Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira, 02 de junho de 2020.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

Algumas das grandes mancadas durante recentes vídeo-conferências



Imagem: PCH.Vector/ Freepik

Imagem da Matéria

• Saliência inoportuna

Os deputados da Frente Parlamentar de Ambientalista participavam, na quarta (20), em Brasília, de uma reunião virtual com promotores e especialistas do setor. O assunto: "O desmonte da fiscalização ambiental no Brasil".

De repente o tema central na reunião virtual, mediada pelo deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP), ficou em segundo plano. É que hackers invadiram o aplicativo por meio do qual ocorria o debate e exibiram na tela principal uma imagem de sexo extra pauta: uma mulher praticava sexo oral.

A surpresa causou impactos, alguns sorrisos, um apelo verbal (“Chama a manutenção técnica, urgente”), e uma determinação (“Corta, corta!”), afinal atendida. Brecada a exibição da saliência explícita, cerca de 15 minutos depois a reunião foi retomada. E, claro, ninguém se referiu ao que estivera fora da ordem do dia.

•  Ataque patronal

Aliás, essas vídeo conferências e home-offices em tempo real têm pregado algumas peças. Há três semanas, numa “live” no Paraná, um advogado teve um ataque de fúria contra um empregado de seu escritório, quando o sistema apresentou pane pela terceira vez, em meio a uma reunião com clientes.

Na reação desmedida, o dono do escritório, aos berros, pôs o empregado a correr: “Vai embora daqui!

O caso já virou ação por rescisão indireta do contrato de trabalho, cumulada com pedido de reparação por dano moral. Está na Justiça do Trabalho em Curitiba (PR).

•  Colega nu...

O presidente Jair Bolsonaro pediu na quinta (14) da semana passada que o ministro Paulo Guedes (Economia) interrompesse a teleconferência com empresários para avisar que um dos participantes estava aparecendo pelado, tomando banho. "Dá uma parada aí, Paulo. Tem um colega do último quadrinho ali no monitor que tá nu" - disse o presidente. Ele stava em uma sala no Palácio do Planalto, ao lado de Guedes, acompanhando por vídeo os relatos de dirigentes da FIESP.

O ministro, então, admitiu: "Tem mesmo um cara tomando banho aí. Tem um peladão aí. Fazendo isolamento peladão em casa e tal, beleza". Depois, acrescentou: "O cara foi ficando com calor e foi tomar um banho frio".

Após cinco minutos de interrupção, a normalidade ou “a liturgia” - como diria Marco Aurélio Mello - foi retomada. Algumas horas depois do “happy end”, a entidade publicou um pedido de desculpas.

•  Água quente em Brasília

Na conjunção desse evento empresarial paulista, enquanto se refaziam os links e o “pelado” era orientado a se vestir, não faltou quem cantasse um slogan publicitário das Duchas Corona.

Dizia assim: “Apanho o sabonete / Pego uma canção e vou cantando sorridente / Duchas Corona, um banho de alegria num mundo de água quente”.

O lembrete é pertinente e a propaganda, aqui, é gratuita.

Clique aqui para recordar o comercial.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Foto: Associated Press (1969)

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

 

Afinal, quem disse em 1962 que “o Brasil não é um país sério” ?

•  A frase foi erradamente atribuída a Charles de Gaulle. O ex-editor do Jornal Nacional, Luiz Edgar de Andrade, falecido na semana passada, foi personagem involuntário de uma das primeiras fake news internacionais.

•  O termômetro judicial da Covid-19: são 10 mil novas ações trabalhistas.

•  Decisão judicial concede 45 dias de licença remunerada para auxiliar de enfermagem.

•  As liminares que estão criando novas modas.

•  Projeto de lei quer disciplinar abertura de novas contas nas redes sociais.

Geraldo Bubniak / Fotoarena

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

 

Brasil é o país em que mais se mata tendo o futebol como motivação

  A primeira contagem - faltando dados de alguns países menos ligados - já passa de 1.500 vítimas.

  Tribunais estimam cerca de 2.200 recuperações judiciais até final de 2020.

  TJRS elege Armínio Abreu Lima da Rosa como novo integrante do TRE-RS.

  A mudança do regime conjugal de bens do casal Odebrecht.

  STF decide que procuradores da Fazenda Nacional não têm direito a férias de 60 dias. E os outros?

  Importação de sementes de cânhamos fica suspensa. Seria psicotrpopico?

Fux alerta juízes sobre os efeitos da Recomendação nº 62 do CNJ

• A dose dos remédios jurídicos recomendados por Toffoli “não pode matar a sociedade doente e gerar uma crise sem precedentes na segurança pública nacional”.

• STF julga dia 17 a ação direta de inconstitucionalidade da AMB contra parte do artigo 144 do CPC.

• O leitor sabe o que significa comorbidade? Está na moda.

• Melhores sinais na Europa na evolução do coronavírus.

• Piores sinais em residências brasileiras durante a quarentena.