"Fomos enganados pela TAP!"


Por Patrícia Praetzel, arquiteta, consumidora brasileira desrespeitada pela TAP.
praetzel@portoweb.com.br

Meu marido (que é português) e eu viajamos regularmente a Portugal para visitar filhos, netos, etc... Em diversas ocasiões voamos TAP e, agora em 2018, não foi diferente. Dia 23 de abril embarcamos para Lisboa no voo TAP 104 partindo de Belo Horizonte, código da reserva QEK9ZV, às 17 horas. Deu tudo certo, como era de se esperar.

Retornamos ao Brasil em 25 de junho, voo TAP 003, partindo de Lisboa às 18h10 com destino a Natal, voo TAP 003, o mesmo código de reserva da ida, mas dessa vez tivemos uma surpresa.

O embarque foi feito de ônibus, que nos levou até a aeronave, estacionada no último local possível do aeroporto. Realmente, acho que ela estava escondida!

Ficamos surpresos e chocados quando o ônibus parou ao lado de uma aeronave TOTALMENTE BRANCA.

Não havia nada nada escrito no avião, nenhum tipo de identificação, nem prefixo...NADA!

Meu marido, sem entender o que aquilo significava, perguntou a um funcionário que nos recebia ao descer do ônibus “Que avião é este?"

E a resposta foi que “é um avião fretado”. Objetivamente: uma aeronave alugada pela TAP para nos trazer de volta ao Brasil.

Nós compramos passagem da TAP e estávamos embarcando num avião que não era da TAP. Pior, não sabíamos a origem da aeronave.

Fomos recebidos por uma tripulação que não era da TAP, a tripulação (e o piloto, obviamente) era de uma tal Hi FLY !

Alguém já ouviu falar na HI FLY? Eu jamais compraria uma passagem de uma tal HI FLY para fazer uma viagem intercontinental.

Tem mais...aliás, tem de menos:

A aeronave não tinha nada daquilo a que estamos acostumados numa viagem de longa duração. Os fones não funcionaram pois não havia nada a escutar, ante a inexistência de canais de música. Não havia monitor para entretenimento junto aos assentos. E não havia nem mesmo um único monitor que pudesse atender todos os passageiros. Nem tampouco revistas ou jornais.

A aeronave não tinha nada daqueles imprescindíveis acessórios a que estamos acostumados numa viagem de longa duração.

Fomos enganados pela TAP e vamos solicitar indenização pelo acontecido!
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Nota do editor

· A Hi Fly é uma companhia aérea privada portuguesa, que opera no fretamento de aviões comerciais com tripulação, manutenção e seguro incluídos. Dispõe de oito aeronaves.

· Uma consulta feita ontem (28), às 21h no saite da TAP, não alcançou informações de que a empresa esteja substabelecendo voos, ao Brasil, a outras companhias.

· Em maio de 2015 o governo de Arábia Saudita cancelou a permissão de pousos à Hi Fly, por esta ter aterrado em Israel um avião com o logotipo da Saudi Arabian Airlines.