Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 20 de agosto de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

Dias Toffoli diz que “os ministros do Supremo têm que ter couro” para aguentar críticas



Charge de Roque Sponholz – Humor Político

Imagem da Matéria

• Verso

Na noite de domingo (30), Jair Bolsonaro festejou a amplitude das manifestações populares: “Respeito todas as instituições, mas acima delas está o povo, meu patão, a quem devo lealdade”.

 Reverso

Na tarde de segunda-feira (1º), deputados criticaram o apoio do presidente às passeatas. E vieram com o parágrafo único do artigo 1º da Constituição: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.

 “Tem que ter couro

Também na tarde de segunda-feira (1º), o presidente do STF, Dias Toffoli fez a sua análise das passeatas de domingo, tentando minimizar a pressão das ruas: “Os ministros do Supremo têm que ter couro e têm que aguentar qualquer tipo de crítica. Quem está no STF está, todo dia, numa ´tropa de elite´ com todo mundo falando ´pede pra sair´”.

• A janela em cima do muro

A prisão em segunda instância pode ser julgada este ano – ou... não. Embora o assunto não esteja na agenda de pautas do Plenário para o período agosto/dezembro, Toffoli diz que “o tema pode ser incluído em uma ´janela´ deixada no calendário. Ainda vamos analisar”.

Ou seja: a matéria será pautada de acordo com o calor ou frio político – e as vozes das ruas também.

•  “Tanta coisa pra fazer”

No mesmo evento, o presidente do STF não quis comentar a ação do Intercept e os diálogos entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol: “Não vou falar sobre isso. Mal tenho lido essas questões, tem tanta coisa para fazer, você acha que dá tempo de ver essas questões? Não dá – afirmou”.

 Procurador entendido

O procurador estadual do Rio de Janeiro Renato Saad, preso ontem (1º) por receber propina (POBRE RIO!) de R$ 1,3 milhão da Odebrecht é autoridade em escritos jurídicos sobre ilicitudes.

Este ano Saad lançou um livro que é um compêndio de doutrina e jurisprudência. A obra (não a do metrô, via Odebrecht) jurídica tem o título “O Ato llícito e a Responsabilidade Civil do Estado”.

Ontem mesmo, a “rádio-corredor” da OAB carioca lançou uma provocação: “Futuramente espera-se o lançamento de O Ato Ilícito e a Responsabilidade Civil e Penal do Procurador do Estado´”.

Faz sentido.

•  O desvio e o de$vio...

Segundo o MPF, Renan Saad - que atuava no setor jurídico da Secretaria de Transportes do Rio - recebeu a propina da Odebrecht para dar parecer favorável à mudança de traçado da Linha 4 do metrô, o que encareceu as obras.

Orçada inicialmente em R$ 880 milhões (em 1998) com os acréscimos e aditamentos seu custo teve um salto olímpico com direito a medalha de ouro: passou para R$ 10 bilhões.

Típico caso em que o desvio (com ´s´) do trajeto terminou proporcionando um de$vio com cifrão. Ou cifrões.

• Los hermanos y la isla...

O jornalista José Casado contou, em O Globo, como foi que “o Brasil” (?), há nove anos, decidiu doar a Cuba cerca de 10% do seu PIB: US$ 4,9 bilhões.

Lula reuniu seis ministros em Brasília às vésperas do Carnaval de 2010 e liberou a verba.

A publicação acrescenta que não há qualquer registro público oficial a respeito disso. Mas havia, claro, uma empreiteira brasileira interessada em fazer obras no Exterior. As fontes do jornalista são técnicos do Tribunal de Contas da União que examinaram a papelada do caso, apontado como “decisão de Estado”.

• Abaixo as chatas!

O Idec Instituto de Defesa do Consumidor sugeriu ontem (1º) à Anatel uma série de medidas para limitar o abuso de chatas chamadas de telemarketing, que são interrompidas logo que o caro leitor atende, e/ou veiculam mensagens de interesse zero.

A sugestão é para que só possam ser desfechadas ligações aos assinantes que, previamente, autorizarem o serviço, e desde que haja limitação de horários. Resta saber se a Anatel vai se agilizar, ou se fará as vezes de tartaruga telefônica. A conferir.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Arte de Camila Adamoli sobre foto Visual Hunt (imagem meramente ilustrativa)

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza

 

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza

· Consumidor será reembolsado do que pagou pelo tratamento capilar. E receberá indenização por sofrer “vexame social, humilhação e vergonha”.
· Uma briga judicial entre irmãs por causa de um “selfie” no Facebook.
· Cantora Annita faz furor em programa de tevê ao descrever a “massagem para testículos”.

Google Imagens

Vínculo empregatício de sete anos entre vocalista e banda gaúcha

 

Vínculo empregatício de sete anos entre vocalista e banda gaúcha

 Decisão do TRT-4 reconhece os direitos trabalhistas do cantor, mesmo que ele tenha tido simultâneo emprego fixo numa academia de ginástica.

 Redes sociais anunciam que o centroavante André, do Grêmio, irá para o Juventus da Itália. Já vai tarde...

 Os duro$ tempo$ atuai$ das empreiteiras$...

 Gravação ilegal não serve como prova em ação trabalhista.

Kauer

Pérola processual e pérolas de corredor

 

Pérola processual e pérolas de corredor

· Advogado que, em causa própria, ganhou ação contra a Qantas Airways, terá que outorgar procuração a ele próprio...
· “Rádio-corredor” da Ordem gaúcha comenta o “ato institucional forense”...
· Agora, sério! Aprimoramento da legislação antitabagista traz quatro novas medidas apreciáveis.

Google Imagens

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

 

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

· Pessoas alérgicas a radiações, ou que desejam viver desconectadas, estão se mudando para a calma Green Bank (foto), em Virgínia Ocidental (EUA).

· A crise dos doutores brasileiros: mais 13% de desempregados, no primeiro trimestre de 2019, entre os que possuem diploma de curso superior.

· São 409 advogados a serviço do BNDES. Alguém mais se habilita?

· Sérgio Cabral e Eduardo Cunha agora são bons vizinhos no presídio de Bangu, no Rio.

· Revelar publicamente desperdícios de água é um ilícito civil?

Meme Charge Capital

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

 

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

• Os números da Lava-Jato comparados com a Operação Mãos Limpas, na Itália, em 1992.

• A defesa de Lula tem sido tenaz na repetição da alegação de não haver uma única assinatura dele imbricando-o na papelada do tríplex de Guarujá. É um fato.

 Mas o ex-ministro da Justiça José Paulo Cavalcanti Filho questiona: “A ausência de um documento assinado por Hitler seria suficiente para negar ter sido ele responsável pelo Holocausto”.

 Exame do Enem com provas digitais, experimentalmente, a partir de 2020.

 De Sérgio Moro para Gleisi Hoffmann: “Não sou eu o investigado por corrupção”.