Ir para o conteúdo principal

Sexta-Feira, 22 de Dezembro de 2017
http://www.espacovital.com.br/images/mab_123_11.jpg

Lula: o “chefe da quadrilha”, ou “o cara”?...



 Frases e visões

 A condenação de Lula significa o fortalecimento do combate à corrupção e impunidade” (Efraim Filho, líder do DEM na Câmara).

 Forçar a inelegibilidade do presidente Lula, sem provas consistentes, não é algo compatível com a Constituição e com as leis”. (Flávio Dino, ex-juiz de Direito, governador do Maranhão pelo PCdoB).

 O maior cara de pau do Brasil foi condenado a 9 anos e meio de prisão.” (João Dória, prefeito de São Paulo, do PSDB).

 Conheço o Lula, mais do que ninguém. Ele não fez nada, nem crime nenhum. Tenho autoridade para dizer isto porque não sou do PT”. (Paulo Maluf, deputado federal do PP-SP).

 O chefe da quadrilha foi condenado!” (Ronaldo Caiado, líder do DEM no Senado).

 Ao irmão Lula da Silva, nosso apoio, frente a essa caça às bruxas”. (Evo Morales, presidente da Bolívia).

 Rádio-corredor

  Locutor 1 – “Quinze anos após chegar à Presidência pelo voto dos mais pobres, Lula é condenado por se corromper pelo dinheiro dos ricos”.

  Locutor 2 – “Dá pena!” (Da “rádio-corredor” da OAB-RS, ontem às 11h da manhã.

 

 "Rádio-corredor" também

 “Dependendo de quem for o próximo presidente, não haverá passagem de faixa presidencial; será de tornozeleira eletrônica”. (Da “rádio-corredor da OAB-DF, ontem às 15h").

 Já! O “cara

Esta é do baú. O segundo mandato de Lula (2007/2010) foi sua era de ouro. Ali, com crescimento do país em 4% ao ano, 2009 teve o auge da popularidade dele.

Era o terceiro ano do seu segundo mandato, quando três frases causaram furor e respeito internacionais, ainda mais ditas por quem as pronunciou: “Este é o cara! Eu adoro esse cara. É o político mais popular da Terra” – disse Barack Obama, em 2 de abril de 2009, numa reunião do G-20, em Londres.

Um tradutor explica, então, ao ouvido de Lula o teor dos elogios.

Em seguida, o presidente brasileiro literalmente puxa Obama para uma rodinha.

Depois desses avassaladores afagos, nunca mais os dois se encontraram.

O leitor quer rever o diálogo entre os dois, com legendas em português? Clique aqui.


Comentários

Jairo João Bocasanta - Contabilista 17.07.17 | 11:20:59
Não acredito na inocência do Lula, as provas contra ele são robustas. Há mais crimes cometidos por ele.
Banner publicitário

Mais artigos do autor

Depois de 17 anos, o nocaute de Paulo Maluf

 Entre o início da investigação (1990) sobre o desvio de recursos da obra da Avenida Roberto Marinho, em São Paulo (SP) - e a ordem de prisão expedida na última terça-feira (19) pelo Supremo - passaram-se 6.200 dias.
 Duas ações penais para atravancar (ainda mais) o STF: uma sobre virgindade; a outra sobre vagabundagem.
 PT instrui militantes sobre “maneira educada” de entupir as caixas de e-mails do TRF-4.
 Um reencontro em fevereiro: equipe do Espaço Vital entra em férias.

“Extras” garantem a 71% dos juízes ganhos habituais acima do teto

• O Estado gaúcho é o oitavo melhor pagador da magistratura, na relação de 26 Estados pesquisados.
• As benesses começaram com a Loman, assegurando uma “ajuda de custo, para moradia, nas comarcas em que não houver residência oficial para juiz, exceto nas capitais”.
• Ex-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, diz que há uma “claraboia” nesse teto.
• Direito de pergunta: por que professores e PMs não recebem “auxílio-moradia”?

Brasileira estudante de Direito faz aborto na Colômbia

• O dilema da mãe de dois meninos – e com nova gestação avançando – enquanto a Justiça brasileira não decidia.
Rebeca Mendes Silva (foto) teve apoio da ONG Consórcio Latinoamericano contra o Aborto Inseguro.
• A próxima decisão do STF sobre a prisão, ou não, logo após a condenação de segunda instância.
• Sérgio Cabral: pastor de igreja, ou ladrão? Qual os leitores preferem?
• Procuram-se políticos honestos para uma festa do amigo secreto, em Brasília.

Natal generoso para várias dezenas de magistrados gaúchos

•TJRS está pagando novas “diferenças residuais da transição da URV”, cuja conta já custou ao Estado mais de R$ 1,4 bilhão.
• Decisão da Justiça de SC mantém o pagamento do imposto sindical.
• Universitários (as) e estagiários (as) cuidem-se! Entre eles, 12% nunca usam, nem exigem, a camisinha.
• Dois desembargadores do TRT-RS habilitados à vaga de ministro do TST.

Março ou abril: as datas em que Lula poderá ser condenado ou absolvido pelo TRF-4

• Voto pronto já saiu do gabinete de Gebran Neto e agora está, criptografado, no notebook de Leandro Paulsen.
• Lembram daquela história do “usufruto financeiro” de Eduardo Cunha? Vai custar a ele R$ 3,8 milhões de multa.
• O silêncio domina, dez meses e meio de depois da morte de Teori Zawascki.
• Mudança na jurisprudência da ação de cobrança de quotas condominiais.