Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 18 de outubro de 2019.

Dois anos de resistência para tentar salvar a bacia do rio Camaquã



Arte de Camila Adamoli sobre imagem de “Dossiê Viventes”

Imagem da Matéria

A luta contra a instalação de uma mineradora de metais pesados às margens do rio Camaquã e na parte mais preservada do Pampa completou dois anos. A resistência, que partiu das comunidades atingidas pelo projeto minerário da Votorantim Metais (por meio de sua subsidiária Nexa) e da canadense Iamgold, atingiu notável repercussão e resultou em um filme: "Dossiê Viventes" terá lançamento amanhã (15) em Bagé, no cenário da Vila de Santa Thereza.

O processo de licenciamento tramita na FEPAM na fase de licença prévia, com repetição de seis requerimentos de dilação de prazos requeridos pelas empresas e deferidos pelo órgão licenciador.

Entrementes, anônimos cidadãos, cientistas, políticos, universidades e diversos atores sociais participaram, com 40 depoimentos, do documentário que traduz o debate técnico para a linguagem coloquial.

O Espaço Vital, na edição de 11 de novembro de 2016, noticiou o início da resistência e a declaração do "Manifesto de Palmas", documento que foi protocolado na Casa Civil e por meio do qual as comunidades afirmaram que resistiriam "até o fim".

O governador Ivo Sartori (MDB) jamais recebeu os representantes do movimento, apesar de protocolar pedido feito.

Em sentido inverso à da posição de Sartori, a OAB-RS já anunciou sua adesão ao movimento de defesa que, eventualmente, poderá chegar a fóruns e tribunais.

Entrementes, os resistentes esperam que, a partir de janeiro - eleito por maioria significativa nos 28 municípios da bacia do rio Camaquã - o novo governador Eduardo Leite (PSDB) assista ao filme e escute o que pedem 26 das 28 comunidades gaúchas que estão sob risco de serem atingidas.

Assista ao trailer do filme, clicando aqui.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Conselho de Direitos Humanos pede que FEPAM negue licença para projeto da Votorantim no RS

 

Conselho de Direitos Humanos pede que FEPAM negue licença para projeto da Votorantim no RS

Projeto em parceria com a multinacional Iamgold afetaria Caçapava do Sul e municípios vizinhos. Advogados
da região temem que grande extensão possa sofrer degradação semelhante à de Minas Gerais. E especulam que -  além do interesse de políticos - o solo da região guarda ouro e não apenas chumbo, cobre e zinco, que são formalmente os três minérios declarados.