Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 18 de junho de 2019.
https://www.espacovital.com.br/images/smj.jpg

“Democracia em Vertigem” exibirá, na Netflix, os bastidores da queda de Dilma Rousseff



 Colchão usado

A partir do próximo dia 19, a Netflix disponibilizará o documentário “Democracia em Vertigem”, dirigido pela cineasta Petra Costa. O enredo mergulha nos bastidores da queda de Dilma Rousseff.

Numa das cenas mais impactantes, servidores do Palácio da Alvorada preparam a mudança para a saída definitiva. Carregam roupas, retratos, e até o colchão de casal usado pela presidente deposta.

Mas não fica por aí o impacto do documentário. A cenas tantas, o filme mostra como um deputado – até então sem maior realce – conseguiu flanar na onda antipetista. Numa sequência, ele recebe um cinegrafista, exibindo-lhe orgulhoso uma galeria de retratos dos presidentes dos anos de chumbo. As cenas se passam no gabinete do então deputado federal Jair Bolsonaro.

 Mantenham distância!

A ministra Rosa Weber, do STF, suspendeu acórdão do Tribunal de Contas da União que dispõe que a OAB está sob sua jurisdição e deve prestar contas para controle e fiscalização. A decisão liminar é de sexta-feira (7).

A decisão do TCU foi proferida em processo administrativo, com acórdão publicado em novembro de 2018 que concluiu que “a OAB é uma autarquia e a contribuição cobrada dos advogados tem natureza de tributo”.

No mandado de segurança, o Conselho Federal da OAB sustentou que “o ato do TCU atenta contra direito líquido e certo de não submeter suas contas ao controle e à fiscalização de órgãos públicos, notadamente porque não integra a administração pública e em razão da função institucional que exerce e das garantias constitucionais de autonomia e independência que ostenta”. (MS nº 36.376).

 O preço do surto

A Santa Casa de São Gabriel (RS) pagará R$ 8 mil de indenização por danos morais a um terapeuta agredido por paciente da ala psiquiátrica durante um surto psíquico. A decisão é da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. O julgado revisou o entendimento da Vara do Trabalho de São Gabriel, que negou a indenização sob fundamento de que “ao concordar em trabalhar com pacientes que possuíam distúrbios químicos ou mentais, o terapeuta estava ciente dos riscos”.

Para a relatora do recurso, desembargadora Tânia Regina Silva Reckziegel, "ainda que se entenda inerente à função do autor presenciar situações peculiares decorrentes de distúrbios de pacientes, por certo que não é razoável concluir que a submissão a agressões físicas seja inerente à função desenvolvida pelo empregado”. (Proc. nº 0020492-23.2017.5.04.0861).

 A importância de uma letra

No caso aí de cima, houve escorregão de digitação no acórdão do TRT-4: “Quanto ao furto no estabelecimento da empresa, foi trazido aos autos BO realizado pelo reclamante”.

Percebe-se o equívoco, na aposição de um ´, onde deveria ser ´s´, ainda não corrigido na publicação oficial. Erro material, claro.

Afinal, furto é “o ato se apoderar de coisa móvel pertencente a outra pessoa, sem a anuência desta”. E surto é “o aparecimento inesperado de algo; crise; manifestação intensa de um fenômeno favorável ou desfavorável”.

• Escreva direito

Tudo a ver com o vernáculo, o EV inicia na próxima sexta-feira (14) um espaço semanal com a assinatura de Paulo Ledur, professor de Português e titular da Agê Editora.

Ledur pretende ajudar a evitar a repetição de pequenos e grandes erros de escrita em peças advocatícias e jurisdicionais.

O tema da estreia será “O uso correto do verbo POSSUIR”. Bom para advogados, magistrados, promotores, assessores e estagiários.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Meme das redes sociais sobre charge de Quinho

O desafio de manter a privacidade na era digital

 

O desafio de manter a privacidade na era digital

 Criados para o controle de pais sobre os celulares de crianças, ou de patrões sobre funcionários com aparelhos empresariais, softwares começam a atrair outra clientela: os interessados em espionar os parceiros.

• Advogado Rafael Berthold a cada 15 dias no Espaço Vital: metáforas forenses, namoros de advogados, escorregões cartorários e esquecimentos jurisdicionais.

 Procon divulga o ranking das dez empresas que mais desrespeitam o consumidor.

 Gleisi Hoffmann recebida com pompa, honras e fotos no Conselho Federal da OAB. Redes sociais dizem que “é o PT se preparando para a tomada da Ordem”.

Pichação nos muros: “Volte a comer a bola, Neymar!”

 Rezem! O STJ vai decidir, breve, até onde vai o poder dos plano$ de $aúde.

• Fiquemos de olho na ANS e na ANAC: ela$ não go$tam de consumidores.

 Gebran Neto, do TRF-4, rejeita exceção de suspeição interposta pela defesa de Lula.

Camera Press (reprodução)

Ministro Barroso homenageia as mulheres em evento: “Lute como elas!”

 

Ministro Barroso homenageia as mulheres em evento: “Lute como elas!”

 Presente em exposição no Museu da Justiça, no Rio, foi aclamado com a expressão “Ele é fofo!”.

 Deputado federal faz acordo com juiz, após dizer que ele "julgou com a bunda". Compensação será de R$ 25 mil.

 Prédio da sede da Odebrecht é vendido (R$ 430 milhões) para o Fundo Soberano de Singapura.

 Advogado gaúcho Sérgio Eduardo Martinez é co-autor de livro que será lançado em São Paulo.

Charge de André de Souza – Jornal O Imparcial – Araraquara (SP)

João de Deus vira batata quente no STF

 

João de Deus vira batata quente no STF

 Ministros do Supremo – alegando ”razões de foro íntimo” rechaçam a relatoria de habeas corpus interposto pela defesa do líder religioso.

 Tartarugas reais (e lentas!) agora também no Aeroporto Salgado Filho!

 As idiossincrasias, em três momentos, do ex-governador Sérgio Cabral (MDB-RJ), explicando sua intimidade com o propinoduto.

 Condenação de Magazine Luíza por impedir que vendedora batesse ponto que comprovasse mais de duas horas extras diárias.

Imagem Grupo Check

Cuidados ao receber ofertas para “veiculação gratuita em lista eletrônica” !

 

Cuidados ao receber ofertas para “veiculação gratuita em lista eletrônica” !

· A abordagem é feita em aeroportos e grandes feiras. O suposto formulário de autorização contém cláusulas que autorizam a editora a cobrar imediatamente. Golpes semelhantes estão sendo também aplicados na Serra gaúcha.

· A sogra que foi enganada pelo genro.

· O “efeito orloff” no Palácio da Alvorada.

· O empresário que – um dia antes de ser preso - visitou o governador Wilson Witzel (RJ) e o deputado Rodrigo Maia.