Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 20 de agosto de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

São sete advogados ´trans´ no RS e 65 no Brasil todo



Visual Hunt – imagem meramente ilustrativa

Imagem da Matéria

 Quantos advogados somos?

O cadastro nacional do CF-OAB fechou a segunda-feira 18 de fevereiro de 2019 com 1.119.218 advogados inscritos em todas as seccionais. Uma predominância masculina, com uma diferença de 23.940 entre homens (571.579) e mulheres (547.639).

No RS, são 82.281 profissionais: destes, 41.357 são do sexo masculino; 40.924 do sexo feminino.

Com uma diferença de 433 e o gradativo crescimento na profissão do número de mulheres, é possível que até o final de 2019 elas estejam em supremacia.

 Ele ou ela na advocacia?

Sobre advogados/as com diversidade de gênero, algumas curiosidades. Desde janeiro de 2017, o Conselho Federal da OAB já emitiu, em todo o país, 65 identidades profissionais que permitem que travestis, transexuais e transgêneros usem seus nomes sociais, substituindo o nome civil no exercício da profissão.

A questão foi regulamentada em 2016, por meio da Resolução nº 05/2016. Até o momento, 12 seccionais emitiram carteiras da OAB para advogados/as trans. Os números originais de inscrição ficam mantidos.

A Bahia é o Estado com mais registros: dez casos. O Distrito Federal está em segundo lugar, com oito. No Rio Grande do Sul – em terceiro - são sete casos.

Segundo a resolução, o registro deve seguir “a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica”, mediante solicitação prévia e formal.

As demais emissões pelo país são: Amazonas (6), Ceará (4), Maranhão (6), Minas Gerais (3), Paraíba (4), Pernambuco (1), Rio de Janeiro (6), Rio Grande do Norte (4) e São Paulo (6). A única região do país sem emissões, por enquanto, é a Centro-Oeste.

 O crime compensa

Lembra do lobista Fernando Antônio Falcão Soares, operador do (P)MDB? Pois ele tinha tomado um chá de sumiço, após ser solto há três anos e meio.

Mas ressurgiu no sábado (16) sacolejando o esqueleto dos seus 51 anos, num show de axé no Jockey Club do Rio de Janeiro. Flagrado na diversão, está nas redes sociais.

Segundo o MPF, a maior atuação de Fernando Baiano (apesar do apelido, ele nasceu em Maceió/AL) foi na viabilização do pagamento de propina (US$ 40 milhões) como “gratificação” pela contratação de um estaleiro sul-coreano. Preso em dezembro de 2014, o operador foi levado para a Polícia Federal em Curitiba. Em agosto de 2015, foi condenado a 16 anos e um mês de prisão e multa de R$ 2.074.370,00.

Em 18 de novembro de 2015 após 11 meses de prisão, deixou a carceragem, recebeu uma tornozeleira eletrônica e passou a cumprir pena em regime domiciliar em um apartamento de 800 m², avaliado em R$ 12 milhões.

E o mundo segue girando.

 O preço da liberdade

Gilmar Mendes acolheu um habeas corpus e autorizou a soltura do notório doleiro Richard Andrew de Mol Van Otterloo, preso no meio do ano passado, durante a “Operação Câmbio, Desligo”.

A liberdade, porém, terá preço - nesse caso, comparando, a meio prêmio de Mega-Sena.

Ao derrubar a prisão preventiva, Gilmar estipulou a fiança de R$ 5 milhões e proibiu Van Otterloo de sair do país e ter contato com outros investigados.

A vida continua.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Ação do presidente nacional da OAB contra Bolsonaro no STF

· A interpelação será para que o presidente diga o que sabe "sobre a morte de Fernando Santa Cruz, ocorrida em março de 1974”.
· Justiça nega autorização para que Eduardo Cunha vá ao casamento da filha.
· Por que os árbitros de futebol não estão mais usando o spray no local da barreira?
· EUA vão retomar as execuções da pena de morte.

Arte de Camila Adamoli

“Sem advogado não há justiça”

 

“Sem advogado não há justiça”

 Tal frase, criada pelo advogado Oswaldo Vergara em 1967, é o dístico da medalha que homenageia profissionais com notabilidade de serviços à classe advocatícia.

  Sessão Magna da Advocacia será no dia 9 de agosto.

  Impasse em ação bilionária da Varig. A massa falida cobra R$ 6 bilhões; a União diz que a condenação foi de R$ 3 bilhões.

  A cada semana, o crescimento da superioridade feminina na advocacia gaúcha: elas já são 42.078; eles, 41.997.

  Ataques também contra os telefones de Jair Bolsonaro.

GPS Life Time

Projeto de lei permite que professores usem armas de eletrochoque nas escolas

 

Projeto de lei permite que professores usem armas de eletrochoque nas escolas

 O texto disciplina o uso de equipamentos não letais pelo docente nos estabelecimentos de ensino da rede pública e privada em todo o território nacional. E altera o Estatuto do Desarmamento, para dispor sobre “armas de incapacitação neuromuscular”.

 Rugas de preocupação para quem se cadastrou no FaceApp.

  Advogadas já são 67 a mais do que os advogados na OAB-RS.

  Cabimento de ação autônoma para a definição e cobrança de honorários advocatícios sucumbenciais, caso a decisão transitada em julgado seja omissa.

Arte de Gerson Kauer sobre imagem Freepik

Discrepância estatística sobre o número de advogadas gaúchas

 

Discrepância estatística sobre o número de advogadas gaúchas

 Dados oficiais do CF-OAB revelam que, esta semana, a vantagem do gênero feminino cresceu mais um pouquinho.

 Contagem feita pela OAB-RS revela, porém, supremacia quantitativa masculina: 40.893 x 37.747.

 Condenação da Volkswagen do Brasil por determinar que empregado começasse a jornada indo ao refeitório para jantar.

 Comissão indevida quando negócio imobiliário se desfaz por culpa do corretor.

 Em busca de emprego, 93% das pessoas com diploma de curso superior admitem ganhar menos.

Imagem Freepik – Edição Gerson Kauer

   Mulheres já são maioria na advocacia gaúcha!

 

Mulheres já são maioria na advocacia gaúcha!

• Na sexta passada (12) elas passaram à frente na estatística do RS: são 41.967 a 41.949.

 Nacionalmente, o aperto financeiro da advocacia: número de profissionais inadimplentes com a anuidade à OAB é de 516 mil.

• O crime compensa: Antonio Palocci passa, em setembro, para o regime aberto.

 Do bloqueio judicial de R$ 128 milhões do ex-ministro, só R$ 61 milhões foram constritos.

Imagem: Freepik / Edição: Gerson Kauer

Crime de adulteração dentro do próprio Poder Judiciário

 

Crime de adulteração dentro do próprio Poder Judiciário

· Escrevente da Vara de Família de Alvorada (RS) chegou a ser preso preventivamente, foi solto por decisão do STJ e restou exonerado pelo TJ gaúcho.
· Fraude dos alvarás tem mais quatro réus. E uma ação de improbidade administrativa tramita sob sigilo por decisão judicial.
· O novo ataque (ou atraque) de políticos ao bolso dos cidadãos que pagam as contas da Nação.
· E a curiosa possibilidade brasiliense da reencarnação do boi...