Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), terça-feira,
31 de março de 2020.

Presidente de tribunal evoca o amor em solenidade com salão lotado



Arte EV sobre foto do TRT-15 (Divulgação)

Imagem da Matéria

No dia 12 de março, uma quinta-feira, quando a epidemia do coronavírus já preocupava, sanitaristas recomendavam isolamentos, e médicos sugeriam distância física entre as pessoas, etc. o TRT da 15ª Região (Campinas/SP) fez um evento, com salão lotado, em que - segundo o próprio tribunal - “personalidades e instituições que prestaram serviços relevantes à cultura jurídica foram homenageadas”.

O saite do tribunal segue mantendo detalhes, em sua página de notícias publicada na sexta-feira (13):

Os desembargadores do TRT da 15ª Região reuniram-se nesta quinta-feira (12), em sessão plenária solene, para homenagear personalidades, autoridades e instituições que prestaram relevantes serviços à cultura jurídica ou à Justiça do Trabalho. No total, 33 pessoas físicas e jurídicas receberam o Grande Colar e a Medalha Ouro da Ordem do Mérito Judiciário da Justiça do Trabalho da 15ª Região durante a cerimônia de abertura do Ano Judiciário do Trabalho. Figuraram na lista de condecorados, entre outros, magistrados, advogados, juristas, servidores públicos civis e militares, médico, profissionais de comunicação, diplomata e instituições de todas as Regiões do Brasil”.

No mesmo dia (13) da publicação sobre a efeméride do dia anterior, o próprio TRT-15 anunciou a organização de providências internas para enfrentar a epidemia.

Mas as publicações não fazem alusão ao discurso da presidente do TRT-15, desembargadora Gisela Rodrigues Magalhães de Araújo e Moraes, que aparece em duas dezenas de fotos sobre o evento. O palavrório gravado em imagem e áudio vazou ontem (23) nas redes sociais.

Na parte compartilhada entre internautas incrédulos, a doutora Gisela assim se expressa:

“Quero descansar o coração de todos. Por mais que a gente
tenha esse coronavírus aí, que está atrapalhando e vai atrapalhar
um pouquinho os nossos futuros aí, dias e meses, hoje esta
solenidade foi feita de aperto de mão, foi feita de beijo, foi
feita de abraço, e quando a gente faz isso com amor,
a gente não pega vírus, não é?”.

Veja as imagens e ouça o som com a pregação ao amor.

 

A seguir a desembargadora Gisela foi aplaudida. A câmera não mostra se as palmas foram unânimes, mas exibe a magistrada se aplaudindo.

“Parabenizamos cada um dos homenageados que recebem tão significativa comenda. As ações desenvolvidas por todos os agraciados são uma contribuição na construção de um mundo melhor e cidadão, bem como de uma sociedade justa e fraterna”, também afirmou a desembargadora Gisela Moraes.

A presidente do TRT-15 destacou, ainda, que “o compromisso social de cada um dos homenageados engrandeceu o Judiciário brasileiro”.

Firulas e liturgia do poder

Estas firulas virtuosísticas – geralmente sem objetividade prática que favoreça a melhor prestação jurisdicional - adornam palcos institucionais e procuram apregoar grandeza aos atos e atitudes dos membros da hierarquia e do andar de cima. Ali, medalhas, colares e diplomas fazem parte da rotina.

Entrementes, a publicação oficial do tribunal informa que, “neste ano, prestigiaram a mesa de honra da cerimônia o ministro do TST Luiz José Dezena da Silva; o secretário municipal de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Campinas, Peter Panutto, que representou o prefeito Jonas Donizette; o vereador Vinícius Camargo Gratti, que representou o presidente da Câmara Municipal de Campinas, Marcos Bernardelli; o desembargador do TJ-SP Euvaldo Chaib Filho, que representou o presidente daquela Corte, Geraldo Francisco Pinheiro Franco; o juiz diretor de Cidadania e Direitos Humanos da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Marcus Menezes Barberino Mendes, que representou a presidente da Associação, juíza Noemia Aparecida Garcia Porto; o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho da 15ª Região, Dimas Moreira da Silva, que também representou o procurador-geral do Trabalho, Alberto Bastos Balazeiro; o chefe do Estado-Maior da 11ª Brigada de Infantaria Leve, coronel da infantaria Cláudio Boaventura Martins, que representou seu comandante, o general de brigada Edson Hiroshi; e o presidente da subseção de Campinas da OAB, Daniel Blikstein, que também representou o presidente da Seção de São Paulo da OAB, Caio Augusto Silva dos Santos”.

Do barroco ao clássico

Fica-se sabendo, também, que “as homenagens começaram com uma apresentação do trio da Camerata Filarmônica de Indaiatuba (SP) que foi do barroco ao clássico com a execução de minuetos de Johann Sebastian Bach e de Wolfgang Amadeus Mozart, além de um tema de Henry Purcell”.

Participaram do espetáculo as musicistas Sabrina Passarelli (violoncelo), Cláudia Caroline (violino) e Hellen Mizael (viola), que se apresentaram emolduradas pelos lanceiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

“As musicistas foram muito aplaudidas, por meio de palmas da erudita plateia” - irradiou ontem uma muito ouvida rádio-corredor campinense.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Montagem EV sobre foto Visual Hunt

Mexam-se em todos os fóruns!

 

Mexam-se em todos os fóruns!

Corregedora-geral da Justiça estadual gaúcha prioriza o cumprimento dos processos que envolvam pedidos de liberação de alvarás pendentes de análise ou expedição. Todos os juízes gaúchos foram cientificados, por ofício eletrônico na manhã deste sábado (28). A necessidade de priorização da circulação de recursos financeiros.