Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira ,13 de dezembro de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/fechamento.jpg

A disputa pela herança do cantor Emílio Santiago



Foto: LETRAS.mus.br

Imagem da Matéria

 A herança da ´voz´

A Justiça do Rio determinou que os imóveis deixados pelo cantor Emílio Santiago (* 1946; + 2013), em Recife, Rio e São Paulo, fiquem por ora fechados.

A herança é disputada por uma mulher que diz ser irmã, um rapaz que garante ser filho e por um suposto ex-namorado.

Em um congresso de otorrinos e cirurgiões de cabeça e pescoço realizado em 1990, fonoaudiólogos relataram que, pelas análises técnicas de seu timbre, Emílio Santiago tinha “a voz mais perfeita do Brasil”.

Ele morreu após sofrer um AVC isquêmico, por falta de circulação sanguínea no cérebro.

 Os esdrúxulos

Embora ainda nem mesmo tenha sido indicado oficialmente, Eduardo Bolsonaro já começa a receber demandas esdrúxulas de seus pares. Um deputado pediu ao 03 “uma forcinha para obtenção de um visto americano”...

Outro, com igual senso de ridículo, incumbiu o provável futuro embaixador de agendar uma audiência entre o pedinte e Donald Trump.

 Comercial amarelo

O Banco do Brasil coloca no ar, nesta semana, sua nova campanha publicitária, produzida pela agência WMcCann. O lançamento ocorre 100 dias depois de Jair Bolsonaro mandar tirar do ar o filme anterior, que destacava a diversidade. A nova peça, já vista na intranet e em telões nas sedes do banco, é bem mais conservadora do que a anterior.

Fica visível, porém, a preocupação dos criadores em entregar um produto que não seja criticado pela falta de pluralidade.

O filme é estrelado por atores de 50 perfis diferentes. Quase todos vestem amarelo, a cor do banco.

Ao fundo, o locutor anuncia: "Tem gente que acha que nunca sai bem nas fotos, mas quando você abre uma conta no ´app´ do BB, sempre sai bem". Em seguida, a voz lista os benefícios disponíveis aos correntistas do banco.

• Fica para 2020

No calendário de privatização do governo ficou decidido que a dos Correios ocorrerá imediatamente após à da Eletrobrás.

Se o calendário político não enrolar, ocorrerá em fevereiro.

 Apavorado$...

A prisão de Raul Messer, o doleiro dos doleiros, apavora muita gente que operou com ele nas últimas décadas.

A angústia aflige duas pencas de pessoas: cinco jogadores de futebol e cinco cartolas.

 Advocacia irregular

Sentença proferida pela juíza federal Daniela Tocchetto Cavalheiro, da 2ª Vara Federal de Porto Alegre, julgou procedente em parte – na última sexta-feira (16) - uma ação civil pública da OAB-RS contra a Asseprev Assessoria e Cobrança Ltda. e contra seu titular, advogado Larri dos Santos Feula (OAB-RS nº 42.573).

O julgado monocrático – contra o qual ainda cabe recurso de apelação – determinou aos dois réus (advogado e empresa) o pagamento solidário de uma reparação por danos morais coletivos no valor de R$ 100 mil e a extinção da empresa Asseprev.

Em março do ano passado, a Ordem gaúcha já havia obtido a tutela antecipada para a suspensão imediata de publicidade da Asseprev sobre o exercício da advocacia, bem como a divulgação dessa atividade em seu saite. (Proc. nº 5006332-56.2018.4.04.7100).

Leia a íntegra da sentença, clicando aqui.

Leia na base de dados do Espaço Vital
Empresa de cobranças é proibida de divulgar atividades de advocacia


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Penduricalho de R$ 528 milhões para advogados da AGU é alvo de ações no STF

 Valor se refere aos honorários de sucumbência. Comparativamente aos dez primeiros meses de 2018, a vantagem financeira , este ano, foi R$ 20,5 milhões maior.

 Senado aprova o nome de Tania Reckziegel, do TRT-RS, para mandato no CNJ.

 Prazo para filhas reclamarem direitos trabalhistas após a morte do pai começa a contar aos 16 anos.

TST terá a primeira mulher presidente a partir de 2020

• Ela é Maria Cristina Peduzzi, 67 anos, nascida em Mello (Uruguai), criada em Bagé (RS) e optante pela cidadania brasileira.

•  TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho. Precedente é oriundo de Pelotas (RS).

• Juiz Orlando Faccini Neto será o novo presidente da Ajuris. ´Rádio-corredor´ forense elogia: “É magistrado exemplar e de linha dura”.

 Concurso para juiz de Direito no RS aprova 29 candidatos. Os inscritos foram 14 mil.

 Agência antidoping tira Rússia de competições por quatro anos.

 TRF-4 limita prazo para que o INSS analise pedidos de idosos.

Bacharel formado em 1982 não precisa prestar Exame de Ordem

· Limite de isenção para compras no exterior vai dobrar para US$ 1.000.
· Antecipação de tutela obriga Flamengo a pagar R$ 10 mil mensais às famílias de 13 jovens jogadores que morreram e ficaram feridos no incêndio do Ninho do Urubu.
· Preso perito judicial que fraudava laudos contábeis.
· Possibilidade de mais compras no exterior sem tributação.

STJ edita nova súmula

•  Verbete nº 638 dispõe sobre a abusividade de cláusula em contratos bancários.

•  Prisão temporária de juiz baiano passa a ser preventiva.

•  Efeito 6 x 5 do STF solta o irmão de José Dirceu.

•  Rogério Mendelski deixa a Guaíba e ingressa na Band.

•  Recusa de retorno ao trabalho não afasta direito de gestante à estabilidade.

•  Lula pede no STF a anulação da condenação no TRF-4 pelo sítio de Atibaia.

•  Marcelo Odebrecht trabalho comunitário na Justiça Federal de São Paulo.

•  Palocci delata duas “ex-companheiras”.

Atraso de FGTS não é motivo para rescisão indireta do contrato

  TRT-4 entendeu que a ausência de depósitos não configura falta grave a ponto de tornar impossível a continuidade da relação de emprego.

  Defesa de Lula pedirá a anulação total da ação penal sobre o sítio de Atibaia. Petição de apelação tem 1.386 páginas.

  Mais de 1,2 milhão de mulheres sofreram violência entre 2010 e 2017.

  Cúmplice do ‘doleiro dos doleiros’ tinha tabela de propina a policiais.

 Mais agilidade na imigração de brasileiros que ingressam nos EUA.

  Morre Seabra Fagundes, presidente da OAB que sofreu atentado na ditadura.