Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/metaforense_4.jpg

Questão de perspectiva



Arte EV

Imagem da Matéria

Em seu gabinete, o competente advogado recebe um novo cliente que agendara consulta para tratar de uma questão tributária que preocupava sua mãe. Mas o visitante logo desabafa com viés diferente:

- Doutor, me desculpe o nervosismo, mas acabei de ser demitido. E por justa causa, ainda por cima!

- Como assim? Por quê? - questiona o advogado.

O cliente suspira, como que resignado.

- Na verdade, eu mereci. Faz duas semanas que não compareço e nem sequer dou satisfação...

- Tchi-tchim!!! - o advogado interrompe abruptamente a narrativa do cliente.

Ante o silêncio que segue, o cliente pergunta:

- Doutor? O senhor disse alguma coisa? Não entendi...

- Tchi-tchim é o som que a caixa registradora vai fazer quando revertermos essa sua justa causa. Vamos ganhar muito dinheiro!

- Mas, na verdade, eu deixei de comparecer porque fiquei com vergonha, depois que o meu então chefe me flagrou tomando uma birita no intervalo.

- Tá brincando, é muito melhor! Veja por esta perspectiva: o alcoolismo não é mera indisciplina, é uma doença. Seu patrão deveria ter lhe dado amparo e não um pontapé!

- Pois é, mas além de estar bebendo, eu também estava fumando...

- Melhor ainda! - vibra o advogado.

- Digo mais, eu estava fumando maconha...

- Vale a mesma lógica do álcool!

O ânimo do cliente melhora, mas ele ainda quer se desculpar com o advogado por ter chegado atrasado. Deveria ter voltado de viagem no dia anterior, mas a companhia aérea cancelou seu voo e só conseguiu alocá-lo em outro avião hoje pela manhã, tumultuando sua agenda.

- Tchi-tchim!

- Mas, doutor, naquela noite passou um tornado por cima da pista. Foi questão de segurança!

- Risco inerente à atividade. Uma companhia aérea sabe que depende do clima. Quem lucra com a atividade deve assumir os riscos. É uma questão de perspectiva.

Ver as coisas por tais perspectivas faz o cliente acreditar na causa tributária que o levara ali - e que foi assim explicada por ele:

- Minha mãe declarava a casa dela no IR pelo valor que a adquiriu, 25 anos atrás, ou seja, valor irrisório nos dias de hoje. Agora que vendemos a casa, a Receita Federal quer nos cobrar Imposto de Renda sobre o lucro imobiliário, não só sobre o lucro líquido da venda, mas sobre 25 anos de atualização monetária! Isto é um absurdo!

- É... mas sobre isso nada podemos fazer - diz o causídico já com o semblante mudado.

- Mas depois de olhar as coisas sob as perspectivas que o senhor me apresentou, achei que teríamos direito.

- Pois é, mas nos casos anteriores quem pagará a conta será o empresário. Já, nesse último, quem paga é o Governo. Daí, apesar de ser o mesmo país e o mesmo Judiciário, a perspectiva é outra.

Por fim, o causídico informa o valor dos seus honorários. Logo o cliente argumenta:

- Poxa vida! Pensei que advogado só cobrava em caso de êxito. Estou sem dinheiro e sequer tenho crédito na praça, pois estou com o nome negativado.

Ao ouvir essa última informação, o advogado se enche novamente de ânimo:

- Tchi-tchim! É o som que a caixa registradora vai fazer quando ganharmos a ação por cadastramento indevido...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Imagens: Wiki How

Mímica na audiência: imagem e ação (judicial)

 

Mímica na audiência: imagem e ação (judicial)

Durante a audiência virtual, pifa o som de uma das participantes da solenidade. O juiz perde a paciência. Uma das advogadas intervém: “Excelência, eu sou craque naquele jogo ´Imagem e Ação´. Aquele em que uma pessoa faz mímica e a outra tem que adivinhar”... Saiba o desfecho.

Imagem: Aventurasnahistoria.uol.com.br

O grande líder dos astecas

 

O grande líder dos astecas

“Reza uma lenda muito pouco conhecida que, há praticamente 500 anos, as maiores lideranças do Império Asteca se reuniram para eleger um novo Imperador. O líder anterior havia permanecido por tempo demais no poder, e havia uma insatisfação generalizada com o estado das coisas”...

Chargista DUKE

   A live jurídica

 

A live jurídica

Em tempos de isolamento social, a equipe de um excelente escritório de advocacia realiza uma reunião à distância, via plataformas digitais. O dono do escritório, agressivo e truculento, ordena: “Façam uma livre sobre qualquer porcaria, já e agora”.