Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira, 21 de agosto de 2018.

Potins desta terça-feira



• Porto Alegre é demais...

Para a série “Livre Domínio dos Flanelinhas”, advogado com escritório na Rua General Vitorino registra que, há três meses, apareceu por ali – na quadra entre Marechal Floriano e Vigário José Inácio - um inovador operador de estacionamento público.

Ele enfia várias motos entre os carros estacionados, com o que ninguém sai sem, antes, submeter-se ao compulsório pagamento da tabela dele – que também socializa o ticket do estacionamento.

A EPTC não aparece por ali há várias semanas. E o Doutor Nelson, prefeito (PSDB) não está nem aí – ainda que fosse para determinar a um subordinado que fosse conferir.

• Faltam 31 semanas

Serão na última semana de novembro (entre os dias 26 e 30, a definir) as eleições da OAB-RS para a escolha da diretoria, conselho seccional e caixa de assistência, para o triênio 2019/2021.

O Gigantinho será o local único das seções eleitorais em Porto Alegre. A cessão feita pelo clube colorado é gratuita.

O atual presidente Ricardo Breier será, mesmo, candidato à reeleição. Tem muitos caminhos políticos já pavimentados e outros, poucos, ainda a pavimentar.

• Excelentes banhos

Sob a austera (...) gestão de Rodrigo Maia, a Câmara dos Deputados está abrindo licitação para trocar banheiras de hidromassagem dos apartamentos ocupados por alguns parlamentares.

A reforma, que inclui a substituição de aquecedores, chuveiros, duchas higiênicas e bancadas em granito, custará R$ 3 milhões.

• Benefícios e malefícios da maconha

Um desconhecido Mister Bud – que se intitula “ativista, empresário e maconheiro” - colocou no ar o www.maconha.com.br .

Ele anuncia como sua missão “transformar-se como referência onde as pessoas podem pesquisar fatos e dados referenciados e de qualidade para conhecer melhor a maconha, sua história, seus efeitos, indicações, benefícios e malefícios”.

Mister Bud não informa endereço físico, mas disponibiliza e-mail para quem quiser contatar sobre “as diversas visões sobre o tema sem preconceito ou ideologia política”.

• Quem quer?

Um Michel Temer bem-humorado – tal qual artista - abriu a porta do seu gabinete numa tarde dessas. Diante de uma antessala lotada de políticos e puxa-sacos, perguntou: “Alguém aí quer ser ministro?”.

Houve risadas e também quem depois cochichasse comparando o presidente com o canastrão Gardelon.

Mas ninguém se apresentou candidato.

• Ministro preferido

A propósito do desprestigiado presidente, sabe-se que elogios dele à sua equipe não devem ser levados a sério. Nas duas semanas que antecederam ao troca-troca ministerial, Temer repetiu uma frase pelo menos três vezes: "Este é o melhor ministro do meu governo".

Numa das ocasiões estava ao lado de Ricardo Barros (Saúde).

Na outra, de Mendonça Filho (Educação).

E num terceiro evento apontou para Fernando Coelho (Minas e Energia).

 Orelhões inúteis

Quase a metade dos 640 mil orelhões existentes no Brasil não foram utilizados um minuto sequer no ano passado.

A informação da Oi – que opera 76% do total - revela que 305 mil dos seus telefones públicos não registraram tráfego algum nos últimos 12 meses.

• Desembargadora ofensora

A desembargadora carioca Marília Castro Neves tem tudo, já em abril, para ser a magistrada mais questionada do ano (Gilmar, Lewandowski, Marco Aurélio e Tóffoli fora, porque estes são supremos).

Contra Marília – e seus desajuizados posts no Facebook - são cinco os procedimentos que estão no CNJ para analisar a conduta ofensiva desfechada à falecida vereadora Marielle Franco e a pessoas com síndrome de Down.

O mais avançado deles está na corregedoria do conselho, que já pediu informações à incontinente magistrada.

