Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 20 de agosto de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/mab_123_17.jpg

Um nome gaúcho fora da política partidária habitual



Arte de Camila Adamoli sobre foto divulgação CF-OAB

Imagem da Matéria

Senador Lamachia ?

Habitualmente pouco ativa, a “rádio-corredor” do Tribunal Regional Eleitoral do RS saiu da rotina, na quarta-feira (7), ao difundir um potim que causou frisson nos meios advocatícios e políticos: “Claudio Lamachia será candidato, nas eleições de outubro, ao Senado, pelo Podemos”.

“Nada disso”- respondeu o presidente nacional da OAB, via WhatsApp, a uma mensagem enviada pelo Espaço Vital. Na frase seguinte, Lamachia apenas admitiu “estar recebendo convites de muitos partidos”. E economizou palavras.

Há um leque de três vértices. O possível candidato Lamachia é próximo dos atuais senadores gaúchos Lasier Martins (PDT) e Ana Amélia (PP), e do ex-governador e ex-senador Pedro Simon (PMDB).

Detalhe: em 2014 Lasier chegou a convidar Lamachia para ser seu suplente. Mas logo desistiu, ao perceber que o preparo intelectual, a capacidade política e a reserva moral do líder da Ordem “são muito superiores e qualificados para se restringir a ser meu substituto parlamentar” – como o próprio pedetista admitiu, quatro anos atrás, ao colunista.

Fazendo as contas

O número total de senadores no Brasil é 81. Os 26 Estados, mais o Distrito Federal, elegem três senadores cada. O tempo de mandato de um senador é de 8 anos, porém as eleições para o cargo são de quatro em quatro anos; assim, alternadamente, renovam-se as cadeiras por um e dois terços.

Nas últimas eleições para o cargo em 2014, foram eleitos um terço de novos senadores. Estes – como exemplificativamente Lasier Martins (PDT) - ficarão no cargo até 2022. Nas eleições de 2018, serão eleitos dois terços; ou 54 novos senadores, que  ficarão  no cargo até 2026.

Como serão 54 cadeiras livres, cada Estado (mais o Distrito Federal) elegerá dois senadores. E cada vaga atrela dois suplentes.

Ana Amélia Lemos (PP, 72 de idade) e Paulo Paim (PT, 68 anos) finalizam seus respectivos primeiros mandatos de senadores, mas provavelmente buscarão a reeleição. O Podemos é o que mais assedia Claudio Lamachia. O partido tem o senador paranaense Álvaro Dias (terceiro mandato consecutivo) e o carioca Romário como seus expoentes.

Fundado em 1995 como Partido Trabalhista Nacional, em 2016 mudou de nome. E explicou que a inspiração para a denominação atual vem do slogan da primeira campanha de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos, "Sim, nós podemos" (´Yes, we can´).}

A propósito

A “rádio-corredor” da OAB-RS admitiu nesta quinta-feira (8) que “Lamachia pode, mesmo, sair candidato”.

Mas a crença na entidade é que “ele não vá concorrer pelo Podemos, porque este ainda é um partido pequeno no Rio Grande do Sul”.

Ou seja: a agremiação não seria uma garantidora de votos no RS.

Horizonte favorável

A propósito de política advocatícia, o grupo OAB Mais – que assumiu a OAB-RS em 1º de janeiro de 2007 – já está articulado para as eleições da segunda quinzena de novembro deste ano.

Ricardo Breier – cujo grupo completa, em 31 de dezembro, 12 anos de saneadoras gestões na Ordem gaúcha - será o natural candidato à reeleição. Falta encontrar a (difícil) unanimidade à vice-presidência para o triênio 2019/2021.

Enquanto a eventual oposição, tímida, ainda não se mexeu - o atual presidente está à frente com milhares de quilômetros de estrada política pavimentada.

Sem buracos.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

José Antonio Ariotti - Advogado 09.03.18 | 09:27:42

Mais um a usar a entidade para a promoção pessoal. Mas se concorrer, deverá ir por um partido de extrema esquerda, atendendo o manejamento que fez na Ordem.

