Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 19 de setembro de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Mulheres já são maioria na advocacia gaúcha!



Imagem Freepik – Edição Gerson Kauer

Imagem da Matéria

  Elas à frente no RS !

Entrementes, na sexta passada (12) a advocacia gaúcha estabeleceu uma faceta de gênero. Na OAB-RS, pela primeira vez na sua história de 87 anos e três meses (fundação em 11.4.1932), as mulheres passaram a ser maioria entre os profissionais inscritos.

Elas são 41.967 – exatamente 18 a mais do que os advogados do gênero masculino (41.949). Somadas, as inscrições totalizam 83.916.

Por sua vez, as estagiárias da advocacia gaúcha já são maioria há mais de dois anos: 941 x 782.

A propósito, na Ordem gaúcha as advogadas têm expressiva maioria na faixa das recém admitidas (até 25 de idade) na entidade e também entre as que têm de 27 a 40 anos. O contingente masculino tem maior predominância na faixa etária dos 41 aos 59.

Nacionalmente, as mulheres advogadas já são maioria também em mais sete outros Estados: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rio de Janeiro e Rondônia.

Mas, computadas as 27 seccionais, permanece a predominância do gênero masculino: 582.134 x 565.279.

 Aperto nacional de advogados

Segue próspero o faturamento – devidamente tributado – de seleto grupo da advocacia (maciçamente masculina) que defende criminosos (políticos, empresários e outro$$$) enrolados com a Lava-Jato. Mas não está fácil a vida profissional para quem pratica a lide do direito mais formal, sujeita, naturalmente, à morosidade do Judiciário e à diminuição da clientela.

É que, entre março de 2018 e o mesmo mês de 2019, subiu de 20% para 45% o calote dos advogados brasileiros à anuidade das seccionais da OAB.

Ante os números oficiais nacionais – datados de ontem (15) - de 1.147.398 advogados inscritos em todo o país (entre eles, os que estão suspensos), exatamente 516.329 estariam inadimplentes.

 O crime compensa...

Justo dentro de um mês e um dia – isto é em 17 de agosto – Antonio Palocci poderá passar para o regime aberto. Só está faltando ele conseguir trabalho.

Alguém beneficiado, outrora, com sobre preços e aditamentos contratuais se habilita, para dar uma tardia reciprocidade ao ex-médico?

 

 Ficha corrida

Em 26 de setembro de 2016 Palocci foi preso pela Polícia Federal do Brasil, a pedido desta e chancelada pelo juiz Sérgio Moro, na 35ª fase da Lava Jato, batizada de "Omertà".

Nesta mesma operação foi determinado o bloqueio de R$ 128 milhões em contas do ex-ministro, mas foram localizados R$ 61,7 milhões, sendo R$ 30 milhões da empresa Projeto Consultoria Empresarial Financeira, e os outros R$ 31 mi em contas de investimento.

Em 26 de junho de 2017 saiu a sentença condenando o réu a 12 anos de prisão. Em 29 de novembro de 2018, em decorrência de sua delação premiada - que envolveu nomes como Lula e Dilma - Palocci passou a cumprir pena provisória em regime prisional semiaberto domiciliar.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Rede Tv! (reprodução)

Salário-base de R$ 24 mil mensais é “uma miséria” para procurador de justiça...

 

Salário-base de R$ 24 mil mensais é “uma miséria” para procurador de justiça...

•  Levantamento da Câmara dos Deputados mostra que 71% dos magistrados brasileiros têm ganhos que superam o teto constitucional (R$ 39,2 mil), por meio do renitente auxílio-moradia, auxílio-alimentação, viagens, gratificações e variados penduricalhos.

•  Na semana passada, o CNJ abriu a porteira para o pagamento em pecúnia do “auxílio-saúde” (10% do salário base de desembargador).

•  Há três anos o Senado aprovou um projeto para limitar os supersalários. Recebido na Câmara, o texto parou em alguma gaveta burocrática. Rodrigo Maia sabe.

•  O senador Romário e um calote locatício de R$ 408 mil.

•  O Carrefour quer comprar as operações do Makro no Brasil.

•  Paulo Pimenta (PT-RS) líder do PT na Câmara, usou dinheiro da cota parlamentar para visitar o ex-presidente Lula na prisão

Arte de Gerson Kauer

As consequências de uma madrugada de pavor na serra gaúcha

 

As consequências de uma madrugada de pavor na serra gaúcha

 Roubo e estupro praticados por um montador de móveis. A Todeschini S.A. Indústria e Comércio depositou R$ 722 mil após o trânsito em julgado do acórdão que a condenou juntamente com a loja TDT Móveis Planejados. Mas o pagamento não apagará o ultraje indelével.

 Montagem dos móveis da moradia de uma família gaúcha durou dez dias. Durante o período, o montador apropriou-se de uma das chaves da casa, por meio da qual conseguiu o acesso sorrateiro à morada, durante uma madrugada.

 Facínora condenado a 15 anos já cumpre pena. E um menor também envolvido nos crimes desapareceu.

Arte de Gerson Kauer

OAB-RS deplora “o senso de normalidade que se instaurou em processos que se arrastam por anos”

 

OAB-RS deplora “o senso de normalidade que se instaurou em processos que se arrastam por anos”

 Em manifestação no saite da Ordem gaúcha, o presidente Ricardo Breier lembra que “quando um alvará não é expedido dentro de um tempo razoável, significa que o advogado e a parte não receberão seus direitos e, consequentemente, não contribuirão para a circulação no sistema econômico local”.

 Ação penal sobre o assassinato (2006) do escrivão de Novo Hamburgo pode ter um avanço em outubro.

 Ação popular sobre problema ambiental (2006) em Canela terá que passar por nova perícia de engenharia.

 Mas nenhuma demora talvez incomode tanto a cidadania gaúcha como a ação penal contra o ex-advogado Mauricio Dal Agnol.

Arte de Camila Adamoli sobre foto Visual Hunt

Eventos festivos da advocacia devem ser compatíveis com o decoro da profissão, mas...

 

Eventos festivos da advocacia devem ser compatíveis com o decoro da profissão, mas...

 A “festa” que encerrou o Mês do Advogado em Nova Iguaçu (RJ) instiga o pensar: para onde estão caminhando as instituições?

 TRF-4 mantém o bloqueio dos bens do espólio de Maria Letícia Lula da Silva.

 45% dos jogadores brasileiros que atuam no futebol do nosso país ganham apenas um salário mínimo.

 Suspeita de sarampo fecha, até o dia 9, a 18ª Vara Cível de Porto Alegre.

Blog do AFR

Três dos muitos casos que fazem o jeito da Justiça lenta

 

Três dos muitos casos que fazem o jeito da Justiça lenta

 Responsabilidade objetiva do Conselho Regional de Medicina em abuso sexual contra uma adolescente durante consulta médica.

 Escrivão de Novo Hamburgo foi assassinado em 2006, mas o júri popular da acusada ainda não tem data agendada.

 Ação popular por ilícito cível ambiental em Canela (RS) já dura mais de 13 anos.

 ´Entre...mentes´, o TJRS anuncia sua “liderança em eficiência no país entre os tribunais de grande porte”. E a OAB-RS promete reagir em outubro contra “a morosidade do Judiciário”.