Segundo a “rádio-corredor” da OAB-RJ, Madame Tartaruga guarda prudente posição de expectativa, antes de decidir se entra em campo.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

 Número de advogados brasileiros supera a marca de 1,1 milhão

 Ação trabalhista de doméstica contra o ex-patrão João Dória, ex-prefeito de São Paulo.

 Lula: presidenciável ou “presodenciável”?

• Eduardo Cunha quer pagar parte da multa de R$ 5,7 milhões com dinheiro que está sendo repatriado do exterior.

• Uma ação do Flamengo contra o colorado Paolo Guerrero.

 Amiga de Dilma será a advogada eleitoral de HenriqueMeirelles. É milagre político.

 “Mãe União” garante curso em Lisboa para dois advogados.

 Cármen Lúcia recusa sala vip nos aeroportos.

 O aperto de Preta Gil e o impasse na devolução de um apartamento que ela não consegue pagar.

Potins desta sexta-feira

· Ciro Gomes prega que juízes e promotores voltem às suas caixinhas. E quer a restauração da autoridade do poder político.

· A cara feia de Cármen Lúcia.

· E a cara sorridente de magistrados mineiros bafejados por altos salários.

· A engraçada comédia dos candidatos à Vice-Presidência da República.

· Uma benção na sede do TRF-2, para afastar assombrações noturnas.

· Indenizações do DPVAT vão ter indenizações aumentadas. Mas o custo do seguro também vai subir.

Potins desta sexta-feira

 Negado vínculo de emprego entre carregador de tacos de golfe e o Country Clube de Porto Alegre.

 Um homem e sua união estável com duas mulheres

TRF-4 mantém liminar que impede governo do RS de arquivar a extinção da Fundação Piratini.

 CF da OAB diz que o modelo da Agência Nacional de Saúde e outras reguladoras está falido.

 Auxílio-acidente depois do auxílio-doença.

 MPF vai pedir, em agosto que Adriana Ancelmo volte para a prisão.

Potins desta sexta-feira

•  Cartazete em escritório de advocacia gaúcho explica a cobrança de R$ 150 por consulta: “É da mesma forma como acontece quando o(a) distinto(a) cidadão(ã) vai a um médico particular”.

• Pensões distintas para filhos do mesmo pai. O STJ flexibiliza o princípio da igualdade absoluta de direitos.

•  Um precedente do TST que vai mexer no adicional noturno.

•  Restrições ao prazo em dobro quando houver litisconsórcio de réus.

•  Os apertos de julho... E o que nos espera em agosto?

Potins desta terça-feira

 O futuro presidente Toffoli já começa a pensar no aumento para o Judiciário.

• Rodrigo Janot vem ao RS para falar sobre eleições e corrupção.

 Foi em Santiago (RS), a audiência criminal em que o réu não aceitava uma mulher juíza!

 O ano de 2014 que ainda não acabou em Porto Alegre.

 Desaprovação ao governo brasileiro só não é pior do que a de Bósnia-Herzegovina.

 O jeitinho para evitar o avanço no combate da corrupção no Brasil.

• Discriminação nos EUA contra mulheres grávidas empregadas.

 Colega de Rosa Weber no STF avalia que ela é a “ministra pêndulo”.

• Os 60 dias pedidos pela PGR que vão ajudar Michel Temer.

Potins desta terça-feira

 Gleisi Hoffmann quer que o Judiciário se sensibilize com o caos social e libere Lula.

• Na política brasileira, outubro chegou em junho.

 STJ decide se cidadã pode deixar de se chamar Tatiana, para ser Tatiane.

 Ainda sem título definitivo, vem aí as “memórias do cárcere de Lula”.

• As buscas no apartamento de Augusto Nardes: nada ostensivo...

 Brasileiros acreditam pouco na seriedade das eleições.

•  Benesses para os planos de saúde: 107% de aumento em sete anos.