Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 20 de julho de 2018.

O amor em segredo de justiça



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

Ontem (12), cedo, metade da manhã do Dia dos Namorados, vazou – com coloração gaúcha - nas redes sociais a petição em versos que um jovem advogado teria, em envelope grampeado na parte interna da capa de um processo, dirigido à nova juíza da comarca – ambos solteiros.

Aparentemente apaixonado pela magistrada – depois de insinuantes trocas de olhares em audiências - o advogado teria criado a seguinte petição:

“Eu, bacharel em direito
Conforme a lei em vigor,
Venho com todo o respeito
Requerer o seu amor.

Meu coração tem urgência
E não podendo esperar,
Peço que Vossa Excelência
Me conceda a liminar.

Caso eu a tenha ofendido
Com a inépcia do pedido,
Rogo pelo amor de Deus:
Se me faltou algum tato,
Prenda-me por desacato,
Mas prenda nos braços seus”.

 Prontamente, a magistrada teria despachado à mão, numa folha sem timbre, aposta dentro de um envelope de insinuante cor rosada, mandado entregar no escritório do advogado:

Em toda a minha carreira,
Como juíza de direito,
Nunca vi tanta besteira,
Nem tamanho desrespeito.

Minha conduta moral
É lei que não se revoga
Nem com sustentação oral
Debaixo da minha toga.

Por isso, ilustre advogado,
Seu pedido tresloucado
Indefiro nesta liça.

Depois, com a noite em curso,
Fora do expediente,
Eu aguardo o seu recurso.
E que se faça presente,
Mas em segredo de justiça”.

Até o fechamento desta página - às 8h30 de 13 de junho, manhã posterior ao Dia dos Namorados - a expectativa na comarca era a de que o advogado teria recebido a juíza, em seu apartamento, às 8 da noite de ontem. Durante a tarde ele estivera no melhor supermercado da cidade, em busca de itens para um presumível jantar aprimorado: champanhe, salmão, trufas, licor e outros quitutes.


Comentários

Wenceslau Teixeira Madeira - Advogado 16.06.17 | 17:13:25

Ao grande e espetacular Espaço Vital, parabéns!  Admirei a poesia do causídico e da juíza. Excelent. A justiça é excelente quando rápida e bem humorada! Ah, se as petições, despachos, sentenças e acórdãos fossem, em prosas e versos, assim elaboradas, eriam todos apreciados e acolhidos com atenção ! No final, veríamos, com alegria, as partes dando as mãos !

Nelson Oscar De Souza - Desembargador Aposentado 13.06.17 | 18:55:28

Aos bacharéis, toda a minha alegria ! E a plena florescência do Amor. E versos perfeitamente corretos ! Não abandonem também está bela vocação.

Bernadete Kurtz - Advogada 13.06.17 | 15:05:51

Se forem verdadeiros os fatos, levanto as mãos para o céu! É de amor que precisamos nestes tempos tristes de intolerãncia!

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

Pensão alimentícia de ministro do STF

 

Pensão alimentícia de ministro do STF

Numa ação de alimentos, de uma menina de 4 anos, contra um dos craques da seleção brasileira, uma curiosa decisão inicial: a fixação da obrigação mensal de R$ 37.476, “o valor do maior subsídio pago a um ministro do Supremo Tribunal Federal”.

Charge de Gerson Kauer

Plano empregatício de gravidez programada

 

Plano empregatício de gravidez programada

Numa empresa em que a predominância de trabalhadores é feminina, insólitas planilhas baixadas pelos patrões. A interferência na autonomia das mulheres, a respeito de seus projetos de vida, de felicidade e dos desejos dos seus corpos.Quem pretender engravidar “deverá comunicar seis meses antes da data provável da desejada concepção”.

Charge de Gerson Kauer

Prêmio para o magistrado

 

Prêmio para o magistrado

O juiz recém instalado na comarca vai ao restaurante mais famoso da cidade, que é de propriedade de ativo advogado. O magistrado pede o famoso “leitão da casa” para recepcionar, no almoço dominical, sua noiva e os pais dela. Então, a chocante surpresa: algo de estranho no recheio do opíparo quitute... O que acontece depois? A história é contada pelo advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

O “Livro do Juiz”

 

O “Livro do Juiz”

O “Doutor Inclemente”, magistrado circunspecto, às vezes trata seus auxiliares com rispidez. Ele tem um estranho hábito: em todas as suas atividades e aparições – inclusive as protocolares – ele leva às mãos um livro cujo título tem letras graúdas. É o VADE MECUM.

Charge de Gerson Kauer

   Justiça pelos próprios gritos

 

Justiça pelos próprios gritos

O cidadão cinquentão, divorciado, estressado pelo excesso de trabalho, vai em busca de novidades sexuais. Na hora da despedida, desacerta-se financeiramente com os prestadores do serviço. Na semana seguinte, os credores procuram o Juizado Especial Cível. Mas tudo é pura ficção da “rádio-corredor” forense.

Charge de Gerson Kauer

Distribuição de chupeta (s)

 

Distribuição de chupeta (s)

A entrega de chupeta a um médico que, em audiência, se opunha à pensão alimentícia que teria que pagar. Mas - segundo a “rádio-corredor” forense - os bicos ortodônticos também eram oferecidos pelo juiz a advogados com quem ele estaria em linha de confronto jurídico.