Ir para o conteúdo principal

Edição antecipada 21-22 de junho de 2018.

Potins desta terça-feira



Leo Franco/AgNews - 2013

Imagem da Matéria

Estável ou instável?

A defesa da ex-top model Luiza Brunet espera que a sentença  sobre o pedido feito de reconhecimento da união estável com o bilionário Lírio Parisotto saia na segunda quinzena de janeiro, logo após o recesso.

Ela quer a metade dos bens comprados por ele ao longo de cinco anos de relacionamento.

Sem trânsito em julgado, pela agressão Parisotto foi condenado, em junho, a um ano de serviços comunitários e detenção em regime aberto e dois de vigilância. No dia seguinte à publicação da pena, ele postou um epíteto à ex-companheira: “patranheira”.          

Das redes sociais

Eleitor gaúcho dialogando em família, com foco no puxa-saquismo político:

- Vou comprar um presente de Natal para o nosso deputado federal e pensei: ´O que é que ele não tem?´.

Resposta certeira da esposa:

- Não tem caráter!

Pérola forense

Nota de expediente publicada pela 1ª Vara de Família de Porto Alegre – a propósito de duas ações apensas – intimou as partes e seus advogados com o seguinte comando: “Promovam as partes o andamento vertical do processo”. Serventuários vizinhos correram em busca de um possível desconhecido comando do novo CPC, mas nada encontraram.

Na “rádio-corredor” forense, a pilhéria foi de que “por se tratar de questão conjugal, talvez fosse o caso de promover o andamento horizontal”.

E na “rádio-corredor” da OAB-RS a especulação foi de “provável equívoco de desavisado estagiário”. (Procs. nºs 001/1.16.0117540-0 e 001/1.16.0117540-0).

16 mil por cento

Um novo enfoque sobre os incontidos gastos do (demorado) Judiciário brasileiro. Considerando só a Justiça Federal, o gasto com a locação de veículos – que foi de R$ 99 mil em 2009, passou para... R$ 25 milhões em 2016. (Não há dados disponíveis para 2017).

Em sete anos, o gasto teve um implemento de 16.000% - já descontada a inflação.

Põe quilometragem nisso!

Cem dias

Nesta terça-feira, os irmãos Joesley e Wesley Batista completam 100 dias de prisão na Papuda.

Especulação na “rádio-corredor” da OAB de Brasília: “Gilmar Mendes terá se dado conta?

Boas-vindas

O jornalista Lauro Jardim conta que o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) tem atuado no presídio de Benfica como “o anfitrião da cadeia”. Os novos encarcerados que chegam são consolados com uma frase repetitiva: “Foi uma injustiça que fizeram com você. Agora vou lhe mostrar as instalações”.

E então começa um mini-périplo pelos corredores do presídio.

Obesidade corrigida

A 3ª Turma do STJ decidiu que os planos de saúde são obrigados a custear - em hospitais ou clínicas especializadas - a internação de pacientes com obesidade mórbida, caso esta seja a indicação do médico, ainda que não haja previsão contratual para tal cobertura. A condenação paradigmática alcança a Caixa de Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde.

Duas frases nucleares do acórdão são longas e abrangentes:

Havendo indicação médica para tratamento de obesidade mórbida ou severa por meio de internação em hospital ou clínica de emagrecimento, não cabe à operadora negar a cobertura sob o argumento de que o tratamento não seria adequado ao paciente, ou que não teria previsão contratual (...) Tal terapêutica, como último recurso, é fundamental à sobrevida do usuário, inclusive com a diminuição das complicações e doenças dela decorrentes, não se configurando simples procedimento estético ou emagrecedor”. (REsp nº 1645762).

Recado trabalhista

A 6ª Turma do TST decidiu não deferir o pagamento de honorários advocatícios e custas na Justiça trabalhista, nas ações  iniciadas antes da reforma trabalhistas. Os ministros deixaram um recado aos colegas das instâncias inferiores: ações iniciadas antes de 11 de novembro têm como paradigma as regras da época, nada de metamorfose.

A crítica é direta aos magistrados que vêm sentenciando causas nas quais os reclamantes – após não conseguirem provar aquilo que reclamam – se vêem condenados a pagar à parte reclamada, pesada sucumbência.

Coincidência

Criado em 1923, o Dia Nacional do Aposentado vai coincidir com o julgamento da apelação de Lula no caso do tríplex do Guarujá, no TRF da 4ª Região. Até o ano passado, o que se assistia em 24 de janeiro eram esparsos protestos contra a defasagem do valor real dos benefícios e cobranças para correções acima da inflação.

Mas em 2018, dentro de um mês e cinco dias, os gritos dos idosos serão também contra ou a favor de Lula.

