Cura para a orquite


A 100 metros do fórum da média comarca, o ativo escritório do advogado João Pedro funciona no terceiro andar de um prédio. No primeiro andar do mesmo edifício existe o movimentado consultório médico do Doutor João Carlos.

Certo dia, um humilde cidadão chega à portaria do prédio e pergunta onde poderia ser atendido pelo “Doutor João”. O porteiro indica a sala do terceiro andar.

O detalhe é que o cidadão não busca um advogado. Mas, sim, um urologista para tratar a dor em um dos testículos. Discreto, obviamente não refere isso ao porteiro.

E, assim, o visitante vai bater no escritório do advogado. De chegada, diz à secretária que deseja consultar com o Doutor João, “por uma questão íntima”.

Admitido ao gabinete do profissional, depara-se com uma mesa cheia de processos e papéis. Logo atrás, sentado, está o Doutor João Pedro. Ele não usa jaleco branco, mas veste terno e gravata,

- Boa tarde, qual o seu problema, senhor? – pergunta o advogado.

- Estou com o testículo esquerdo incomodando muito. Imagino que esteja inflamado – responde o visitante.

O doutor João responde:

- O senhor veio ao local errado...

E abrindo um livro de Medicina Legal, o advogado prontamente expõe:

- Talvez o seu problema seja uma orquite esquerda. Orquite é o nome que a medicina dá à inflamação de um dos testículos, ou de ambos. Acredito que o atendimento apropriado possa ser prestado na clínica do Doutor João Carlos, no primeiro andar, neste mesmo edifício. A minha atividade, aqui, é o Direito.

O enfermo - estressado com a dor - solta um abstrato palavrão e exclama:

- Não sabia que a medicina da cidade estava tão adiantada. Tem até especialistas de testículo esquerdo e de testículo direito!

E, então, sai porta afora.

Até hoje, o Doutor João Pedro não soube se a orquite unilateral foi solucionada no consultório do Doutor João Carlos. Não é segredo de justiça; é segredo médico.