Bernadete Kurtz - Advogada 08.03.18 | 22:17:04

Isso já era esperado e até previamente anunciado. Se candidato, estará se servindo da OAB, para seus projetos pessoais. A Ordem nunca esteve tão distante da categoria como agora.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Ação do presidente nacional da OAB contra Bolsonaro no STF

· A interpelação será para que o presidente diga o que sabe "sobre a morte de Fernando Santa Cruz, ocorrida em março de 1974”.
· Justiça nega autorização para que Eduardo Cunha vá ao casamento da filha.
· Por que os árbitros de futebol não estão mais usando o spray no local da barreira?
· EUA vão retomar as execuções da pena de morte.

Arte de Camila Adamoli

“Sem advogado não há justiça”

 

“Sem advogado não há justiça”

 Tal frase, criada pelo advogado Oswaldo Vergara em 1967, é o dístico da medalha que homenageia profissionais com notabilidade de serviços à classe advocatícia.

  Sessão Magna da Advocacia será no dia 9 de agosto.

  Impasse em ação bilionária da Varig. A massa falida cobra R$ 6 bilhões; a União diz que a condenação foi de R$ 3 bilhões.

  A cada semana, o crescimento da superioridade feminina na advocacia gaúcha: elas já são 42.078; eles, 41.997.

  Ataques também contra os telefones de Jair Bolsonaro.

GPS Life Time

Projeto de lei permite que professores usem armas de eletrochoque nas escolas

 

Projeto de lei permite que professores usem armas de eletrochoque nas escolas

 O texto disciplina o uso de equipamentos não letais pelo docente nos estabelecimentos de ensino da rede pública e privada em todo o território nacional. E altera o Estatuto do Desarmamento, para dispor sobre “armas de incapacitação neuromuscular”.

 Rugas de preocupação para quem se cadastrou no FaceApp.

  Advogadas já são 67 a mais do que os advogados na OAB-RS.

  Cabimento de ação autônoma para a definição e cobrança de honorários advocatícios sucumbenciais, caso a decisão transitada em julgado seja omissa.

Arte de Gerson Kauer sobre imagem Freepik

Discrepância estatística sobre o número de advogadas gaúchas

 

Discrepância estatística sobre o número de advogadas gaúchas

 Dados oficiais do CF-OAB revelam que, esta semana, a vantagem do gênero feminino cresceu mais um pouquinho.

 Contagem feita pela OAB-RS revela, porém, supremacia quantitativa masculina: 40.893 x 37.747.

 Condenação da Volkswagen do Brasil por determinar que empregado começasse a jornada indo ao refeitório para jantar.

 Comissão indevida quando negócio imobiliário se desfaz por culpa do corretor.

 Em busca de emprego, 93% das pessoas com diploma de curso superior admitem ganhar menos.

Imagem Freepik – Edição Gerson Kauer

   Mulheres já são maioria na advocacia gaúcha!

 

Mulheres já são maioria na advocacia gaúcha!

• Na sexta passada (12) elas passaram à frente na estatística do RS: são 41.967 a 41.949.

 Nacionalmente, o aperto financeiro da advocacia: número de profissionais inadimplentes com a anuidade à OAB é de 516 mil.

• O crime compensa: Antonio Palocci passa, em setembro, para o regime aberto.

 Do bloqueio judicial de R$ 128 milhões do ex-ministro, só R$ 61 milhões foram constritos.

Imagem: Freepik / Edição: Gerson Kauer

Crime de adulteração dentro do próprio Poder Judiciário

 

Crime de adulteração dentro do próprio Poder Judiciário

· Escrevente da Vara de Família de Alvorada (RS) chegou a ser preso preventivamente, foi solto por decisão do STJ e restou exonerado pelo TJ gaúcho.
· Fraude dos alvarás tem mais quatro réus. E uma ação de improbidade administrativa tramita sob sigilo por decisão judicial.
· O novo ataque (ou atraque) de políticos ao bolso dos cidadãos que pagam as contas da Nação.
· E a curiosa possibilidade brasiliense da reencarnação do boi...