Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.

A Operação Marcelo Odebrecht



Chargista Duke

Imagem da Matéria

O calendário está definido: Marcelo Odebrecht começa a cumprir sua prisão domiciliar da terça-feira 19 de dezembro – e a Polícia Federal já começou a montar a estratégia para a saída dele da prisão em Curitiba, até o local (até agora sob sigilo) em que ele passará a morar.

O percurso será feito em jatinho (até São Paulo, ou Rio, ou Salvador) porque seria impossível garantir a segurança do “empresário” num voo comercial. O custo do transporte será pago pelo delator.

Baiano de Salvador, 49 de idade, Marcelo Bahia Odebrecht tem o (coincidente) sobrenome Bahia em seu registro civil por uma decorrência legal: a mãe chama-se Regina Bahia Odebrecht.

Em 8 de março de 2016, Marcelo Odebrecht foi condenado (por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa) a 19 anos e quatro meses de prisão.

Em 1º de dezembro de 2016, ele fechou acordo de delação premiada junto com seu pai Emílio Odebrecht, e se comprometeu a pagar, com recursos próprios ou por meio da Construtora Odebrecht 8,6 bilhões de reais a título de indenização.

Nada impossível para quem tem uma fortuna afirmada de 14 bilhões de reais.


Comentários

Virginia Barbagli - Advogada 05.12.17 | 12:30:45

É um acinte, um nojo que lesas pátria curtam em suas mansões a condenação (curta) que tiveram. Por causa de gente assim, o povo brasileiro está no estado de miserabilidade, fome, ignorância e violência em que se encontra. Sem escolas, hospitais, empregos, etc. E os bonitos vão de jatinho para as mansões viverem nababescamente a tal de "condenação". Como pode isso?! Pelo jeito que a coisa vai, com o Presidente comprando o Congresso, as coisas não irão melhorar. Vem Lula, Bolsonaro...socorrooooo!

Banner publicitário

Notícias Relacionadas