Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 20 de setembro de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai



Imagem da Matéria

 Constatações em série

· Apesar da queda na popularidade, Sérgio Moro continua o ministro mais popular do governo.

· Em todas as conversas reveladas pelo “hackeamento” (novo substantivo abrasileirado...) não há um só momento em que se flagre uma combinação entre Deltan e Moro para prejudicar Lula ou outro investigado qualquer.

· A esquerda adoraria que os motivos do ataque do Intercept à Lava-Jato não fossem questionados por jornalistas independentes.

·A Polícia Federal acredita que o(s) hacker(s) não está(ão) no Brasil, por conta do que identificou como fuso horário de atuação. A ação individual ou em grupo seria na região entre Europa e Ásia.

· Uma das mensagens mais repercutidas nas redes sociais reproduz diálogo entre dois cidadãos brasileiros.

Voz nº 1 – “Que alívio! Imaginei que, nas conversas, Moro e Dallagnol estavam armando para ganhar propina. Mas, não..."

Vox nº 2 –Era só pra prender bandido mesmo”.

 Consertando a vidraça

Ao falar com auxiliares, sempre que surge uma oportunidade, Sérgio Moro tem deixado de lado seu perfil técnico. E minimiza a importância do vazamento das mensagens. Ele tem avaliado que as conversas estavam dentro de um determinado padrão de conduta entre procuradores e juízes.

Mas em Curitiba há preocupações com eventual avalanche de novas mensagens e mais constrangimento para procuradores. “Principalmente em função da forma bem-humorada e irônica como costumavam se referir, internamente, a autoridades e outros personagens da operação” – transmitiu ontem um “locutor” da “rádio-corredor da OAB paranaense".

• Provas ilícitas

Ministro do STF entre 1999 e 2006, o jurista Carlos Velloso tem declarado que os vazamentos de conversas entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol “não devem virar trunfos para os acusados pela Lava-Jato, tampouco para enfraquecer as investigações contra a corrupção, já que tais provas colhidas via grampos são ilícitas”.

E Velloso lembrou: “A Constituição não admite as provas ilícitas. E a lei diz que são nulas as provas obtidas com ilicitude – e esta é a primeira questão que tem que ser posta na mesa para debate”.

A íntegra da entrevista (Operação Lava-Jato não deve ser atingida por vazamento de diálogos) publicada pelos jornais O Globo e Folha de S. Paulo está sendo reproduzida nesta edição do Espaço Vital. Clique aqui.

 Do baú do Espaço Vital

Moro e Deltan talvez não tenham lembrado – nos tempos de convivência mais próxima em Curitiba - de um antigo conselho de Tancredo Neves. Alvo costumeiro de escutas telefônicas e arapongagens de militares, o político mineiro que foi eleito Presidente da República, mas não conseguiu assumir (abatido por uma diverticulite) repetia uma frase instigante.

Dizia assim: “Só fale por telefone aquilo que você pode falar em público”.

Faz sentido.

 Cultura geral: o Telegram

O Telegram – por meio do qual Sérgio Moro e Deltan Dallagnol se comunicavam – deslanchou a partir de 2015 (quando uma decisão judicial tirou o WhatsApp do ar por um dia e meio). Foi criado em 2013 pelo irmãos Nikolai e Pavel Durov, os fundadores do VK, a maior rede social da Rússia.

Mas o Telegram, formalmente, é uma empresa independente, alegadamente não ligada a estratégias políticas russas. Está baseado em Dubai, nos Emirados Árabes.

Nikolai criou o novo protocolo MTProto em que o mensageiro é baseado, enquanto Pavel forneceu apoio financeiro e de infraestrutura por meio de seu fundo da Digital Fortress. Diferente do WhatsApp, que limita os grupos para até 256 pessoas, no Telegram o usuário pode criar um grupo com até 200.000 membros.

O Telegram afirma que é mais seguro do que os mensageiros do mercado de massa. Sobre os recentes vazamentos de mensagens revelados pelo The Intercept não há informação alguma sobre a fonte da informação. Mas a empresa Telegram afirma que não houve hacker algum no aplicativo em si, mas que pode ter acontecido a invasão, via malwares, diretamente em celulares ou desktops de usuários brasileiros.

Para conhecer um pouco mais sobre o Telegram (“A nova era da mensagem”) acesse seu saite. Clique aqui.

