Ir para o conteúdo principal

Edição (antecipada) de sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018.
http://www.espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Marco Aurélio se declara “inimigo capital” de Gilmar Mendes.



O inimigo sincero

Os advogados que, em Brasília, estão tentando convencer a presidente Cármen Lúcia a pautar, sem mais delongas, o julgamento do pedido de suspeição de Gilmar Mendes, tiveram uma surpresa, na quinta passada.

Nos autos processuais, o ministro Marco Aurélio Mello já se deu, formal e antecipadamente, por impedido de atuar no feito.

E declinou o motivo curto e com todas as letras necessárias: “pela inimizade capital”.  Foi sincero.

A propósito, simples animosidade ou malquerença não pode ser considerada inimizade pessoal. “Inimigo capital é o imbuído de grande ódio, é o inimigo mortal" – já definiu a Revista de Jurisprudência do TJ de São Paulo (edição 64/146).

A palavra ´capital´ também tem o sentido de principal, fundamental, vital.  Logo, inimigo capital seria o pior de todos os inimigos, o principal inimigo...

O deputado nº 171

Preso em regime semiaberto, o deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) foi o voto número 171 a favor do presidente Michel Temer. Jacob - preso por determinação do STF desde 23 de maio - cumpre pena de 7 anos e 2 meses em regime semiaberto.

Durante o dia, o deputado vai para a Câmara e, à noite, dorme na prisão.

Jacob foi condenado por fraudar em 2003 a publicação de uma lei municipal de Três Rios (RJ), onde era prefeito, acrescentando um artigo que não tinha sido votado na Câmara de Vereadores.

Coincidência, o objetivo era criar um crédito orçamentário adicional que permitisse finalizar “a construção de uma creche”...

 Ação entre amigos

A “rádio-corredor” do Conselho Federal da OAB irradiou na semana passada que “até ser preso por esconder R$ 51 milhões de propinas num apartamento de Salvador (BA), Geddel Vieira Lima vinha sendo tratado como amigo da casa pelo Planalto”.

É que e-mails em poder da Polícia Federal agora revelam que Geddel - já como ex-ministro - recebia da equipe presidencial informes regulares sobre o andamento da Lava Jato.

O jornalista Ricardo Boechat completou, na revista IstoÉ, com um detalhe que faltava: das mensagens que chegaram a Geddel, “sobre delações premiadas e acordos de leniência, uma exibe o título ´Alerta´ e é assinada por Ivani dos Santos, uma das secretárias executivas que trabalham com Michel Temer”.

O time do bagre

A decodificação das mensagens criptografadas do sistema Drousys – que era utilizado pelo Departamento de Propinas da Odebrecht - deu à Operação Lava Jato uma nova lista de apelidos de corruptos abastecidos pela empreiteira.

O novo time tem oito nomes: “Ventania”, “Ovo”, “Luz”, “Bigode”, “Enteado”, “Tijolo”, “Corajoso” e “Bagre”.

O peixe bagre, por ser escorregadio e difícil de pegar, é compatível com o perfil de políticos. Algo como alguém vacilão, que faz as coisas erradas, mas em causa própria.


Comentários

Antonio Ernando Correa Novais - Advogado E Professor De Direito Civil 31.10.17 | 11:30:40
Quanto ao texto "Ação entre amigos", demonstra mais uma vez, a intima relação entre os autênticos bandidos que comandam o nosso pobre país. E é lamentável a covardia do nosso povo que a tudo assiste sem demonstrar qualquer sentimento de repúdio a situação que hoje enfrentamos. Entendo que caberia, como cabe à OAB Federal, exigir a resposta da Câmara quanto ao impeachment impetrado contra esse fantoche de presidente.
Banner publicitário

Mais artigos do autor

Uma conversa captada em elevador de uma Corte do Sul: “Advogada é bicho cruel”...

 O súbito pânico de homens adúlteros que jantavam tranquilamente numa quinta-feira de verão.

 O Facebook prefere se defender nos Estados Unidos. E contrata o ministro aposentado Ayres Britto para atuar no Supremo brasileiro.

 O quanto STF, STJ e Congresso gastam nas salas vips do Aeroporto de Brasília.

Em defesa da marca “IVI – Imprensa Vermelha Isenta”

O engenheiro Ricardo Wortmann, blogueiro da Corneta do RW, notifica extrajudicialmente o radialista Pedro Ernesto Denardin, da RBS.
O séquito de Temer e Marcela, no Carnaval no Rio, tem 40 pessoas.
Carlos Marun deixa as feições de pitbull: “Sou apaixonado por mim como político”.

Condenação criminal de advogado gaúcho por assédio sexual contra estagiária

São pelo menos cinco ocorrências comprovadas. O acusado tem 60 de idade e era também conselheiro tutelar.
 Uma aterrissagem jurídica do Ministério Público na poderosa Decolar.com : preços para clientes brasileiros são mais caros.
 TST julgará bilionário recurso sobre as horas extras na Petrobras.
 O espantoso emagrecimento dos irmãos Batista na carceragem da Polícia Federal.

Ilegalidade, imoralidade e lesividade em empreendimento imobiliário em Canela (RS)

• Condenação da empresa Maiojama Participações em R$ 25,9 milhões. Valor atualizado se aproxima dos R$ 39 milhões. Ação popular ajuizada por advogado está relacionada com o empreendimento imobiliário Reserva da Serra.

• TJRS arquiva representação da OAB gaúcha contra o desembargador Sylvio Baptista Neto: a expressão ´advogados de porta de cadeia´ foi apenas “um verdadeiro desabafo”.

• Hotel Embaixador de Porto Alegre vence ação contra Hotel Embaixador Inn, de Itajubá (MG).

A busca de Lula por uma liminar em habeas corpus

·A delação de Palocci está próxima e poder fazer tremer o PT.
·US$ 40 milhões que vieram do Exterior para a campanha de 2002.
·Improcedência de ação de Michel Temer contra Joesley Batista.

Os indícios de crimes cometidos pelo ex-presidente Lula

• Segundo o art. 239 do Código de Processo Penal, “considera-se indício a circunstância conhecida e provada, que, tendo relação com o fato, autorize, por indução, concluir-se a existência de outra ou outras circunstâncias”.
• A honestidade de Lula e a insatisfação de Sérgio Moro.
• Musiquinha de sucesso para o Carnaval: “Alô, alô, Gilmar...Eu roubei...Vem me soltar”.
• Brasileiros deixam de ser os mais otimistas do mundo.