Falc√£o presidente do Inter...


Para tudo o que se faça é preciso conhecimento. A ignorância acerca de determinados temas desmascara o "jornalista".

Foi divulgado no "canhão da comunicação" do Rio Grande do Sul que eu estaria articulando reuniões em nome do I9 (movimento político do Internacional), para lançar a candidatura do meu amigo Paulo Roberto Falcão para a presidência do Colorado.

A notícia é tão falsa quanto uma nota de três reais. Além disso, seria o meu atestado público de ignorância sobre aquilo que devo conhecer: as regras estatutárias do Internacional. Há um pressuposto inalcançável para a pretensa candidatura: o Falcão não é conselheiro.

Sempre comunguei da ideia de ter o Falcão em alguma posição – um executivo de futebol, talvez - em favor do clube, valendo-nos do seu enorme prestígio no futebol mundial.

Eu por exemplo, ao contrário do que já fez um ex-presidente, não deixaria de levar o Falcão como treinador na Copa Audi, para ir com um ilustre desconhecido de treinador.

Em linguagem jornalística, sem qualquer alusão ao físico do autor da falsa notícia, trata-se de uma "barriga". Bem, mas errar quando há boa-fé é humano.

Mas fica a ideia e o convite público para que o Falcão integre a chapa do I9 para o Conselho Deliberativo, preenchendo o requisito normativo para a anunciada candidatura.