Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira ,12 de novembro de 2019.

O imprevisto no cinema



Contador de causos

Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O professor de Processo Civil - desembargador que aposentado com isenção de imposto de renda - pergunta na faculdade de Direito se algum de seus alunos conhece um caso prático que tenha resultado em condenação judicial.
 
Silêncio total.
 
- Então, pra descontrair, me falem pelo menos de alguma ocorrência inusitada na cidade de vocês - pede o mestre.
 
Um universitário conta, então, um caso fronteirista, anos 90. Relata que um maduro peão vai ao cinema e o porteiro pergunta:

- O que é isso no seu ombro?

- É o Bino, meu galo de estimação, comprei na exposição de Esteio.
 
- Lamento, senhor, mas não permitimos animais no cinema.


O homem rude aparentemente concorda e dá meia-volta. Vai a um clube que fica a menos de duas quadras dali, entra na toalete e enfia o bicho dentro da bombacha, no baixo ventre. Volta, entra no cinema e senta-se ao lado de duas idosas, ambas viúvas.
 
Quando o filme começa, o fazendeiro abre a bragueta para o galo respirar e o bicho bota o pescoço pra fora, todo feliz.
 
Uma das idosas cochicha para a outra:

- Acho que o cara ao meu lado é um assediador, um tarado.

- Por que?
- indaga surpresa e curiosa a outra viúva.

- É que o cara botou o negócio pra fora!

- Ah, não te preocupa, na nossa idade nós já vimos de tudo.

- Eu também pensava a mesma coisa, mas o negócio tá comendo a minha pipoca!


*  *  *  *  *

Zum-zum no cinema, a luz é acesa, a projeção do filme é suspensa e o espectador inconveniente é retirado (com seu galo) para fora do cinema.

No dia seguinte, as viúvas procuram dois ou três advogados para ingressarem com ação por dano moral.

Em vão; na cidade ninguém aceita a causa.

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O juiz salvador

Uma piada da “rádio-corredor” da OAB nacional ironiza como, em algum lugar do universo, um magistrado teria salvo um notório político que estava se afogando numa praia deserta...

Charge de Gerson Kauer

Os direitos trabalhistas do anjo da guarda

 

Os direitos trabalhistas do anjo da guarda

O advogado tem, cedo na manhã de segunda-feira, uma consulta jurídica a atender. O cliente pretende o ingresso de uma ação trabalhista. O profissional da Advocacia escuta, anota e conclui que a solução está no atendimento por um psicólogo.

Charge de Gerson Kauer

Pesadelo jurisdicional

 

Pesadelo jurisdicional

Na madrugada, em meio a um sonho conturbado, a juíza é interpelada pela ´Jurisdição´ e admite: "a estagiariocracia é uma moderna técnica de gestão! Está dando tão certo que até estou conseguindo começar meus fins-de-semana nas quintas-feiras".