Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 14 de julho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

“Sem advogado não há justiça”



Arte de Camila Adamoli

Imagem da Matéria

 A importância da advocacia

Como parte integrante do Mês do Advogado, será realizada, no dia 9 de agosto (sexta-feira), às 17 horas, no Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 - Porto Alegre), a sessão magna alusiva ao Dia da Advocacia. Na ocasião, será entregue a Comenda Oswaldo Vergara a 20 advogados, cujos nomes são destacados em imagem neste espaço.

Na mesma sessão, advogados e advogadas com mais de 30 anos de exercício profissional e com no mínimo 70 anos de idade serão jubilados.

Há 52 anos, em 11 de agosto de 1967, Oswaldo Vergara recebeu a comenda de Advogado Emérito pela OAB-RS, sendo o primeiro membro a ser distinguido com tal homenagem. Após a sua morte em 1973, a Ordem gaúcha criou a Comenda Oswaldo Vergara, considerada a mais importante distinção prestada aos advogados e advogadas que prestaram serviços notáveis à classe profissional do RS.

Oswaldo Vergara era filho de Felisberto Fernandes Vergara e Mercedes Espinosa Vergara. Nasceu em Jaguarão, mudando-se para Pelotas em 1890. Dois anos mais tarde, foi para Porto Alegre. Desde cedo, trabalhou como escriturário e guarda-livros. Casou-se com Isabel Dias de Castro, com quem teve sete filhos.

Obteve seu bacharelado pela Faculdade de Direito de Porto Alegre em 1907. Além de advogado, foi também professor, jornalista e delegado de polícia. Foi presidente do Conselho Penitenciário do RS e, de 1928 a 1930, do Conselho Municipal de Porto Alegre.

Entre 1946 e 1947, Vergara exerceu o cargo de presidente do Conselho Administrativo do Estado do Rio Grande do Sul, e, posteriormente, foi deputado federal pelo Partido Social Democrático, de novembro de 1947 até fevereiro de 1950. Foi também um dos fundadores e diretores do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul (IARGS), presidindo esta instituição em 1951.

Entre outros cargos, foi fundador e presidente do Hospital Sanatório Parque Belém, além de ter atuado como professor de Direito em Porto Alegre, participado na fundação da Varig. Faleceu aos 90 anos.

É de autoria dele, em 1967, uma frase apreciável: “Sem advogado não há justiça”.

  Bilhões pela metade, a perder de vista

Mesmo que o STF tenha decidido, em 2014, que a União deve pagar indenização à massa falida da Varig, o juiz João Carlos Mayer Soares, da 17ª Vara Federal do DF, decidiu esta semana que não está totalmente definido o montante efetivamente devido.

Há extensas e complexas planilhas; e cálculos antagônicos também: a Varig busca R$ 6 bilhões; a União só admite desembolsar R$ 3 bilhões.

Relembrando: há cinco anos o Supremo reconheceu, por 5 x 2, ser devida a indenização, por conta do congelamento das tarifas aéreas durante os planos econômicos de 1985 a 1992. “Há nexo causal entre o prejuízo amargado pela antiga companhia aérea e a política de tabelamento de preços” – afirmou o acórdão do caso.

A massa falida entrou com execução de sentença buscando receber o dinheiro. O magistrado acolheu a impugnação da União e fulminou a ação: "Considerada a alegação de iliquidez do título judicial apresentada pela União em sua impugnação, por ausência de prévia liquidação do título exequendo, não há parcela incontroversa do crédito" - afirma a decisão. Não há trânsito em julgado. (Proc. nº 93.00.02252-0).

  Mais elas no RS!

Números da estatística oficial do Conselho Federal da OAB fechados à meia-noite de quarta-feira (24), e informados ontem (25) às 14h ao Espaço Vital, revelam o crescimento da superioridade numérica do gênero feminino na advocacia do RS.

As inscrições na Ordem gaúcha totalizam 84.075; são 42.078 advogadas e 41.997 advogados. A diferença já é de 81 e tem, lenta mas gradualmente, aumentado todas as semanas.

No universo nacional da categoria são 1.149.755 inscrições, com supremacia masculina, assim expressada: 566.723 mulheres e 583.032 homens.

Na contagem de estudantes de Direito que estão inscritos temporariamente como estagiários/as, há 27.134 registros nacionais, também com predominância feminina nacional 14.723 (elas) e 12.411 (eles). Dentre os 1.728 estagiários/as inscritos na Ordem gaúcha elas também são maioria: 946 x 782.