• Previsão do tempo

São turvas as relações atuais entre a OAB-RS e a OAB nacional. A previsão do tempo político-advocatício no eixo Porto Alegre-Brasília é de instabilidade sujeita a chuvas fortes e trovoadas. A mudança dependerá dos ventos.

Entrementes, um grupo afeito ao Partido dos Trabalhadores (formado por um pretendente a líder, seis fiéis seguidores e dois orientadores externos) já começou as articulações. Os nove advogados miram em Porto Alegre e nas principais cidades gaúchas para as eleições da Ordem gaúcha, na segunda quinzena de novembro de 2021.

“Já é tempo de mudar”... - dizem.

  Pito no coronel

Correu em algumas redes sociais no fim-de-semana o vídeo em que João Dória passa uma reprimenda pública em um integrante da Polícia Militar paulista. O governador falava para 60 coronéis, todos confortavelmente sentados, quando um deles resolveu consultar seu celular.

Dória interrompeu o discurso, fitou no militar descuidado (ou desinteressado?) e disparou quatro frases encadeadas.

Foi assim: “Coronel, quer desligar o seu celular, enquanto eu falo? Eu agradeço. Se for algo urgente, saia da sala, use seu celular e volte. Mas enquanto o governador estiver falando, por favor preste atenção”.

O coronel ficou rubro, abaixou a cabeça, desligou o aparelho, não deu um pio e ficou firme, sentado.

Veja o vídeo no YouTube


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Mime das redes sociais sobre charge de DUKE

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 Um dos destinos da moda, agora, é Dubrovnik, na Croácia. O objetivo é dar, às excelências, "acesso a novos conceitos, políticas públicas e experiências legislativas úteis ao Brasil" (risos...).

• TJRS autoriza penhora do automóvel da mulher para pagamento de dívida do marido.

 Quem é o senador “mais ladrão” da República?

 Mais de 50% das matérias penais julgadas, de 2013 a 2017 pelo STF, foram pedidos de habeas corpus.

Imagem de JetShoots.com – Montagem de Gerson Kauer

   As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

 

As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

   Os maus serviços, a impontualidade e a falta de assistência praticados pelas empresas aéreas. A (finada) Avianca é a campeã de reclamações.

   O casal de namorados que comprou passagem para ir a Florianópolis de avião, mas teve que se sujeitar a sete horas de viagem de ônibus.

  A ação da atriz Juliana Paes e seus filhos contra a Delta Airlines: dez horas retidos em Atlanta (EUA).

   A (des) ordem nacional da má prestação de serviços: Oi (1º), Vivo (2º), Claro (3º), Sky (4º) e Net (5º).

Arte de Camila Adamoli sobre charge de Junião

   Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 

Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 R$ 5,8 milhões anuais para que os deputados federais viajem à vontade.

 Uma compra de 106 mil pistolas.

 Empresários, tremei! Vem aí uma delação arrasadora.

• Fiança (paga!) de R$ 90 milhões para soltar um preso.

 Uma mulher brasileira comandará, a partir de Cingapura, a operação da Coca-Cola em onze países asiáticos.

VOX MS

   As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 

As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 Um concurso para ingresso na magistratura em que Diego foi aprovado, mas Juliano não teve igual sorte.

 No mesmo dia da posse do juiz, porém, o amigo é designado para assessor. Então, os dois passam a morar juntos.

 O advogado Eugênio Costa e suas influências na comarca. Encontros para jogar vídeo games. E uma ida às compras no free shop do Chuí.

 O oferecimento dos serviços de futura consultoria advocatícia.

 “É nesse círculo de relacionamentos em que relações da vida privada (amizade, camaradagem, afinidades pessoais) se misturam com a vida profissional, que o Dr. Diego Magoga Conde passou a comprometer a sua independência de magistrado” – afirma o desembargador Rogério Gesta Leal.

Lula está apaixonado e planeja casar

•  Revelação foi feita por Luiz Carlos Bresser Pereira, ex-ministro de FHC. A eleita é uma paulista, 40 de idade.

•  Gilmar garante a executivo da Vale direito ao silêncio em CPI sobre Brumadinho.

•  Promotores rebatem estudo da OAB contra prisão em segunda instância.

•  TJ de Pernambuco anuncia o “divórcio impositivo”.