Ir para o conteúdo principal

Edição de quinta-feira ,14 de novembro de 2019.

Renda familiar passa a ser critério de desempate em vestibular



A presidente Dilma Rousseff sancionou anteontem (04) lei que estabelece critério de renda para desempate em vestibular de instituições públicas. A norma altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

O texto determina que, "no caso de empate no processo seletivo, as instituições públicas de ensino superior darão prioridade de matrícula ao candidato que comprove ter renda familiar inferior a dez salários mínimos, ou ao de menor renda familiar, quando mais de um candidato preencher o critério inicial".

A nova Lei nº 13.184 foi publicada na edição de quinta-feira (05), do Diário Oficial da União.

LEI Nº 13.184, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2015 - Acrescenta § 2º ao art. 44 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para dispor sobre a matrícula do candidato de renda familiar inferior a dez salários mínimos nas instituições públicas de ensino superior.

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA - Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - O art. 44 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, passa a vigorar acrescido do seguinte § 2º, renumerando-se o atual parágrafo único para § 1º:

Art. 44. .......................................................................

§ 1º ..............................................................................

§ 2º No caso de empate no processo seletivo, as instituições públicas de ensino superior darão prioridade de matrícula ao candidato que comprove ter renda familiar inferior a dez salários mínimos, ou ao de menor renda familiar, quando mais de um candidato preencher o critério inicial.” (NR)

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 4 de novembro de 2015; 194º da Independência e 127º da República.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Um decreto presidencial derruba 323!

As normas são do período de 1918 até fevereiro de 2019, ao longo de 101 anos de República e deixarão de existir no próximo dia 17 de agosto.

Nova norma altera dispositivos das Lei das Sociedades Anônimas

Lei federal nº 13.818, ontem publicada, dispõe sobre as publicações obrigatórias e amplia para R$ 10 milhões o valor admitido de patrimônio líquido para que a sociedade anônima de capital fechado faça jus ao regime simplificado de publicidade de atos societários.

Arte de Camila Adamoli sobre fotos Visual Hunt e Camera Press

Programa Veículo Legal: ideia gaúcha para uma quitação às claras

 

Programa Veículo Legal: ideia gaúcha para uma quitação às claras

Começa a tramitação do projeto de autoria do deputado Sebastião Melo (MDB). O IPVA atrasado e as multas de trânsito poderão ser pagos, on line, via cartões de crédito e/ou débito, no momento da abordagem policial. Excluem-se os veículos envolvidos em ilícitos policiais e os com pendências judiciais. Leia a íntegra do projeto de lei.

Liminar suspende obrigatoriedade de bombeiros civis em shopping

A lei municipal - sancionada pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior - estabelece como “obrigatória a contratação de equipes com profissionais habilitados para o combate a incêndio” em estabelecimentos com capacidade de lotação mínima de 400 pessoas, ou de mil pessoas, no caso de ´campi´ universitários.