Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 16 de abril de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_15.jpg

No TRF-4 uma eleição, uma futura posse festiva e uma mexida na jurisdição



Arte de Camila Adamoli sobre foto TRF-4/Divulgação

Imagem da Matéria

  Novos dirigentes do TRF-4

O desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus, 55 de idade, foi eleito ontem (11), pelo Pleno do Tribunal Regional Federal da 4ª Região – sem oposição - para presidir o biênio 2019-2021. Ele é natural de Joaçaba (SC). Formado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, trabalhou como promotor de Justiça de Santa Catarina, antes de assumir o cargo de procurador da República, no qual atuou por dez anos.

Em 2002, assumiu a vaga de desembargador do TRF-4 destinada ao Ministério Público Federal.

Para os cargos de vice-presidente e corregedor regional do TRF-4 foram escolhidos, respectivamente, os desembargadores Luís Alberto d’Azevedo Aurvalle e Luciane Amaral Corrêa Münch.

Detalhe importante: ao assumir a presidência da corte, em solenidade festiva a se realizar em junho (data ainda não definida), Laus deixará a 8ª Turma, que é a encarregada de julgar os recursos das ações penais relacionadas à operação Lava Jato.

Quem se habilitará no remanejo para passar a ser o novo companheiro de julgamentos dos desembargadores João Pedro Gebran Neto e Leandro Paulsen?

 

  Consórcio, agilize-se!

A administradora de consórcio deve liberar imediatamente o crédito ao beneficiário, em caso de morte do contratante, quando houver seguro prestamista. Este visa a quitação total de dívidas após morte ou invalidez, ou até mesmo desemprego involuntário ou perda de renda.

A decisão é da 3ª Turma do STJ. Para ministra Nancy Andrighi, relatora, “como não há previsão sobre o pacto prestamista na Lei nº 11.795/2008, nem nas normas do Banco Central, a questão deve ser decidida conforme a função social do contrato”

Segundo o julgado, “não há lógica em se exigir que o beneficiário aguarde a contemplação do consorciado falecido ou o encerramento do grupo para a entrega da carta de crédito, uma vez que houve a liquidação antecipada da dívida (saldo devedor) pela seguradora, não importando em qualquer desequilíbrio econômico-financeiro ao grupo consorcial”.

Detalhe importante que se insere na presença argentária do banco e da seguradora partícipes da manobra consorcial: os dois são do mesmo grande grupo econômico: o Banco Itaú e a Itaú Seguros. (REsp nº 1.770.358).

 Atrasos na construção

A 2ª Seção do Superior Tribunal de Justiça adiou, na quarta-feira (10), o julgamento de quatro recursos especiais que tratam da aplicação de penalidades a construtoras em casos de atraso na entrega de imóveis em construção. A nova data prevista para a decisão é 8 de maio.

Os temas discutem a possibilidade de cumulação da indenização por lucros cessantes com a cláusula penal, nos casos de atraso na entrega por parte da construtora. Também se referem à hipótese de inversão, em desfavor da fornecedora, da cláusula penal estipulada exclusivamente para o consumidor, nos casos de inadimplemento por parte da construtora decorrente do atraso da obra.

O colegiado vai analisar ainda a aplicação direta dos dispositivos da Lei nº 13.786/2018 - a Lei dos Distratos - no julgamento dos temas. (REsps nºs 1.498.484, 1.635.428, 1.614.721 e 1.631.485).

  Redução de remédios

A reforma da Previdência, se aprovada com o texto apresentado pelo governo, poderá reduzir a distribuição de remédios a pacientes da rede pública obtidos com decisão judicial.

A proposta prevê que nenhum benefício será concedido por ato administrativo, lei ou decisão judicial sem a indicação da "correspondente fonte de custeio total".

 A boca está suja...

O humorista Danilo Gentili, condenado nas esferas cível e penal por ofender a deputada Maria do Rosário (R$ 50 mil; e seis meses de prisão em regime semiaberto, respectivamente), perdeu ontem outra ação, agora no Rio.

A 26ª Câmara Cível do TJ-RJ condenou o apresentador a indenizar em R$ 20 mil o deputado Marcelo Freixo. No Twitter, Gentili chamou Freixo de, entre outras, “deputado de merda, farsante” e ainda perguntou: “E os seus black blocs? Mataram mais alguém esses dias?”.

A propósito, informa hoje (12) o jornalista Ancelmo Gois, em O Globo, que as buscas pelo nome do comediante cresceram mais de 3.850% no Google, nas últimas 24 horas. As principais foram “O que aconteceu com Danilo Gentili?” e “O que é regime semiaberto?”.

