Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 19 de julho de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

A pergunta de terça-feira: Até quando José Dirceu continuará solto?



Tribuna da Internet

Imagem da Matéria

 A pergunta de terça-feira

Até quando José Dirceu continuará solto?

A pena que lhe foi aplicada pelo TRF-4, em 19.04.2018, é de 30 anos, 9 meses e 10 dias). Conforme a 2ª Turma do STF, por maioria, em 21.08.2018, a decisão de liberdade vale até que o STJ julgue o recurso especial do condenado.

Em dois tópicos a situação atual em Brasília:

1) Relator sorteado, em 17.10.2018, ministro Félix Fischer;

2) Autos com vista ao MPF desde 18.10.2018. (REsp nº 1774165).

 Período de graça

Jair Bolsonaro (PSL) vai partir com uma base de sustentação significativa no Congresso. Cerca de 260 deputados e 39 senadores devem apoiar, de início, o seu governo. Isso sinaliza que o novo presidente encontrará condições bastante razoáveis para usar bem o período de graça que os parlamentares e a sociedade oferecem aos presidentes recém-eleitos.

Pelos informes de várias “rádios-corredores” de Brasília, tal transcurso de tempo irá até – vejam a coincidência – 31 de março. Justamente quando se completarão 100 dias de governo.

  Excelentíssimos salários

A propósito, Bolsonaro já disse ser preciso reformar a Previdência dos militares, tanto quanto a dos civis. É bom que ele esteja atento e agilize-se. Uma espiada na folha de pagamentos de setembro do Superior Tribunal Militar revela que, de 29 ministros aposentados, 21 receberam valores entre R$ 113.351 e R$ 306.644 – claro que com penduricalhos incluídos.

Apenas quatro pessoas tiveram benefícios da ordem de R$ 22 mil líquidos. Justamente é o montante que se paga a ministros ativos ou aposentados do Supremo.

  É dando que se recebe...

Sérgio Moro, como ministro da Justiça a partir de 1º de janeiro, terá uma missão extra: fechar a cara e rechaçar todo o político que se aproximar do Planalto acenando com apoio, mas pedindo cargos.

A expressão “é dando que se recebe” no seu sentido literal não é bíblica. É uma frase atribuída a São Francisco de Assis, em 3 de outubro de 1225, numa oração - e muitos a interpretam de vários modos.

No Brasil diz-se que, 770 anos depois, José Sarney foi o grande incentivador desse jeito de fazer política.

 Dinheiro grosso

Enquanto a reforma política não vem, o PSL prepara-se para ser o novo rico de 2019.

Vai receber a fábula de R$ 110 milhões do fundo partidário. O seu, o meu, o nosso dinheiro.

 Check-in fétido

Irônica síntese do jurista Bento de Ozório Sant´Hellena sobre sua percepção olfativa, um dia desses – muito chuvoso – após utilizar o obsoleto terminal 2 do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre:

“De incertos canos extravasados e fossas subterrâneas, fluíram incontroladas propriedades putrefatas que, atingindo órgãos humanos normais, impressionaram negativamente o olfato do passageiro”.

Em outras palavras: enquanto a Anac contempla, a concessionária Fraport ainda não conseguiu resolver o crônico problema existente desde os tempos de gestão da Infraero.

E assim, o episódico cheiro ruim alcança a quem se achega aos balcões da Azul. Esta - diga-se de passagem – nada tem a ver com o intermitente check-in fétido.

Em tempo: a taxa de embarque segue cobrada sem descontos. São compulsórios R$ 31,08 (voos nacionais) e R$ 112,51 (internacionais).

  O nível é este...

Derrotado na tentativa de reeleição, o senador Eunício de Oliveira reassumiu a presidência do Senado e ocupa o tempo concedendo audiências para políticos eleitos no dia 7 de outubro.

Entre as curiosas visitas que recebeu de futuros parlamentares em busca de “informações consistentes”, estão um vitorioso na região sudeste que queria saber o tamanho da cama no apartamento funcional, onde irá morar com o namorado.

E um outro, do nordeste, que buscava detalhes sobre o comprimento financeiro do auxílio-paletó.

  Fornece, não fornece!

