moro e Luciano Huck sonhando maneiras de como conquistar o mundo...
  • Da série “Ainda não vimos tudo”: colégio carioca chamando seus discípulos de “querides alunes”...
  • Hacker: um componente do submundo do crime altamente lucrativo.
  • O duro impasse entre Latam e aeronautas: risco de mais 1.200 demissões.

Chargista Ricardo Manhães - ND Mais.com.br

Os riscos de estacionar perto de restaurantes!

 

Os riscos de estacionar perto de restaurantes!

  • Um raro caso envolvendo o roubo do carro de um cliente da Churrascaria Barranco, em Porto Alegre. Como fazia regularmente, ele entregou a chave do automóvel ao recepcionista, para que estacionasse numa rua contígua. Houve então o assalto à mão armada.
  • Lula (2009) e Bolsonaro (2020): o reconhecimento à honestidade do senador Fernando Collor. É a velha política.
  • Mudança de jurisprudência no TST: a responsabilidade do empregador pela morte de seu motorista decorre da exposição do empregado a atividade de alto risco.
  • De Brasília a Macapá (AP): os passeios do senador Davi Alcolumbre.

Imagem meramente ilustrativa - Freepik

Treze anos depois da tragédia, a indenização para uma aeromoça da Tam

 

Treze anos depois da tragédia, a indenização para uma aeromoça da Tam

  • Ela não estava a bordo do fatídico voo 3054 - que explodiu em Congonhas - mas foi acometida de estresse pós-traumático. E terminou demitida.
  • A tarrafa tributária que quer alcançar Aibnb e Booking.com
  • Por falar em Airbnb, ela indenizará advogado gaúcho que fez reserva com três meses de antecedência, mas teve suas férias frustradas.
  • Dois milhões de assinaturas em defesa de Mariana Ferrer, a personagem do estupro catarinense que viralizou no país todo.
  • Emoções complicadas: procedimentos de assistência à saúde mental estão sendo cada vez mais solicitados por beneficiários de planos de saúde no Brasil.