GrĂªmio e Flamengo: criador versus criatura!


Sem spoiler, explicarei o título bem ao final da coluna. No futebol, como na política, não dá para fazer profecia nem sobre o passado. É difícil dizer se o Grêmio conseguirá chegar entre os dez do Brasileirão.

Em tese não seria tarefa complexa. Afinal, com uma folha salarial altíssima e em dia, a obrigação seria de entrar na luta pelo título ou, no mínimo, pela vaga direta na Libertadores.

Mas não é tão simples. Afinal, quem diria que o Grêmio seria desclassificado na Libertadores por um pequeno time do Equador, e depois por um time um pouco melhor do mesmo Equador, desta vez da Copa Sul Americana?

Quem diria que o Grêmio seria goleado pelo Santos (4x1), com falhas inomináveis de jogadores e do goleiro – tendo no plantel Chapecó e Breno? Quem diria que o Grêmio perdesse jogando-quase-dormindo para o Palmeiras (2x0), com falhas do goleiro, tendo os dois goleiros (Breno e Chapecó) no plantel?  Isso custou duas desclassificações. Somando com a dos sucos Del Vale e LDU, são quatro desclassificações em menos de um ano.

Pois é. Quem diria que o Grêmio, no tão odiado Brasileirão, fizesse até agora, em 16 jogos, apenas 1 ponto em média por jogo? Deve ter esquecido que uma vitória vale três empates.

Em futebol tudo é possível. Impossível fazer prognose.

O torcedor está em um cansaço. A melancolia toma conta. Por quê? Porque se der certo, não rebaixa. Se der errado, rebaixa.

Pessimismo? Não. Realismo.  O jogo que o Grêmio venceu o foi por circunstâncias. Poderia ter perdido para o Bahia, por exemplo. 

Paradoxalmente, o teste do time não será no Brasileirão – que sempre foi desprezado. O teste do Grêmio será contra o Flamengo, em uma Copa que o Grêmio sempre tanto amou. Porque enfrentará aquele que, nos últimos três anos, ajudou a afundar o time. Trouxe bondes e mais bondes, alguns deles atrapalhando o estacionamento tricolor.

Renato enfrentará alguns bondes que ele indicou.

Olharei o jogo de quarta-feira com esse viés. O criador versus a criatura.

Engraçado isso, não?