Ir para o conteúdo principal

Edição (antecipada) de sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.

Potins desta terça-feira



O anel de R$ 800 mil

O anel de brilhantes que custou R$ 800 mil, que Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta, deu de “presente” a Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral, não foi exatamente um... presente!

Depondo ontem (4) ao juiz Marcelo Bretas, na 7ª Vara Federal do Rio, Cavendish admitiu que o anel foi a porta de entrada para que a empresa pudesse participar da concorrência para a reforma do Maracanã.

Detalhes do depoimento: “Estávamos viajando eu, minha mulher, o governador e a Adriana , que faria aniversário durante a viagem.  Estávamos próximos a Nice, numa pequena cidade à beira-mar e o Cabral me levou a uma pequena joalheria, dizendo que iria presentear Adriana e me disse: ´Gostaria que você pagasse´”.

O valor da nota fiscal foi... 220 mil euros!

Meses mais tarde, decidida a concorrência, a Odebrecht abocanhou 70% da obra e os restantes 30% ficaram com a Delta. Do total que esta recebeu, 5% foram repassados a Cabral como propina.

Mas Cavendish, vivo, descontou os 220 mil euros que havia pago pelo anel.

TJRS: 83 x 50

O atual 1º vice-presidente do TJRS, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, foi eleito ontem (4) o novo presidente do TJRS, para o biênio 2018-2020.  Também se elegeram a desembargadora Maria Isabel de Azevedo Souza (1ª vice) e os desembargadores Almir Porto da Rocha Filho (2º vice) e Túlio Martins (3º vice) e a desembargadora Denise Oliveira Cezar (corregedora-geral).

No pleito para a presidência, Duro recebeu 83 votos; a desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro obteve 50.  Em branco foram dois votos.

A posse da nova administração será no dia 1º de fevereiro de 2018.

Ainda difícil

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, a pobreza atingiu 10,3% da população brasileira em 2016. Em2015, eram 10%. Simultaneamente a renda do trabalho, por brasileiro, caiu 4,7% entre janeiro e dezembro de 2016.

Pena que esses números demorem tanto a ser tabulados e divulgados.

Senha significativa

No Rio de Janeiro, o tradicional Bar Lagoa, fundado em 1934 em Ipanema, ao disponibilizar aos seus clientes o uso do wi-fi , criou uma senha significativa.

Quem quiser acessar a internet tem que digitar “Fora Temer”.

A próxima sentença

A próxima sentença que o juiz Sérgio Moro vai proferir nas ações penais a que Lula responde em Curitiba será a relativa ao apartamento de São Bernardo do Campo (SP), vizinho àquele em que o ex-presidente reside. Segundo o MPF, o aluguel do imóvel foi sempre pago pela Odebrecht.

A fase atual do processo é a de realização de perícia grafodocumentoscópica para aferir a autenticidade, ou não, dos recibos assinados pelo proprietário Glaucos da Costa Marques.

Depois vem a fase de coleta de prova oral. A defesa de Lula arrolou 59 testemunhas!

O nível é este...

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro está pagando, por estes dias, “auxílio-moradia” (R$ 3.190), aos deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertasi, que desde 16 de novembro estão residindo na Cadeia Pública de Benfica. Cada um deles também embolsará salário de R$ 25.322.

A Mesa Diretora está “amparada” ´por um parecer jurídico de que como os três “foram afastados pela Justiça e não se licenciaram dos cargos, têm direito ao pagamento decorrente do mandato outorgado pelo voto popular”.

A Casa também invoca um precedente do mesmo nível: é que o Tribunal de Contas do Estado do Rio agiu de igual forma, em relação aos cinco conselheiros suspeitos de envolvimento em esquema de corrupção, presos em 29 de março.

Claro, o Estado do Rio está quebrado com a roubalheira e corrupção – mas isto é outra coisa. O jeitinho imoral está acima de tudo.


Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Potins desta sexta-feira

  STJ edita duas novas súmulas.

 Procuram-se compradores para bens de Joesley Batista.

  Por que o consumidor não sente, no bolso, a queda da inflação?

  Odebrecht negocia linhas de crédito com os maiores bancos do país.

 Embargos de declaração de Lula têm 175 páginas.

Potins desta terça-feira

 Penduricalhos atrasados renderam R$ 211 milhões à magistratura.

 Segurança é obrigação da União.

 As mordomias dos tribunais com carros oficiais e viagens generosas.

 Piada: FHC queria Luciano Huck como interventor no Rio...

 Gerente de supermercado não tem direito a horas extras.

Potins desta sexta-feira

 STJ edita nova súmula.

 Nove ações contestam no STF o fim do imposto sindical.

• Collor: candidato do “centro democrático, ao mesmo tempo progressista e liberal”. Entenderam?

 Eliseu Padilha ficaria sem blindagem política em 2019.

 Penduricalho momesco: “Operação Lava Toga”.

• Cinco por cento dos apoios e críticas a Lula vêm de robôs.

Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem cadastra médicos peritos e bioquímicos.

Potins desta quinta-feira

• Já há três deputados federais encarcerados! Novos tempos?
• Nos penduricalhos para a magistratura, o mais generoso é o TJ do Rio de Janeiro.
• TJRS gasta R$ 4 milhões mensais para pagar auxílio-moradia, auxílio-alimentação, parcela de equivalência e até abono-família. Sem tributação...
• Salário normal de um juiz no Brasil representa 19,8 vezes a renda média dos cidadãos brasileiros.
• Magistrados estadunidenses ganham somente 3,6 vezes a mais do que a média nacional dali.
• Nos EUA nada de mordomias. Ministros da Suprema Corte dirigem os automóveis oficiais, no trajeto casa-trabalho-casa.

Reprodução da Internet

Potins desta terça-feira

 

Potins desta terça-feira

• Curiosa pesquisa nas redes sociais: que casal o internauta preferiria que voltasse a ficar junto?
• Abuso cometido pelo Banco Safra viola direito de empresa gaúcha.
• Serviços deficientes dos Correios tem, agora, a tartaruga postal.
• Ingresso de 16 mil novas ações tributárias e previdenciárias a cada dia útil, na Justiça brasileira.
• A possível futura criação do Código de Defesa do Contribuinte.
• Improcedência de ação de juíza contra advogado gaúcho

Potins desta terça-feira

• O último ato da peça do PT.
• Os peRdidos de vista no STF.
• Em março uma nova sentença de Moro julgando Lula.
• Salários na Advocacia-Geral da União também acima do teto.
• 751 mil manifestações contra o esperto “auxílio-moradia”.
• Em três anos, o fechamento de três milhões de empregos formais.
• Um março nebuloso se aproximando em Curitiba para políticos e empresários.
• Mais dinheiro posto fora pela Petrobras.