A 2ª Seção do STJ vai uniformizar a jurisprudência sobre o fornecimento de remédios importados sem registro na Anvisa aos usuários de planos de saúde e aos dependentes do SUS. Há decisões conflitantes na corte: umas obrigam a entrega do produto; outras, não.

As operadoras e agentes oficiais alegam, claro, que comprar a medicação nessas condições é descumprir a norma sanitária. O argumento contrário dos consumidores e usuários é de que não cabe às empresas nem à União indicar o tratamento, mas só aos médicos.

Madame Tartaruga não sabe informar a data do julgamento. Nem se o STJ vai fazer jus ao auto cognome de “o tribunal da cidadania”.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Reginaldo M Botelho - Pensionista 06.11.18 | 19:12:48

Vamos ver se a partir de 2019 as coisas mudam.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Mime das redes sociais sobre charge de DUKE

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 

Em 13 meses, 309 viagens internacionais de deputados brasileiros

 Um dos destinos da moda, agora, é Dubrovnik, na Croácia. O objetivo é dar, às excelências, "acesso a novos conceitos, políticas públicas e experiências legislativas úteis ao Brasil" (risos...).

• TJRS autoriza penhora do automóvel da mulher para pagamento de dívida do marido.

 Quem é o senador “mais ladrão” da República?

 Mais de 50% das matérias penais julgadas, de 2013 a 2017 pelo STF, foram pedidos de habeas corpus.

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 

O Telegram, por meio do qual Moro e Deltan se comunicavam, tem capital russo e sede em Dubai

 Constatações em série: Sérgio Moro continua o ministro mais popular do governo.

 Ex-ministro do STF Carlos Velloso avalia que os vazamentos de conversas “não devem virar trunfos para os acusados pela Lava-Jato”.

• Uma dica antiga de Tancredo Neves: “Só fale por telefone aquilo que você pode falar em público”.

 São turvas as relações atuais entre a OAB-RS e a OAB nacional.

 Advogados simpáticos ao PT já preparam articulações para tentar ganhar as eleições na Ordem gaúcha em 2020.

 O pito que, em público, João Dória passou num coronel da PM paulista.

Imagem de JetShoots.com – Montagem de Gerson Kauer

   As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

 

As ações do ex-presidente da OAB Claudio Lamachia contra a Gol e a Tam

   Os maus serviços, a impontualidade e a falta de assistência praticados pelas empresas aéreas. A (finada) Avianca é a campeã de reclamações.

   O casal de namorados que comprou passagem para ir a Florianópolis de avião, mas teve que se sujeitar a sete horas de viagem de ônibus.

  A ação da atriz Juliana Paes e seus filhos contra a Delta Airlines: dez horas retidos em Atlanta (EUA).

   A (des) ordem nacional da má prestação de serviços: Oi (1º), Vivo (2º), Claro (3º), Sky (4º) e Net (5º).

Arte de Camila Adamoli sobre charge de Junião

   Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 

Mudanças no Estatuto da OAB para que advogados sentem no mesmo “plano topográfico do juiz”

 R$ 5,8 milhões anuais para que os deputados federais viajem à vontade.

 Uma compra de 106 mil pistolas.

 Empresários, tremei! Vem aí uma delação arrasadora.

• Fiança (paga!) de R$ 90 milhões para soltar um preso.

 Uma mulher brasileira comandará, a partir de Cingapura, a operação da Coca-Cola em onze países asiáticos.

VOX MS

   As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 

As relações pessoais entre o então juiz, seu assessor e três advogados

 Um concurso para ingresso na magistratura em que Diego foi aprovado, mas Juliano não teve igual sorte.

 No mesmo dia da posse do juiz, porém, o amigo é designado para assessor. Então, os dois passam a morar juntos.

 O advogado Eugênio Costa e suas influências na comarca. Encontros para jogar vídeo games. E uma ida às compras no free shop do Chuí.

 O oferecimento dos serviços de futura consultoria advocatícia.

 “É nesse círculo de relacionamentos em que relações da vida privada (amizade, camaradagem, afinidades pessoais) se misturam com a vida profissional, que o Dr. Diego Magoga Conde passou a comprometer a sua independência de magistrado” – afirma o desembargador Rogério Gesta Leal.