Ir para o conteúdo principal

Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
http://www.espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Licitação para 195 metros de novos capachos no STF



Fernando Cabral

Imagem da Matéria

Capachos para Suas Excelências

O Supremo Tribunal Federal abriu licitação para adquirir 195 metros quadrados de capachos. A Corte estima gastar até R$ 281 mil com a compra.

Segundo o edital, os tapetes devem ter “superfície abrasiva que escove os solados dos sapatos, impedindo a sujeira”.

A “rádio-corredor” da OAB de Brasília foi preciosa nos cálculos que detalhou: “Se dividida a metragem pelo número de ministros (11), dá quase 17 metros e 72 centímetros quadrados de capacho para cada um deles”.

Em maio passado, o STF gastou outros R$ 578 mil para trocar o carpete de suas instalações. Foram 3.500 carpetes do tipo Tuscany aveludados e com proteção antiácaro, antifungos e antibactéria. O mais caro custou R$ 11.500.

A colocação foi feita nos túneis e acessos a elevadores privativos e ao Salão Nobre. Segundo a Corte, a aquisição atendeu “à necessidade de manutenção do padrão existente no tribunal”.

É gostoso ouvir jazz (principalmente se for grátis)

O Ministério Público Federal contratou por R$ 22 mil, sem licitação, o conferencista, administrador de empresas, maestro e trompetista Marcelo Torres a fim de proferir uma palestra denominada “Gestão Empresarial no Ritmo de Jazz” para 300 servidores da instituição.

Em seu saite, Torres explica que as apresentações são “pertinentes ao ambiente corporativo, ao abordar temas como gestão, formação de equipes, criatividade e motivação”.

Supremo e superior feriadão

O STF transferiu o Dia do Servidor Público - comemorado no dia 28 de outubro (que neste 2017 cai no sábado, quando não há expediente forense) - para a sexta-feira (03.11), dia útil.

Motivo? Claro, uma enforcada básica com pagamento garantido pelo erário. As redes sociais cravaram: “Até tu, Cármen Lúcia”!

Em sentido inverso, o ministro Marco Aurélio, em ofício encaminhado à presidência da Casa, criticou a mudança, que avaliou como “imprópria - porquanto vinga, no âmbito da Administração Pública, o princípio da legalidade".

O mesmo imoral jeitinho acontece no STJ. Ali, a Portaria nº 432/17 considera como ponto facultativo a sexta-feira (3), para comemoração do Dia do Servidor Público.

Tal como no Supremo, também no Superior danem-se as pilhas. E vivam os penduricalhos!

Os mortos e...os vivos!

Como se não bastasse a vergonhosa mudança do feriado, os servidores públicos federais ainda têm o benefício de não trabalhar no Dia de Todos os Santos, que os calendários assinalam no dia 1º de novembro.

O deboche mantido é fruto de uma norma anacrônica (Lei nº 5.010/66), cria do golpe de 1964.

Aos mortais comuns só cabe o feriado no Dia dos Mortos. Nos tribunais, a folga será acumulada de 1º (quarta) a 5 (domingo). Tudo “constitucional”...


Comentários

Priscila Mello - Servidora Pública 27.10.17 | 14:47:46
A notícia (3) tem uma manchete equivocada: o feriado não começa dia 01/11, mas 02/11 (Dia de Finados).
Estelamar Machado Carneiro Scheffer - Advogada 27.10.17 | 13:40:43
Sobre essa licitação de 195 metros de capachos. Quando uma família está em dificuldades financeiras não se compra nada extra, somente comida porque sem ela a gente não vive. Agora pergunto, se o Brasil está passando por uma grave crise financeira há necessidade de comprar coisas supérfluas? Ou será que o país não esta em crise?
Leônidas Oliveira - Servidor 27.10.17 | 12:30:37
1º de novembro é MAIS UM feriado para o JUDICIÁRIO... Art. 62. Além dos fixados em lei, serão feriados na Justiça Federal, inclusive nos Tribunais Superiores: IV - os dias 11 de agosto, 1º e 2 de novembro e 8 de dezembro.
Bernadete Kurtz - Advogada 27.10.17 | 10:30:59
A sujeira que deveria preocupar os ministros não é aquela que está nas solas dos sapatos ! Mas aquela entranhada profundamente, inclusive, nas mentes de pessoas que se abrigam naquela Suprema Corte! Sujeira é a passividade de TODA A SUPREMA CORTE assistindo ser desmoralizada por um bando de políticos corruptos no Senado ! Sujeira é debochar e fazer ironia barata com o trabalho escravo ! Sujeira é um ministro determinar a soltura de um bandido de quem foi padrinho da casamento !
Banner publicitário

Mais artigos do autor

As pedaladas do Inter foram de R$ 29 milhões, mas podem chegar a 80

• As “rádios-corredores” revelam que o levantamento ainda não conseguiu esquadrinhar os gastos com o futebol vermelho.
• Hoje pode ser o dia de Eduardo Cunha: julgamento da apelação contra a sentença de 15 anos e 4 meses.
• Realidade pobre e realidade rica nos presídios brasileiros.
• O medicamento que custa R$ 1,2 milhão por ano, para cada paciente do SUS.

Dinheiro que ia para o bunker de Geddel era contado na casa da mãe dele

• Cédulas eram apresentadas, em regra, em envelopes pardos e as somas giravam de R$ 50 mil a 100 mil.
• “Rádio-corredor” da OAB baiana não perdeu o tempo para a piada: “Casa-de-Mãe Joana”.
• Enxaguante bucal como arma em briga de importante casal.
• Campanha para melhorar a imagem de Temer nos meios femininos.

Contas do Brasil têm gastos com larvas, aves marinhas e condimentos picantes

• O País tem dívidas vencidas no exterior de mais de R$ 1 bilhão.  Os credores são organismos globais – a ONU é a principal, com mais de 20% do total.
• “Feirão do Joesley” vende um apartamento de R$ 45 milhões em New York.
• Bunker de Geddel tinha cédulas de numeração recente.
• Uma ação do “sobrinho vagabundo” contra a tia que não foi convidada para o casamento.

O “João” que virou “Joana” e os novos conceitos sexuais e de gênero

• O caso do “homem grávido” do EUA é invocado em julgado gaúcho, ao deferir o pedido de cidadã (ão) porto-alegrense.
• Ex-presidente do Inter notifica conselheiros do clube contra “o agir temerário em afronta a direitos elementares”.
• Menos vereadores em município paulista: uma ideia para estimular a diminuição de políticos, Brasil afora.

O chumbo grosso que vai ganhando trânsito livre

• Populações que seriam atingidas pelas obras da Votorantim e da multinacional Iamgold obtêm apoio do comediante Guri de Uruguaiana. Em alerta, ele se declara “a favor do Pampa limpo, sem a mineração de metais pesados”.
• Pesquisa traça o perfil do “candidato ideal” (?) para suceder Temer.
• Empresa líder do mercado de comércio eletrônico na França perde ação no JEC Cível de Porto Alegre.
• Sérgio Moro vai palestrar na Petrobras.

Super Natal antecipado para os magistrados de... Natal (RN)

• Liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio, do STF, garante para cada um dos 218 integrantes da Justiça estadual potiguar, pelo menos R$ 194 mil. São “auxílios-moradia” retroativos a 2012.
• Só 9,2% dos brasileiros se sentem representados pelo atual governo.
• 2017: o ano da (in) segurança no RS.
• A máscara para o ´halloween´ comprada por Temer