Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira ,06 de dezembro de 2019.

Cartão amarelo para cronistas esportivos equivocados



Há um novo blog esportivo no ar fadado a - em muitas de suas inserções - agradar a grande maioria da metade gremista do RS: é a Corneta do RW. E, possivelmente, desagradar os 50% colorados (ou quase isso).
 
Em pouco mais de três meses, a Corneta já alcançou 33.500 acesos. Segundo seu criador, o engenheiro Ricardo Wortmann, a veiculação feita aqui no Espaço Vital, na edição de 22 de maio,  sobre a recusa de Paulo Roberto Falcão em dar entrevista a Zero Hora ("Põe uma foto minha 3x4 no seu jornal") - fato que foi repercurtido inicialmente pela Corneta do RW - auxiliou a impulsionar o blog.
 
Wortmann explica que "o blog é gremista e foi criado para interagir, entre amigos, a corneta sobre futebol.  Um dos assuntos principais é a critica contra os ´tudólogos´ da imprensa. Na verdade foi isto que alavancou o blog. Cheguei a um ponto que tive que assumir o lado azul. É impossível esconder isto. Preferi assumir isto do que ser um blogueiro enrustido clubísticamente".
 
Ele avalia que tem muitos leitores vermelhos - em menor quantidade do que os gremistas, claro. "O que era para ser um divertimento entre amigos tomou um rumo diferente.  O maior número de acessos é da classe de jornalistas, já recebemos também menções no Sala de Redação".
 
Uma das características da Corneta do RW é criticar os erros da imprensa esportiva do RS. Há pouco mais de uma semana, Wortmann apontou que Zero Hora havia subtraído uma das conquistas (Copa do Brasil) feitas por Wanderley Luxemburgo. No dia seguinte, o jornal inseriu a correção.
 
A Corneta tem batido na tendenciosidade das notas que os atletas da dupla Gre-Nal recebem, após cada jogo, dos cronistas de Zero Hora. Sempre os graus maiores vão para jogadores do Inter, mesmo que eles tenham atuado apenas alguns minutos.
 
Nesta segunda-feira, o blog está corrigindo o Esporte Espetacular (Rede Globo) que atribui a Celso Roth o lançamento de Ronaldinho Gaúcho como atleta do Grêmio.

No sábado (2), foi publicada interessante matéria por Zero Hora, ao mostrar o que faz, atualmente, o festejado árbitro do passado Agomar Martins Röhrig - sargento reformado do Exército, hoje dono de motéis e cantor (amador, claro) em algumas noitadas porto-alegrenses.
 
Embora realmente agradável o texto publicado por Zero Hora, Wortmann tirou um sarro em cima da matéria, apontando dois erros (crassos?). Primeiro: ao contrário do que afirmado pelo jornal da RBS, o árbitro que mais apitou Gre-Nais foi o competente Carlos Rosa Martins. Aposentado da PGE-RS, onde era assessor, Martins hoje atua como corretor de imóveis.
 
Outro erro apontado pela Corneta: o texto de Zero Hora atribuiu a Agomar ter, em 1968, aplicado um cartão vermelho em Pelé, ao expulsá-lo de campo. Na época não havia a previsão de aplicação desses cartões pela arbitragem. Eles foram instituídos a partir de 1970.
 
A propósito: como homem comum do bairro Menino Deus, Carlos Martins almoçava ontem (3) - sem ser notado - com a esposa, na Churrascaria Dom Henrique. Ao sair dali, caminhando pela Av. Getúlio Vargas, Martins usava um discreto boné azul na cabeça. E não foi reconhecido praticamente por ninguém.
 
Conheça o blog Corneta do RW.
http://cornetadorw.blogspot.com.br/

.....................

Nota da redação

 
O Espaço Vital pesquisou em diversos saites. Carlos Martins teria apitado 25 Gre-Nais; Agomar Martins, 23. Mas há algumas controvérsias.

(A conferir, aceitando-se, também, comentários da chamada "velha guarda" do esporte, que tenha boa memória sobre as décadas 1960/1970)

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Se a boa-fé for violada, cessa a proteção do bem de família

A ninguém é dado beneficiar-se de sua própria torpeza. O STJ nega provimento ao recurso de um empresário que ofereceu seu imóvel como garantia na negociação de R$ 650 mil em dívidas e, depois, alegou que ele não poderia ser penhorado por constituir bem de família.

Ação gaúcha por improbidade administrativa vai completar 18 anos no TJRS

Processo oriundo da comarca de Osório (RS), onde começou em 28 de dezembro de 2001, teve sentença que condenou o ex-prefeito Romildo Bolzan Júnior (1993/1996) – atual presidente do Grêmio - e um secretário municipal a indenizarem R$ 700 mil de prejuízos ao erário municipal. Cálculo extraoficial sugere o valor atualizado de R$ 3,8 milhões, sem computar os juros legais.

 

Quadro parado a partir de imagens do cinegrafista Edu Bernardes (Rede Globo)

O goleador desprezando um governador: o drible do ano!

 

O goleador desprezando um governador: o drible do ano!

O papelão feito pelo governador do Rio, Eduardo Witzel (PSC), após a vitória do Flamengo sobre o River: misturou-se a dirigentes e atletas e ajoelhou-se diante de Gabigol, que logo se afastou.  Quando era juiz federal, Witzel já teve viralizada, em telejornais e nas redes sociais, uma palestra em que ensinava a colegas uma “engenharia” para aumentar os penduricalhos.