Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de junho de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 22).
https://www.espacovital.com.br/images/romance_forense.jpg

O “número 2” e o alvará indisponível



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Alegadamente para evitar o desvio de remédios controlados, a distribuidora farmacêutica era minuciosa e irredutível no controle dos empregados, de ambos os sexos, nos momentos em que iam ao banheiro. A Consuelo - que trabalhava como estoquista dos psicotrópicos – reclamou tanto, que terminou demitida sem justa causa.

Um mês depois, aportou na Justiça do Trabalho a reclamatória: “A empregadora fazia inaceitável controle rigoroso nas idas aos sanitários, a falso pretexto de proteção do seu patrimônio, extrapolando os limites do razoável”.

O juiz colheu o depoimento da reclamante:

Doutor, a gente só podia utilizar o banheiro após revista pessoal. Antes, a gente tinha que se dirigir ao supervisor e pegar um crachá. Depois, avisar o segurança que fazia revista com um detector. Ele acompanhava os empregados, a gente entrava no WC, a porta era chaveada por fora. O segurança ficava caminhando no corredor do lado de fora do banheiro e, quando a gente saía, era feita nova revista.

Houve uma pausa no depoimento, a Consuelo puxou fôlego e provocou:

- Doutor, não sei se posso continuar, mas tinha coisa mais constrangedora ainda.

O magistrado tranquilizou a trabalhadora:

A senhora pode prosseguir.

- Pois é, doutor, às vezes o segurança ficava encostado na porta e ainda perguntava: ´É número 1, ou número 2? Vai demorar?´ ... E a gente ainda se constrangia, porque - o senhor sabe como é... - às vezes o barulho dos gases vaza...

O magistrado maneou a cabeça e interrompeu:

- É o suficiente. Já compreendi bem.

A sentença que deferiu a reparação por dano moral foi discreta, reconhecendo “o dano à esfera íntima da obreira, em rotineiro constrangimento, em momentos tão íntimos e fisiológicos”.

Transitou em julgado.

Em meio à pandemia, a empresa depositou em março o valor da condenação: R$ 17 mil e alguns caraminguás a mais. Porém, por causa dessa conjunção de fechamento de varas e tribunais – e “da ausência de treinamento e esclarecimentos para as novas sistemáticas de expedição de alvarás” (sic), o documento liberatório do dinheiro ainda não saiu do terreno das conjeturas. Incólume, a grana continua numa conta judicial.

A Consuelo e o seu advogado fizeram nas redes sociais um desabafo conjunto. O palavrório tem tudo a ver com o tema central deste Romance Forense: “Que m..., que número 2 jurisdicional”!...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Charge de Gerson Kauer

Cura para a orquite

 

Cura para a orquite

Medicina Legal. O que uma inflamação no testículo esquerdo de um cidadão humilde tem a ver com a rotina de um escritório de advocacia. Que, naturalmente, lida com o Direito...

Charge de Gerson Kauer

Namoro indeferido, aliás deferido

 

Namoro indeferido, aliás deferido

Era 11 de junho, véspera do Dia dos Namorados. Então, em uma rede social, vazou a cópia de uma petição, em versos, que um jovem advogado dirigiu  à juíza única da comarca. Ela também respondeu com rimas...

Charge de Gerson Kauer

Eva e Adão no STJ

 

Eva e Adão no STJ

O acórdão evoca os dois personagens do Éden: "A própria história do pecado contada naqueles tempos, descrevendo o cenário: um homem, uma mulher, uma maçã, uma serpente, uma nudez”.

Charge de Gerson Kauer

O amor é lindo!

 

O amor é lindo!

Na audiência, um impasse. A jovem mulher reclamava alimentos para três filhos. O marido contestava: “São dois”! De repente, uma revelação surpreendente conduziu à reconciliação conjugal.

Charge de Gerson Kauer

Qual a sua cor preferida?...

 

Qual a sua cor preferida?...

Na loja de tintas, as funcionárias mulheres (que são minoria) tinham permissão para usar a mesma toalete dos clientes, distante do banheiro masculino dos empregados. Foi naquele ambiente que uma trabalhadora encontrou, escondida, uma micro câmera de última geração, capaz de clarear e colorir ambientes escuros, enxergando-os e gravando-os profundamente...

Charge de Gerson Kauer

O (in) jurídico impasse conjugal

 

O (in) jurídico impasse conjugal

Na audiência é ouvida a senhora cinquentona que sofreria de um problema psiquiátrico moderado. De repente, encabulada, ela dirige-se à promotora: “Doutora, eu sei que a senhora proibiu o meu marido de ter relações sexuais comigo”...