Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira ,10 de dezembro de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza



Arte de Camila Adamoli sobre foto Visual Hunt (imagem meramente ilustrativa)

Imagem da Matéria

· Alopecia

O título aí acima define uma doença caracterizada pela perda de grande quantidade de cabelos do couro cabeludo ou de qualquer outra região do corpo.

Ação que tramitou na 6ª Vara Cível de Porto Alegre condenou o salão porto-alegrense Alison Salles Hair Stylist a indenizar um servidor público que – considerando-se cabeludo demais e pretendendo reduzir o volume de seus cabelos - submeteu-se a uma aplicação de “ácido tioglicolato de amônia”, fabricado pela empresa Logitex.

O resultado desastroso foi comprovado por avaliação médica: perda capilar de expressão, causada por “má utilização do produto, que causou alopecia devido à fratura generalizada dos cabelos”.

Pelo reconhecido acidente de consumo, o salão devolverá o que cobrou (R$ 120) pelo tratamento (?) e pagará indenização de R$ 5 mil.

O advogado Eduardo Ramos, que representou o consumidor, sustentou que “o dano moral foi decorrência do sentimento negativo do tratamento, além do vexame social, humilhação e vergonha”.

Já há trânsito em julgado. (Proc. nº 001/1.16.0097151-3).

• Farpas familiares

Quase todos os dias se fala em quizilas pessoais envolvendo desavenças via redes sociais, e que se transformam em potins para a série ´A vida como ela é´.

Mais uma briga que começou no Facebook foi parar no TJ do Rio. É que uma mulher fez uma montagem estampando o rosto da própria irmã no corpo de um macaco. A legenda foi mais acre: “Minha irmã mais velha quando faz selfie”.

A divergência se transformou em ação cível reparatória por dano moral. A mais jovem pagará reparação moral para a mana mais velha: R$ 4 mil. A família é de classe média alta.

· Massagem diferente

Depois da sisudez e complexidade das notícias sobre hackers brasileiros, suas ramificações internacionais e seus possíveis patrocinadores, a descontração do mês ficou por conta da cantora brasileira Annita. Foi durante uma entrevista, na sexta-feira, no talk show “The Juanpis Live Show”, na Colômbia.

Após assuntos convencionais, a artista fez uma revelação que deixou o público de queixo caído: a de que, no Brasil, ela já fez um “curso para...tocar testículos suavemente”. As informações são da revista IstoÉ.

A dica de Annita: “Usa-se só as mãos, para massagem tântrica, nas partes íntimas. Aprende-se contratando um professor e um modelo… Um cara se chega, e o professor explica e demonstra pacientemente como se faz o movimento – não é propaganda enganosa”.

Ela jurou estar falando a verdade e garantiu ter aprendido.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Conselho Federal da OAB unido contra a PEC da Segunda Instância

 Na última sessão do ano, ontem (9) em Brasília, as lideranças articularam as primeiras estratégias para a “luta política e de argumentos”.

  Estilax Xavier, novo presidente do TCE-RS, alerta prefeitos: “Sanções por irregularidades não recairão apenas sobre o gestor principal".

  Um livro sobre João. Ele é “de Deus”, ou é “do diabo”?

  Movimento ´Vem Pra Rua´ faz conclamação: “Segunda Instância já! Férias em dobro nunca”.

Foto Getty Images

   Barulho na madrugada cria rota de choque de artista famosa com vizinhos endinheirados

 

Barulho na madrugada cria rota de choque de artista famosa com vizinhos endinheirados

  O Condomínio Mansões, no Rio, notifica a rica proprietária Larissa de Macedo Machado, 26 de idade, “para que tal fato não se repita, a fim de evitarmos multas e ações judiciais”.

 Quatro perguntas sobre o mercado jurídico brasileiro

  Revista Exame sai da Editora Abril e fica sob o comando do banqueiro André Esteves.

  Veja quem será o representante do Partido Podemos para debater e votar sobre a PEC da prisão em segunda instância.

  Há 25 deputados que mandam na Câmara Federal. Os outros só apertam os botões de votações...

Charge de Jota A / Portal O Dia

Compensação financeira para Dilma pela prisão e tortura sofridas durante a ditadura

 

Compensação financeira para Dilma pela prisão e tortura sofridas durante a ditadura

 Ela busca perante a Comissão de Anistia uma reparação de R$ 11 mil mensais.

 O lodo no Judiciário baiano: afastamento do presidente do tribunal e prisões são apenas o começo do “pepino apimentado”.

 Os dois momentos diferentes de Adriana Ancelmo.

 Ação do Diadema contra o Grêmio tem julgamento antecipado para amanhã: “reserva mental”.

 Porque os mais bem pagos executivos brasileiros estão desistindo do Natal em New York

Ilustração Felipe Franco Rodrigues

Está chegando a hora de o Grêmio se despedir de Renato

 

Está chegando a hora de o Grêmio se despedir de Renato

 Só o “chapabranquismo” gremista sustenta o favorecimento a Galhardo, Tardelli, André e Luciano – todos contas do treinador gremista.

 Aumenta a expectativa de vida para as crianças brasileiras nascidas em 2017 e 2018.

 As seguradoras se unem para tentar derrubar a medida provisória que acaba com o DPVAT.

 Hoje (29) lançamento de livro em homenagem ao professor Alexandre Wunderlich.

 Como os desembargadores do Trabalho reagiriram se a União começasse a atrasar seus salários?

Blog E Viva a Farofa - Reprodução

O Brasil dos “juridiqueístas”

 

O Brasil dos “juridiqueístas”

 Os servidores do Poder Judiciário brasileiro, em todos os Estados e níveis, ganharam em média, no ano passado, um salário mensal de R$ 12.774,02.

 Contraste: a média recebida pelos trabalhadores do setor privado do país, mensalmente em 2018, foi de R$ 2.456,65.

 Nos últimos 18 trimestres seguidos, a renda só cresceu para os que estão no topo da pirâmide brasileira.

 O voto acrobático (em idioma javanês) de Dias Toffoli envergonhou alguns de seus colegas.

Arte EV sobre fotos de Lucas Pfeuffer

Dois anos antes da eleição de 2021, os primeiros movimentos para a sucessão na OAB-RS

 

Dois anos antes da eleição de 2021, os primeiros movimentos para a sucessão na OAB-RS

• A procuradora do Estado Fabiana Azevedo da Cunha Barth vai somando pontos para ser a candidata da situação.

• Mensalmente aumenta a predominância feminina na advocacia gaúcha; elas são 43.004; eles, 42.487.

• A oposição ainda não se articulou, mas o advogado criminalista Aury Lopes Júnior começa a ser lembrado.

 A ressaca das pilhas, depois dos 52 dias de greve no Judiciário estadual.