Este – apesar de sua riqueza - segue ganhando, como anistiado, mais de R$ 5 mil mensais, valor bem superior ao que recebe a grande maioria dos beneficiários do INSS.

A propósito do julgamento, o ex-presidente tem repetido a mesma frase: “Vou brigar até as últimas consequências”.

“Patologia”

A 27ª Vara Federal do Rio concedeu liminar determinando que a Marinha do Brasil suspenda o processo de reforma compulsória de uma militar transexual.

Ordenou também que nome e gênero dela sejam alterados nos assentamentos funcionais.

A petição inicial está acompanhada de um laudo que havia considerado a militar “incapaz por ser transexual”.

Detalhe: a Marinha considera o transexualismo uma “patologia”.


Comentários

Sido Barg - Advogado 19.12.17 | 10:48:37
Tenho recebido normalmente o EV e considero o informativo de boa qualidade.
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta terça-feira

 O futuro presidente Toffoli já começa a pensar no aumento para o Judiciário.

• Rodrigo Janot vem ao RS para falar sobre eleições e corrupção.

 Foi em Santiago (RS), a audiência criminal em que o réu não aceitava uma mulher juíza!

 O ano de 2014 que ainda não acabou em Porto Alegre.

 Desaprovação ao governo brasileiro só não é pior do que a de Bósnia-Herzegovina.

 O jeitinho para evitar o avanço no combate da corrupção no Brasil.

• Discriminação nos EUA contra mulheres grávidas empregadas.

 Colega de Rosa Weber no STF avalia que ela é a “ministra pêndulo”.

• Os 60 dias pedidos pela PGR que vão ajudar Michel Temer.

Potins desta terça-feira

 Gleisi Hoffmann quer que o Judiciário se sensibilize com o caos social e libere Lula.

• Na política brasileira, outubro chegou em junho.

 STJ decide se cidadã pode deixar de se chamar Tatiana, para ser Tatiane.

 Ainda sem título definitivo, vem aí as “memórias do cárcere de Lula”.

• As buscas no apartamento de Augusto Nardes: nada ostensivo...

 Brasileiros acreditam pouco na seriedade das eleições.

•  Benesses para os planos de saúde: 107% de aumento em sete anos.

Potins desta terça-feira

 Maior jornal da Inglaterra diz que “Sérgio Moro é “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

 Governo acaba de criar mais um elefante branco: o SUSP, irmão do SUS.

•  STF vota na quinta-feira (24) proposta de nova súmula vinculante.

 Quando a “utilidade política” prevalece sobre a utilidade pública...

 Embaixadas para Temer, Moreira e Padilha – se Alkmin for Presidente da República. Mas ele nega.

• População com 60 de idade, ou mais, estará superando os moços de 16 a 24 anos, nas eleições de outubro.

 Impasse no TST para tentar orientar decisões uniformes em ações trabalhistas.

 Prorrogação do benefício de salário-maternidade, em decorrência de parto prematuro.

Novo slogan de Temer vira piada nas redes sociais

• A importância da vírgula: o presidente diz que “o Brasil voltou, 20 anos em dois”.

• Mas há quem ironize: “o Brasil voltou 20 anos em dois”.

 Uma busca e apreensão – por engano – na casa do secretário adjunto do CF-OAB.

 A prescrição que agrada banqueiros.

 Gilmar Mendes prevê uma avalanche processual nos foros e tribunais, Brasil afora.

 Quanto é dois mais dois?

• Uma análise de Joaquim Barbosa sobre o sistema político brasileiro.

Potins desta sexta-feira

• Presença estranha deixa magistradas assustadas em importante reunião na Universidade de Harvard.

•  Governo brasileiro exclui entidades da lista de convidados para a reunião anual da Organização Internacional do Trabalho.

•  Temer torce pela vitória de Henrique Meirelles: quer ser ministro da Justiça a partir de 2 de janeiro.

•  Empresas envolvidas em desastres ambientais só pagaram 3,4% das multas ambientais, que totalizam R$ 785 milhões.

•  Quem são os políticos, empresários e magistrados alfinetados nos voos comerciais brasileiros.

• O largo par de headphones que faz Luiz Fux não ser incomodado quando voa de Brasília ao Rio, e vice-versa.

Potins desta terça-feira

• Nova súmula do STJ publicada: prazo para seguro de vida cobrir suicídio

 Decisão da 2ª Seção do tribunal também cancelou a Súmula nº 61

 O aumento do tesão financeiro dos donos de motéis.

 Filha de Eduardo Cunha concorrerá a deputada federal como herdeira política do pai.

 A queda da arrecadação das maiores centrais sindicais do país.

 Impasse entre herdeiros da travesti Rogéria, falecida em 2017.