Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 15 de outubro de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

Os riscos do uso de ácido tioglicolato de amônia em salões de beleza



Arte de Camila Adamoli sobre foto Visual Hunt (imagem meramente ilustrativa)

Imagem da Matéria

· Alopecia

O título aí acima define uma doença caracterizada pela perda de grande quantidade de cabelos do couro cabeludo ou de qualquer outra região do corpo.

Ação que tramitou na 6ª Vara Cível de Porto Alegre condenou o salão porto-alegrense Alison Salles Hair Stylist a indenizar um servidor público que – considerando-se cabeludo demais e pretendendo reduzir o volume de seus cabelos - submeteu-se a uma aplicação de “ácido tioglicolato de amônia”, fabricado pela empresa Logitex.

O resultado desastroso foi comprovado por avaliação médica: perda capilar de expressão, causada por “má utilização do produto, que causou alopecia devido à fratura generalizada dos cabelos”.

Pelo reconhecido acidente de consumo, o salão devolverá o que cobrou (R$ 120) pelo tratamento (?) e pagará indenização de R$ 5 mil.

O advogado Eduardo Ramos, que representou o consumidor, sustentou que “o dano moral foi decorrência do sentimento negativo do tratamento, além do vexame social, humilhação e vergonha”.

Já há trânsito em julgado. (Proc. nº 001/1.16.0097151-3).

• Farpas familiares

Quase todos os dias se fala em quizilas pessoais envolvendo desavenças via redes sociais, e que se transformam em potins para a série ´A vida como ela é´.

Mais uma briga que começou no Facebook foi parar no TJ do Rio. É que uma mulher fez uma montagem estampando o rosto da própria irmã no corpo de um macaco. A legenda foi mais acre: “Minha irmã mais velha quando faz selfie”.

A divergência se transformou em ação cível reparatória por dano moral. A mais jovem pagará reparação moral para a mana mais velha: R$ 4 mil. A família é de classe média alta.

· Massagem diferente

Depois da sisudez e complexidade das notícias sobre hackers brasileiros, suas ramificações internacionais e seus possíveis patrocinadores, a descontração do mês ficou por conta da cantora brasileira Annita. Foi durante uma entrevista, na sexta-feira, no talk show “The Juanpis Live Show”, na Colômbia.

Após assuntos convencionais, a artista fez uma revelação que deixou o público de queixo caído: a de que, no Brasil, ela já fez um “curso para...tocar testículos suavemente”. As informações são da revista IstoÉ.

A dica de Annita: “Usa-se só as mãos, para massagem tântrica, nas partes íntimas. Aprende-se contratando um professor e um modelo… Um cara se chega, e o professor explica e demonstra pacientemente como se faz o movimento – não é propaganda enganosa”.

Ela jurou estar falando a verdade e garantiu ter aprendido.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Arte EV sobre fotos Camera Press

Uber condenada a ressarcir bens esquecidos num veículo

 

Uber condenada a ressarcir bens esquecidos num veículo

• O motorista confirmou ter encontrado dois celulares e objetos de maquiagem, mas a devolução não ocorreu.

 Nova condenação de Sérgio Cabral eleva as penas a 266 anos.

 Advogado de Lula defenderá senegalês acusado de corrupção nas Olimpíadas de 2014.

• Sargento da FAB preso com cocaína isenta os demais tripulantes.

Pintura de Nick Mancini

Ironia das redes sociais: anulação do julgamento de Tiradentes, porque o delator falou por último

 

Ironia das redes sociais: anulação do julgamento de Tiradentes, porque o delator falou por último

 Ao ser enforcado em 1972, o herói brasileiro não tinha desfrutado do pleno direito de defesa...

 Como a morte é irreversível, a reparação moral seria uma Medalha Suprema, a ser entregue aos herdeiros vivos.

 Gretchen vai ajudar estudantes nos preparativos para o ENEM.

 Doleira Nelma Kodama já está sem tornozeleira.

 Lembrete: a história dos 200 mil euros levados na calcinha.

  Wesley e Joesley Batista também livres das tornozeleiras.

Imagem de Simon Matzinger - Montagem/edição: Gerson Kauer

As relações humanas se renovam e nos surpreendem a todo momento

 

As relações humanas se renovam e nos surpreendem a todo momento

 Direito, ou não, à pensão previdenciária quando as três pessoas estão envolvidas num casamento e numa relação homoafetiva paralela.

 O STF está decidindo (5x3 até agora) a partir de dois âmbitos jurídicos: o Código Civil e a lei previdenciária.

 O presidente Dias Toffoli pediu vista. Dois ministros ficaram ausentes.

 Como se chama um caso assim? É triângulo biafetivo, ou triângulo homo e heteroafetivo?