Ir para o conteúdo principal

Edição de quinta-feira ,14 de novembro de 2019.

O casamento aposentado



Contador de causos

Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Por George Willian Postai de Souza,
advogado (OAB/SC nº 23.789)


Numa metrópole germânica do Norte catarinense, na encruzilhada entre as serras Dona Francisca, do Mar e este próprio, localiza-se um dos ares mais abafados e um dos climas mais chuvosos do país.
 
O dia é típico e o jantar na casa do experiente advogado, rodeado pela esposa, filhos e nora – todos profissionais da Advocacia e com atuação no ramo previdenciário – ocorre em clima de descontração.
 
Um dos filhos, já casado, comenta à mesa que conhece sua esposa há dez anos e sugere já estar na hora de “trocá-la", fazendo referência à piada muito frequente entre os homens e, obviamente, de gosto questionável para as mulheres.
 
Continuando no tom animado da conversa, o experiente advogado relata que já está há 33 anos casado. E filosofa pendendo para a situação jurídica de seu ramo de atuação:
 
- Meu casamento está quase se aposentando. Mais dois anos e se aposenta integralmente.
 
E divaga:
 
- Isso porque poderia-se questionar sobre a especialidade do casamento.
 

O filho mais novo também faz suas considerações:
 
- Seria insalubre ou até mesmo periculoso... e já teria direito aos 25 anos.
 
E todos caem em gargalhadas, diante da situação jurídica colocada à prova em um tema em total descompasso com a norma.
 
 Levando as mãos perto da orelha, em referência à fama das mulheres de não falar, mas proferir palestras para os maridos, o pai dispara:
 
- Eu entendo que o casamento se enquadraria como aposentadoria especial por insalubridade, pelo ruído!...
 
A gargalhada é geral e a descontração permeia o clima na mesa de jantar. Contudo, sua esposa discorda:
 
- Eu também entendo que nosso casamento se enquadraria como aposentadoria especial, mas por periculosidade.
 
Todos questionam a razão - e ela sentencia o assunto com maestria:
 
- Gases inflamáveis!
 
george@souzapostai.com.br

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

O juiz salvador

Uma piada da “rádio-corredor” da OAB nacional ironiza como, em algum lugar do universo, um magistrado teria salvo um notório político que estava se afogando numa praia deserta...

Charge de Gerson Kauer

Os direitos trabalhistas do anjo da guarda

 

Os direitos trabalhistas do anjo da guarda

O advogado tem, cedo na manhã de segunda-feira, uma consulta jurídica a atender. O cliente pretende o ingresso de uma ação trabalhista. O profissional da Advocacia escuta, anota e conclui que a solução está no atendimento por um psicólogo.

Charge de Gerson Kauer

Pesadelo jurisdicional

 

Pesadelo jurisdicional

Na madrugada, em meio a um sonho conturbado, a juíza é interpelada pela ´Jurisdição´ e admite: "a estagiariocracia é uma moderna técnica de gestão! Está dando tão certo que até estou conseguindo começar meus fins-de-semana nas quintas-feiras".