 Ataques telefônicos

Na “rádio-corredor” da OAB de Brasília ontem só se falava num assunto: “Muitas semanas antes das prisões de anteontem, os hackers também atacaram Jair Bolsonaro”.

Detalhes: houve investidas em mais de um dos diversos telefones usados pelo presidente da República. Ele já tinha sido avisado de que um dos ataques invadiu uma conversa que manteve com Sergio Moro.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Imagem: Divulgação

Roberto Carlos e Erasmo recuperam os direitos autorais de suas principais músicas

 

Roberto Carlos e Erasmo recuperam os direitos autorais de suas principais músicas

 

  • Em antecipação de tutela, Justiça do Rio devolve aos dois artistas a titularidade de toda a sua produção musical de 1960 a 1990.
  • A Universal Music desfrutava do direito inclusive sobre as reproduções em streaming - avanço da tecnologia que surgiu muito depois da contratação.
  • Estudante de Direito alagoana condenada por plagiar artigo de advogada gaúcha.
  • As críticas da advocacia do RS ao ritmo lento do Tribunal de Justiça.

Imagens: Freepik - Montagem: Gerson Kauer

Ainda não vimos tudo: juiz criou o “auxílio-água”

 

Ainda não vimos tudo: juiz criou o “auxílio-água”

 

  • O magistrado Antonio Marcelo Cunzolo Rimola, antes de sair do trabalho, passava na copa do fórum, enchia uma mochila com garrafas da água - algo como 6 litros por dia - e tomava o rumo do lar...
  • Também não tínhamos visto: presidente do TRT-RN desempata a favor de sua ex-esposa.
  • Suprema segurança para proteger ministros do STF custará R$ 5 milhões anuais.
  • Portal de apostas: o novo patrocinador do Corinthians.
  • Ex-diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar, agora será novo diretor da relações externas da poderosa Novartis.

Imagem: Freepik

“Eu não sou a minha irmã”

 

“Eu não sou a minha irmã”

 

  • São presumidos os danos morais sofridos pela mulher que foi processada e presa como se fosse... a própria mana.
  • Mas a indenização a ser paga pelo Estado do RS será de apenas R$ 10 mil.
  • As frases das redes sociais de um grupo de 40 advogados que está com saudade de ir ao fórum...
  • A debênture milionária com que Eike Batista quer garantir os R$ 800 milhões de sua delação premiada.
  • Bolsonaro pede ao filho Carlos que poupe o Judiciário.

Foto de Marcos Oliveira/Agência Senado.

Sentença nega repatriação de 176 mil francos suíços para a conta de Claudia Cruz

 

Sentença nega repatriação de 176 mil francos suíços para a conta de Claudia Cruz

  • A sentença argumenta que - embora ela tenha sido absolvida na ação penal por lavagem de dinheiro e evasão de divisas - o dinheiro tinha origem ilícita: era parte da propina paga a Eduardo Cunha.
  • A certidão de casamento rasgada ao meio: solução para marido e mulher toscos que não mais queriam ficar casados.
  • Apresentadora de tevê pagará indenização de R$ 30 mil para a cantora Ludmila, por comparar seus cabelos com esponjas de Bombril.

Foto: Visual Hunt - Arte EV

A dificuldade de isolamento social nas favelas brasileiras

 

A dificuldade de isolamento social nas favelas brasileiras

  • Uma pesquisa realizada em junho em 239 “comunidades” do país ouviu 3.221 pessoas. Veja bem a foto acima e imagine a rotina convivente.
  • A pornografia da vingança: STJ condena ex-namorado pela exposição não consentida da ex-parceira.
  • A plutocracia do presidente do Santander: quer que os empregados em home office deem um descontinho para o argentário banco.
  • Quando a empregada doméstica pode receber apenas meio salário mínimo de remuneração mensal.

Emiliano Capozol - Google Imagens - Arte EV

Irmãos gêmeos na busca pela identidade genética

 

Irmãos gêmeos na busca pela identidade genética

  • STJ julga na próxima semana mais um desdobramento do caso Roger Abdelmassih.
  • A propósito, o médico condenado a pena centenária cumpre (?) a reclusão em prisão domiciliar. Sem tornozeleiras, por insuficiência de aparelhos.
  • Quem paga mais Imposto de Renda? Um advogado militante, ou um juiz inquiridor?
  • 30% de cotas para negros em todas as eleições estaduais da OAB.
  • O ex-todo poderoso Boni (dos tempos gloriosos de Tv Globo) só sairá de casa quando chegar a vacina contra a Covid-19.