Ancelmo aliás sugere que Gentili “lave a boca com sabão”...

 Elas vêm chegando

A supremacia do gênero feminino na advocacia no Estado do Rio de Janeiro chegou ontem (11) a números inéditos. As mulheres são 2.360 mais do que os homens.

Das 142.670 inscrições registradas, 72.515 são do gênero feminino e 70.155 do masculino.

A força quantitativa das estagiárias no Estado carioca vai no mesmo rumo. Elas já são 3.090; eles, 2.292.

_______________________________________________________
Siga o Espaço Vital no Facebook !

Estamos com perfil novo no Facebook, mais atuante e sempre levando as notícias do meio jurídico, humor e crítica. Aquele anterior perfil a que o leitor se acostumou até 2018, não mais está ativo. Interaja conosco no novo local certo. Siga-nos!

Este é o novo perfil do Espaço Vital no Facebook: clique aqui


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

As supremas especulações sobre dois futuros ministros do STF

  Antecipadas conjeturas para as vagas que se abrirão com as aposentadorias compulsórias de Celso de Mello (1º.11.2020) e Marco Aurélio Mello (12.7.2021).

  O “menino de ouro” de Dilma Rousseff queria ir para Londres, via Odebrecht, mas se conformou com o Avante, na Câmara dos Deputados.

  O MPF atrás da suposta fortuna amealhada por Michel Temer.

  Pagamento da anuidade da OAB com o uso de pontos amealhados em compras no comércio e em operações com cartões de crédito.

Condenação da Pepsi à reparação moral por demitir executivo acometido de câncer

· O trabalhador foi empregado da reclamada durante 28 anos, e seria promovido a diretor.

· A tese argentária da Pepsi: “Necessidade de cortar gastos e alcançar mais lucros, procedimento típico no sistema capitalista”.

· “Se o STF mudar o entendimento sobre a prisão após a condenação em segunda instância, o Brasil vai incendiar”.

· Taxista poderá recusar o transporte de clientes, se o local de destino for reconhecimento perigoso (Campo da Tuca, em Porto Alegre).

· Iesa Veículos condenada a fornecer carro reserva, até que Renault Kwid seja completamente consertado. Veículo novo teve dez panes em poucas semanas.

Financeira ingressa com apelação e depois, ela própria, pede que seu recurso seja improvido

· Engano, estresse, distração, ou “tilt” advocatício no antagonismo das duas petições da mesma parte?

· Saiba como foi o primeiro “tilt” forense, nos anos 90, no Foro de Porto Alegre.

· Uma ação judicial de R$ 327 milhões é a maior do ano, até agora. Esta não é “tilt”...

· Com o advento das “fake news”, o Primeiro de Abril está perdendo a sua graça.

Justiça feita com proventos e penduricalhos

· Nos TJs do Pará e da Bahia, generosidade para avaro nenhum botar defeito.

· CF-OAB pede que Supremo adie o julgamento da prisão após segunda instância.

· Política judiciária prepara a desidratação de Marcelo Bretas.

· O milionário Luiz Estevão aceita um salário de R$ 1.800 mensais.

· Ex-senador Edison Lobão vai ficando pelo Senado. Agora é o editorialista da Casa.

· Em nove anos, 1,1 milhão de bacharéis em Direito – saídos das centenas de faculdades brasileiras - não conseguiram aprovação no Exame de Ordem.

American Airlines condenada em R$ 1 milhão por uso abusivo do detector de mentiras

 Ela é a maior empresa aérea do mundo. Segundo o TST, a utilização do polígrafo eletrônico (foto acima) viola a intimidade do empregado principalmente ante sua ausência de confiabilidade científica.

 A mais jovem advogada brasileira tem apenas 19 de idade.

 Mandado de segurança do CF-OAB, no STF, questionando acórdão do TCU sobre a obrigatoriedade de prestar contas para controle e fiscalização.

 Condenado a 31 anos de prisão, ex-senador Luiz Estevão passa para o regime semiaberto

 Espaço Vital passa a ter mais presença nas redes sociais

Olhares políticos interesseiros contra a OAB

 A líder do governo Joice Hasselmann (PSL-SP) anuncia um projeto de lei para acabar com a contribuição anual obrigatória dos advogados.

 Mais: o governo começa a alinhavar nova tentativa para acabar com o Exame de Ordem.

 Os 70 incêndios dos automóveis Tipo, da Fiat, numa ação civil pública que durou 23 anos.

 Onde estão as imagens das câmeras que podem ter flagrado as malas que levariam R$ 20 milhões para uma conta do coronel Lima?